Início Destaque Vedacit começa a se transferir da Vila Guilherme para a cidade de...

Vedacit começa a se transferir da Vila Guilherme para a cidade de Itatiba

Tempo de Leitura: 6 minutos

da Redação DiárioZonaNorte

 

  • A unidade de Itatiba (SP) será ampliada para sustentar o crescimento acelerado da Vedacit. 
  • Fábrica de Itatiba é a mais moderna da América Latina na produção de mantas asfálticas
  • Vedacit foi  uma das responsáveis pela pavimentação asfáltica da Av. 9 de Julho, no centro de São Paulo.
  • A empresa forneceu materiais para diversas obras de grande porte em todo o Brasil como na construção da Ponte Estaiada Octavio Frias de Oliveira, Usina de Itaipu, além de prédios, pontes, shoppings e outros.

A Zona Norte-Nordeste é a “bola da vez” por ser uma região estratégica, com grande desenvolvimento. Muitos investimentos estão apostando neste fator importante na cidade. E para cá vieram supermercados, shoppings, restaurantes, bares e muitos empreendimentos imobiliários — aqui com facilidades nas operações da lei do zoneamento.

Outros estão mirando com bons olhos para a região, ainda com os incentivos de eventos já anunciados no Complexo do Parque Anhembi, Cidade Center Norte,  Polo Ecoturismo da Cantareira,  novo Horto Florestal e o Parque da Cantareira, entre outros.

Por outro lado, empresas e indústrias  tradicionais  acabaram saindo para outros municípios, como  a Braspress (hoje em Guarulhos) e Salton  ( na cidade de Jarinu) – até com o ganho de incentivos fiscais – ou bairros, com o caso  da Ericsson, que se transferiu para Perdizes.

Mapa/Localização V.Guilherme
Vedacit de malas prontas

Agora, chegou a vez da Vedacit, do Grupo Baumgart  – líder no mercado de impermeabilização –, que há 55 anos trouxe um importante polo industrial para a Vila Isolina Mazzei/Vila Guilherme, Zona Norte — a empresa tem no total 85 anos de fundação, com inicio no Jardim América e depois no Alto de Santana. Agora está de mudança planejada e gradual com o destino a 80 quilômetros da capital, expandindo seu parque industral na cidade de Itatiba (cerca de 120 mil habitantes/164 anos em 01/11/2021), na região de Campinas.

Na última 6ª feira (29/10/2021), a empresa anunciou a expansão da fábrica na cidade interiorana, localizada às margens da Rodovia Romildo Prado. Diante do prefeito da cidade, Thomás Antonio Capeletto de Oliveira  (PSDB) e de vários secretários municipais, a diretoria da Vedacit  comunicou oficialmente o investimento de R$178 milhões nos próximos três anos no processo de expansão da indústria. Com isto, a empresa fará a transferência gradual da sua produção da região da Vila Guilherme, em São Paulo, para Itatiba.

Essa migração da fábrica tem como objetivo sustentar o crescimento da Vedacit, reduzir os custos operacionais em cerca de R$17 milhões até 2030, além de contribuir com a estratégia de sustentabilidade na área industrial.

Marcos V.Bicudo (esq.), Otto Baumgart (centro) e prefeito Thomas Capeletto (dir)

“Trata-se de uma importante conquista para a nossa cidade. Itatiba conta com um parque industrial desenvolvido, ótimas rodovias para escoar a produção e está estrategicamente localizada com acesso fácil a aeroportos como Congonhas e Viracopos e aos portos de Santos e São Sebastião. São grandes atrativos para a instalação de novas empresas e isso nós precisamos explorar”, analisou o prefeito.

Já o presidente do Conselho das empresas Vedacit, Otto Baumgart, esse investimento “é um dos mais importantes dos últimos 80 anos da Vedacit, tendo sido pensado por mais de dez anos, até se concretizar neste momento”. Após o anúncio, o prefeito Thomás e equipe fizeram visita à produção da empresa, que hoje atua em dois turnos.

A previsão é de muito mais produção
Marcos Campus Bicudo – pres. Vedacit

A capacidade produtiva mensal terá um aumento de 140%, indo dos quase 9 milhões de quilos atuais para mais de 21 quilos  após a conclusão. “O projeto traz eficiência e produtividade à empresa. Estamos investindo em equipamentos de alta tecnologia e adequando os processos as práticas sustentáveis, com redução do consumo de água, das emissões de gases do efeito estufa, o uso de energias renováveis e o tratamento de resíduos sólidos e efluentes”, afirma Marcos Campus Bicudo, presidente da Vedacit.

A escolha da cidade foi estratégica. Um estudo de malha logística, realizado previamente, indicou a localidade como ideal para absorver a operação de São Paulo.  Com duração de quatro anos, o projeto será dividido em três fases: a primeira é a construção do Centro de Distribuição, com previsão de conclusão em julho de 2022; as fases seguintes contemplam a transferência das áreas industriais, previstas para serem finalizadas no primeiro semestre de 2024.

Mais empregos e sem demissões

Com essa mudança, a partir do ano que vem calcula-se a geração de 200 a 450 novos empregos, com destaque nas áreas de engenharia de produção.  As contratações serão realizadas de forma gradual e seguirão até o primeiro semestre de 2024, quando a Vedacit estima a conclusão da etapa de investimentos. Durante o período da expansão, também serão gerados cerca de 250 empregos indiretos, contribuindo de forma bastante significativa para a economia da cidade de Itatiba.

No processo de migração para Itatiba não haverá demissões. “As pessoas são a nossa prioridade. A área de Gente e Gestão desenhou um plano sobre vagas e mobilidade dos profissionais e as operações não serão terceirizadas. Fizemos um planejamento detalhado para fazer a transição de forma tranquila, pensando no bem-estar de todos os envolvidos”, explica o presidente da Vedacit, Marcos C. Bicudo.

As expectativas são as melhores

A Vedacit tem um projeto de desenvolvimento robusto, com objetivo de dobrar o faturamento até 2023, em relação a receita bruta registrada em 2018. Para isso, o plano desenhado inclui as fases de estruturação, que aconteceu em 2018 e 2019, de maturação, em 2020 e 2021, com mais inovações e incrementos nas soluções, e finalmente a excelência, em 2022 e 2023.

A expectativa para 2021 é de encerrar o ano com crescimento de 33% em receita líquida e 7% em volume. “Apesar de um período desafiador, com aumento da inflação e alta nos nossos principais insumos, temos um objetivo a longo prazo e sabemos da importância de se preparar para criar um ciclo sustentável de produtividade. O trabalho em equipe, a colaboração e a união de todo o time são fundamentais e, sem dúvida, é o que continuará fazendo a diferença para conquistarmos os resultados que almejamos”, ressalta Bicudo.

 

Zona Norte, o crescimento

Com uma área de cerca de 50 mil metros quadrados, a fábrica da Rua Coronel Marcilio Franco, foi sendo ampliada desde o início das suas oprações em 1955. Possui um moderno e equipado laboratório de pesquisa e desenvolvimento com profissionais especializados em busca de novas soluções e melhoria contínua.

De lá para cá, muito coisa evoluiu em tecnologia. O crescimento foi tanto que a Vedacit abriu outras unidades, incluindo o parque fabril  de Itatiba, que tem atualmente 7 mil metros quadrados  de área construída em um complexo total de 270 mil metros quadros. Sua capacidade produtiva é de 8 milhões de metros/ano de mantas asfálticas (com estruturante) e 4,5 milhões de metros/ano e Fitas Multiuso, em duas linhas de produção independentes.


Assista ao video comemorativo aos 85 anos da Vedacit —- ” Transformar o mundo, construir o futuro”. Clique:

 


Mais sustentabilidade

O novo Centro de Distribuição, assim como a fábrica, terá padrão Green Building, com certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), sistema internacional de orientação ambiental, utilizado em mais de 160 países, para incentivar a transformação dos projetos e obras com foco em sustentabilidade.

A empresa elegeu os indicadores de gestão ESG (Environmental, Social and Corporate Governance/ Governança Ambiental, Social e Corporativa) para monitorar o desempenho e avaliar anualmente suas práticas. Deu início ao processo de certificação B, que pretende conquistar até 2022 e a nova estrutura é adequada aos requisitos necessários.

O que é a Vedacit

Líder no mercado de impermeabilização e produtos de alta tecnologia para a construção civil, a Vedacit apresenta soluções inovadoras  no mercado.  São mais de 100 produtos em suas linhas de impermeabilizantes, materiais para a recuperação de estruturas e aditivos para concreto, desenvolvidos em laboratório próprio, com a mais alta tecnologia para oferecer soluções apropriadas a diferentes dimensões. Seus itens podem ser encontrados em mais de 50 mil pontos de venda.  Genuinamente nacional, a Vedacit possui três unidades fabris, duas em São Paulo – capital e nova unidade em Itatiba – e uma em Salvador, abastecendo todas as regiões do Brasil. Conta ainda com quatro grandes regionais distribuídas estrategicamente pelo país. Conta com distribuidores em países da América Latina, como Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai.  Para reforçar o compromisso com a sustentabilidade, a Vedacit é uma empresa associada ao Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS). Assume assim um compromisso público de estar permanentemente alinhada com práticas que determinarão os rumos do desenvolvimento global nas próximas décadas.


<<Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Imprensa Vedacit e Prefeitura de Itatiba >>

 

d