Início Destaque Zona Norte ganhará novo Distrito Anhembi com mais hospital, hotel e arena...

Zona Norte ganhará novo Distrito Anhembi com mais hospital, hotel e arena multiuso

crédito de imagem: GL Events
Tempo de Leitura: 6 minutos

 

  • O projeto abrirá mais oportunidades de negócios e empregos na Zona Norte
  • Os bairros da Zona Norte serão beneficiados com o novo projeto

A Zona Norte está virando a bola da vez em investimentos. Além do recém-criado Polo de Ecoturismo da Cantareira, do Parque da Cantereira e o Horto Florestal com a iniciativa privada — além dos lançamento empresariais e imobiliários.

Após três semanas do anúncio da Cidade Center Norte, que quer juntar vários serviços  ao shoppings abrindo na região o que chamou de “um novo bairro” ( ver matéria: clique aqui ), o Complexo do Parque Anhembi volta ao noticiário com pretensões parecidas:  o projeto Distrito Anhembi.

E a região, com esses projetos, deve ganhar dois novos hospitais, que já constam nas maquetes dos dois empreendimentos. Por outro lado, os empresários envolvidos no projeto do Anhembi prometem uma arena multiuso – como também prometido pelo Center Norte. E mais um complexo audiovisual e shows internacionais, que farão parte do Anhembi.

Ilustração do futuro hospital – crédito de imagem: GL Events
Apresentação do projeto

O projeto detalhado da primeira arena multiuso da cidade de São Paulo, com capacidade para 20 mil pessoas, foi apresentado nesta 5ª feira (14/10/2021), ao prefeito da cidade de São Paulo.

Na comitiva de empresários do projeto Distrito Anhembi: o fundador e chairman da GL Events, Olivier Ginon; presidente da Fonciere Polygone / GL Events, Anne Sophie Ginon;  CEO da GL Events Venues, Christophe Cizeron;  diretor geral da GL Events America Latina,  Damien Timperio; CEO da GL Events Brasil, Milena Palumbo; diretor de Desenvolvimento e Parcerias da GL Events, Sebastien Brunet; diretor de Desenvolvimento da GL Events Brasil, Rodolfo Andrade; senior vice-presidente do OAK View Group, Brian Kabatznick; e o vice-presidente Live Nation Latam, Rafael Lazarini.

Investimentos e parceria internacional

Com investimento na ordem de R$ 500 milhões, a Arena São Paulo será construída por meio de parceria entre a Live Nation Entertainment, líder mundial em entretenimento ao vivo; a Oak View Group (OVG), empresa global de desenvolvimento, consultoria e investimento em arenas; e a GL events, líder mundial em soluções integradas para eventos, que tem a concessão do Complexo Anhembi. As obras começarão no segundo semestre de 2022 e a conclusão está prevista para 2024.

crédito de imagem: GL Events

Uma parte do projeto Distrito Anhembi, a arena multiuso será gerida pelas empresas globais de entretenimento Live Nation e a OVG. A Live Nation, que promove a maioria das grandes turnês internacionais e produz centenas de festivais de música pelo mundo, já atua no país por meio da realização de eventos como o Rock in Rio, Lollapalooza e turnês internacionais como U2, Coldplay e a reunião dos irmãos Sandy e Jr. A cidade de São Paulo passa, agora, a integrar o portfólio dessas companhias e se tornará o principal destino de entretenimento da América Latina.

A construção da arena marca o primeiro passo para a modernização do Anhembi em seus 50 anos de história. A expectativa do concessionário é que o projeto despontará como o mais novo bairro de São Paulo, revitalizando não só o local, como também o seu entorno.

Com um programa de investimentos imobiliários de mais de R$ 1 bilhão, o complexo vai se tornar referência mundial para sediar eventos de todos os tipos e portes com arena indoor, passarela cultural, centro de exposições e o primeiro centro de convenções internacional de última geração de São Paulo.

crédito de imagem: GL Events
Complexo audiovisual

O projeto Distrito Anhembi traz um novo conceito de bairro para a Zona Norte paulistana, com um plano diretor que valoriza a convergência de serviços que vão suprir carências e contribuir com o desenvolvimento sustentável da região.

O projeto contempla, além da arena multiuso e de um centro de convenções de grande porte, a construção de empreendimentos com vocações comerciais/corporativos; hotel; hospital; centros comerciais e projetos de inovação.

O Anhembi, que ocupa uma área de 382,5 mil metros quadrados em uma localização estratégica de São Paulo (encontro dos eixos Norte/Sul – Leste/Oeste), ganhará também um complexo audiovisual que vai impactar diretamente a indústria criativa, oferecendo estúdios para filmes, streaming, publicidade e games, por exemplo, e para receber o público ávido por inovação, tornando o projeto ainda mais completo.

Estudos de mercado mostram que é possível gerar R$ 500 milhões de negócios anuais nos espaços de eventos, a partir do histórico do Anhembi e do potencial do mercado paulistano. Esse valor representa apenas 10% do que ficará na cidade por meio de impostos e desembolsos de turistas e participantes de eventos com transporte, alimentação, comércio e hospedagem.

“Como líderes na indústria global do entretenimento ao vivo, entendemos que esse investimento em uma arena de nível mundial na cidade de São Paulo será estratégico para intensificar nossos planos de expansão na América Latina. Este novo local será adicionado ao nosso portfólio de mais de 200 arenas, anfiteatros e casas de espetáculo em todo o mundo. Estamos confiantes de que a Arena São Paulo será um importante vetor para o fortalecimento da vocação da cidade de ser tornar um centro de relevância mundial para a música ao vivo e as grandes turnês internacionais”, afirma Michael Rapino, CEO da Live Nation Entertainment.

A arena será projetada pelo escritório de arquitetura Gensler e terá como referência as desenvolvidas pela OVG em Seattle, Nova York, Califórnia e Manchester, no Reino Unido. O local contará com recursos inovadores, incluindo programas de sustentabilidade ambiental, assentos VIP, espaços de hospitalidade, diversas ofertas de restaurantes e tecnologia acústica de última geração.

crédito de imagem: GL Events

“Estamos honrados em incluir São Paulo em nosso portfólio global e esperamos trabalhar com a GL events e a Live Nation para transformar o Distrito Anhembi no maior destino de entretenimento da América Latina”, comenta Tim Leiweke, CEO da OVG.

“A GL events é líder global e a maior fomentadora do Brasil no setor de eventos. Estamos muito felizes em firmar parceria com a OVG e a Live Nation, duas líderes mundiais de entretenimento para investir na Arena São Paulo. O entretenimento é o principal componente do Distrito. Vamos potencializar sinergias com outros espaços que operamos no Brasil, como a Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro”, diz Olivier Ginon, fundador e presidente mundial da GL events.

Revitalização

Pelo plano de negócios, o concessionário deverá promover o reposicionamento do complexo a fim de trazer o Anhembi de volta ao mercado de eventos e convenções internacionais. Os estudos referenciais apontam obrigações para ampliação e diversificação de áreas locáveis, como o aumento da área de convenções em cerca de 24 mil m² locáveis, com a instalação de plenária para cerca de 5 mil pessoas e construção de 8 mil m² em salas modulares.

O objetivo é não apenas revitalizar o Anhembi como desenvolver o seu entorno, estimulando o turismo e incentivando a renovação urbana de uma importante região da cidade. Além da requalificação dos equipamentos atuais, o modelo foi idealizado para que o concessionário explore empreendimentos associados e atividades comerciais, desde que tenham sinergia e complementariedade de serviços, como agências bancárias, casas de espetáculo, arena multiuso, farmácias, conveniências, hotéis e flats, estacionamentos, entre outros.

crédito de imagem: GL Events

No plano de negócios também está previsto um boulevard na atual área do estacionamento. Toda operação, manutenção e gestão dos espaços já existentes do complexo Anhembi ficarão sob responsabilidade da GL events. O Sambódromo precisa ter 75 dias de utilização preferencial garantidos para a Prefeitura de São Paulo, como o período de realização do Carnaval e outros eventos. Após os 30 anos de vigência, todos os ativos retornam para a SPTuris, sem ter onerado recursos públicos. <<Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação-Secom/PMSP >>


<< Releia matéria de 08/junho/2021: “ Surge o Distrito Anhembi na Zona Norte que movimentará R$ 5 bilhões a partir de 2024”clique aqui >>


 

 

d