Início Região O super-atleta Adhemar Ferreira da Silva ganha escultura na Avenida Braz Leme

O super-atleta Adhemar Ferreira da Silva ganha escultura na Avenida Braz Leme

Tempo de Leitura: 3 minutos

adhemar

  • Obra integra projeto da Secretaria Municipal de Cultura para homenagear personalidades negras da cultura paulistana
  • O atleta teve um grande apoio do São Paulo Futebol Clube
  • Adhemar nasceu em 1927 e morreu aos 73 anos em 12/01/2001

O  primeiro bicampeão olímpico do país, primeiro atleta sul-americano bicampeão olímpico em eventos individuais, recordista mundial do salto triplo cinco vezes e primeiro atleta a quebrar a barreira dos 16 metros no salto triplo.

O autor destas façanhas foi um atleta negro, nascido no bairro da Casa Verde e morou na Rua Ouro Grosso no mesmo bairro (Zona Norte), filho de um pai ferroviário e de uma mãe de “prendas domésticas”/lavadeira. E tão simples como ele, o seu nome: Adhemar Ferreira da Silva, um super-atleta da Zona Norte para o mundo. Já uma homenagem na lembrança diária dos que trafegam pela Av. Marginal, ao passar pela Ponte do Limão-Adhemar Ferreira da Silva.

adhemarO atleta acumulou mais glórias honrando com a bandeira do Brasil: medalhas de ouro no salto triplo nas Olimpíadas de Helsinque em 1952, onde superou o recorde mundial, e nas Olimpíadas de Melbourne em 1956. Foi também tricampeão em Jogos Pan-Americanos: Buenos Aires em 1951, Cidade do México em 1955 (aqui pela segunda vez superou o recorde mundial) e Chicago em 1959.

Com toda a sua vida esportiva, foi imortalizado com toda a justiça  no Hall da Fama do Atletismo, em 2012. É também o único brasileiro que representa o Brasil no salão da Federação Internacional de Atletismo.

Um atleta ágil nas pernas e na inteligência. Fora das pistas de atletismo, ele aprendeu linguas e virou um poliglota — inglês, espanhol, francês, alemão e italiano. Estudou escultura, educação física, advocacia e relações públicas na Cásper Libero. Encenou em 1956 uma peça teatral, de autoria de Vinicius de Moraes, o Orfeu daConceição. E para fechar suas atuações, esteve até como adido cultural na Embaixada do Brasil em Lagos, na Nigéria. Foi o coordenador de esportes na UniSant´Anna.

A homenagem

Com tudo isto, um valor de atleta e de pessoa negra, a Secretaria Municipal da Cultura anunciou a inauguração da escultura em tributo a Adhemar Ferreira da Silva, neste domingo (15/05/2022), no canteiro central da Avenida Braz Leme — altura do número 1.000, em frente à loja Alô Bebê.

A obra integra o projeto do Departamento de Patrimônio Histórico (DPH), que propõe criações, todas feitas por artistas negros, para homenagear personalidades negras da cultura paulistana.

adhemar

“A figura do Adhemar é um exemplo de quebra de estigmas estabelecidos pelo racismo, sobretudo dentro do esporte. Apesar delas, ele nunca deixou de se superar e vencer”, disse a Secretária Municipal de Cultura, Aline Torres.

A escultura é uma criação de Alex Hornest, que retrata o atleta com os dois braços para cima, em uma releitura de uma das suas posições de salto. O artista trabalha com a temática do urbanismo e do lúdico, de forma a promover a reflexão entre os transeuntes e o espaço urbano.

Nas suas obras de Hornet, traz o cotidiano com uma licença poética. Já recebeu diversos prêmios, como o 1º Prêmio Mostras de Artistas no Exterior – Fundação Bienal de São Paulo/SP e duas edições do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-Brasileiras – CADON/Fundação Palmares.

Outras homenagens

A primeira escultura a ser inaugurada, em dezembro de 2021, foi em homenagem a Itamar Assumpção, no Centro Cultural da Penha. No mês de abril, ocorreram mais duas inaugurações: a de Madrinha Eunice na Praça da Liberdade, em 02/04; e a de Geraldo Filme na Praça David Raw, em 21/04. Está prevista mais uma obra para este ano, que brevemente será anunciada a data, em homenagem à escritora Carolina Maria de Jesus — que provavelmente será no Canindé, próxima onde era a favela onde viveu a escritora,

Programação
  • 10h20 | Abertura do cerimonial do evento
  • 10h30 – 11h | Atividades crianças representando o atletismo (Federação Paulista de Atletismo)
  • 11h – 11h30 | Trovadores Urbanos
  • 11h40 – 12h10 | Ato de inauguração da escultura em homenagem a Adhemar Ferreira da Silva
  • 12h10 – 12h25 | Diego Menasse
  • 12h25 – 12h55 | Bloco Ilú Oba De Min
  • 12h55 – 13h25 | Fred Jorge

<<Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Imprensa/Secretaria Especial da Cultura – Gabriel Fabri | Marina Baldocchi >>

d