Início Bem Estar Multivacinação e da Covid-19 continuam em postos em São Paulo. Confira os...

Multivacinação e da Covid-19 continuam em postos em São Paulo. Confira os locais

locais
Tempo de Leitura: 2 minutos

locais

  • No sábado (14), estarão abertas as AMAs/UBSs Integradas
  • No domingo (15), a imunização ocorre nos parques e em postos na Av.Paulista 

A vacinação não para e a população precisa colaborar. Com o objetivo de aumentar a cobertura vacinal e a maior proteção das crianças a partir de seis meses, a campanha de multivacinação seguirá na capital neste fim de semana, em conjunto com a vacinação contra a Covid-19.

No sábado (14/05/2022), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) abrirá as Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Integradas, das 7 às 19 horas. As cadernetas de vacinação também poderão ser atualizadas com outros imunizantes.

No domingo (15/05),  o Parque da Juventude (ao lado da Estação do Metrô Carandiru) atenderá os moradores da Zona Norte, mas outros parques podem ser procurados: Buenos Aires, Severo Gomes, do Carmo, Villa-Lobos e da Independência — no horário das 8 às 17 horas — com imunizantes contra Covid-19, gripe, entre outras vacinas.

Na avenida Paulista, a multivacinação ocorrerá em uma tenda, instalada no número 52, para as faixas etárias elegíveis. Já no número 995, uma farmácia parceira aplicará somente vacina contra a Covid-19, das 8  às 16 horas.

Na semana que vem

A partir da 2ª feira (16/05/2022), a vacinação volta a ocorrer em toda a rede: UBSs e AMAs/UBSs Integradas, das 7 às 19 horas, e megapostos e drive-thrus, das 8 às 17 horas.

Serão disponibilizados imunizantes, como: Covid-19, influenza, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), BCG, pentavalente, vacina inativada poliomielite (VIP), vacina oral poliomielite (VOP), pneumo 10, rotavírus, meningo C, varicela, hepatite A, febre amarela, DTP (difteria, tétano e coqueluche), dupla adulto, hepatite B, HPV, meningo ACWY e pneumo 23.

“Nós temos realizado um trabalho importante de prevenção por meio da imunização. Em março começamos com a quarta dose contra Covid-19, em abril iniciamos a vacinação contra gripe, sarampo e poliomielite, além de levarmos às escolas a multivacinação e vacina contra a Covid-19. Então nós estamos fazendo um trabalho para prevenir que casos leves se agravem e que doenças extintas, como a pólio, possam voltar a circular pela capital e pelo Brasil”, diz o secretário municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco.  

É válido destacar que, para crianças entre 5 e 11 anos de idade, a vacinação de sarampo e Covid-19 não deve ser aplicada simultaneamente, devendo ser priorizada a imunização contra a Covid-19. Depois de 15 dias pode ser aplicada a vacina contra o sarampo. Para a população em geral, acima de 12 anos e trabalhadores da saúde, pode ser feita a imunização simultânea entre as vacinas de sarampo, gripe e Covid-19.

Mais informações e a lista completa dos postos, pode ser encontrada na página do Vacina Sampa, disponível — clique aqui


<<Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação/Secom-PMSP>>

d