da Redação DiárioZonaNorte (*)

Palotina, uma cidade do oeste do Paraná quase divisa com o Paraguai, é um lugar abençoado por Deus e pelo cooperativismo. Os padres palotinos (*) deram início à povoação e, mais tarde, as cooperativas deram o apoio econômico àqueles imigrantes – na sua maioria alemães e italianos – que colocaram as mãos na terra vermelha de grande produtividade. E dos esforços e trabalhos foi surgindo a cidade. Foi ali, há 30 anos que nasceu a  Sicredi Vale do Piquiri ABCD/PR SP

A escada === Era abril de 1989,  debaixo de uma escada em dois lances de 12  degraus cada um, em  madeira e estrutura de ferro,  uma mesinha simples de madeira, uma cadeira e um armário de aço de quatro gavetas faziam parte do patrimônio em um espaço cedido pela Cooperativa Coopervale (hoje CVale).  Na sequência foram constituídas a Credigel (1989), na cidade de Goioerê, e Credicoagru (1991), em Ubiratã.  Em  pouco anos (1997) já estava criada a Sicredi Vale, sendo uma fusão Credicoopervale com o Banco Cooperativa Sicredi; dois anos depois, a fusão Sicredi Vale, Sicredi Ubiratã e Sicredi Goioerê formando a Sicredi Vale do Piquiri – que é um dos quatro rios da região;  os outros são Pioneiro, Azul e São Camilo.

Revivendo a história  === Foram tempos difíceis e de aprendizado para o  cooperativismo financeiro. E nesta primeira fase, que se completaria mais à frente em sua expansão fora dos limites do oeste paranaense, o hoje Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP  percorreu 44 pontos em todas as regiões onde tem presença para comemorações dos 30 anos de atividades, por meio de apresentações regionais do  espetáculo “Histórias e Momentos”.  Cerca de 20 mil pessoas, no período de dois meses, puderam conhecer a trajetória do Sicredi.

DiárioZonaNorte acompanhou a apresentação que aconteceu no  Teatro Gamaro, na Mooca (Zona Leste da cidade de São Paulo), que  reuniu as representações, colaboradores e parceiros das agencias do Sicredi da Fetcoop/Setcesp,  Vila Maria, Santana e  Mooca – veja reportagem na íntegra clicando aqui.

Um marco de 30 anos === E justamente onde a sementinha do cooperativismo foi plantada e cresceu com muita energia, na cidade de Palotina (próxima de Umuarama, Toledo e Cascavel e a 594  kms da capital Curitiba, com aeroporto em Foz de Iguaçú a 214 kms), o Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP, nas pessoas do presidente Jaime Basso, do vice-presidente Amauri Weber e do diretor-executivo Moacir Niehues,  receberam convidados de várias cidades do entorno e do Paraná, São Paulo, ABCD e Santos para um evento memorável na sede social da Associação dos Funcionários da C-Vale (ASFUSCA).

Entre os mais de 1.000 convidados estavam fundadores, associados, dirigentes de cooperativas, delegados, lideranças empresariais e políticas, fornecedores e  parceiros – só de São Paulo foram 140 convidados — muito bem recepcionados em hotéis, transportes e refeições –, além de  17 representantes da Imprensa, que constatam ao longo destes 30 anos o sucesso daquela cooperativa pequena, embaixo de uma escada, que  hoje está presente em 22 estados brasileiros e DF, formando um conjunto de 160 cooperativas no sistema Sicredi, com 1.611 agências (120 só no estado de São Paulo), sendo a 6ª maior rede de agências no mercado financeiro do país, com mais de 300 produtos e serviços financeiros beneficiando 3,8 milhões de cooperados.

A festa  === A logomarca em verde do Sicredi recebia de braços abertos os convidados no pórtico da ASFUSCA, no começo da noite de  6ª feira (05/10/2018),  para a última das 44 apresentações do espetáculo “Histórias e Momentos”, inspirado no livro de autoria de Claudia Bonatti  – veja o livro aqui.   “O  monólogo musical percorreu a trajetória da ´nossa Credi’ , mesclando fatos históricos com a história da Cooperativa e homenageando as pessoas que fizeram parte desta caminhada”, destaca Claudia.

No palco, um vídeo no telão apresentava uma grande produção de imagens e sons mostrando  os mecanismos de vários mecanismos de relógios com as  “unidades de medida do tempo”, transformando os segundos em minutos, os minutos em horas… e os dias em anos. Um introito aos 30 anos da existência do Sicredi e um anúncio do que seria a noite.    Enquanto isto, um evento majestoso já estava em andamento, envolvendo muitos colaboradores do  Sicredi.  Com o respaldo do Buffet Grande Cucina de Palotina, que preparou um cardápio capaz de agradar aos mais diversos paladares e foi impecável no atendimento de todos os convidados.

No encerramento da noite, uma apresentação especial da Orquestra Municipal da cidade gaúcha  de Teutônia (110 kms da capital Porto Alegre) conduzida pelo maestro Astor Jair Dalferth com seus 21 instrumentistas e 8 cantores. No estilo e homenagem a Ray Conniff, um show de músicas dos anos 70, 80 e 90, mais os sucessos recentes, nacionais e internacionais – que produziram coro e danças na plateia — de “Aquarela do Brasil” ao tango “La Cumparsita”.

As homenagens === Entremeando o monólogo de 40 minutos com a história do Sicredi  e o espetáculo de mais de um hora com a orquestra, houve um momento importante e solene com os fundadores, associados e autoridades. Neste círculo, a apresentação e as homenagens foram coordenadas pelo presidente do Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP, Jaime Basso, que recebeu todos em um grande palco.  Com o microfone em mão, o presidente do Sicredi foi rápido nas palavras economizando o tempo para a continuidade do evento. Houve momentos de descontração com a presença do presidente da Rede Brasil de Televisão (RBTV), Marcos Tolentino, ao lado dos apresentadores Luciano Faccioli, Amanda Françozo e Camila Smithz — que apresenta o Jornal da RBTV, ao lado do jornalista Hermano Henning.

Basso afirmou que “aquele momento era de grande e fantástico significado para a Sicredi, que teve sua origem dentro da Coopervale, embaixo de uma escada, e hoje está no principal centro financeiro do Brasil, que é a  Avenida Paulista”.  E finalizou que “o Sicredi é formado por pessoas. E, por isso, celebrar os 30 anos juntos aos associados é de fundamental importância”.

Em  determinado  momento, Basso pede a um dos músicos no palco os acordes do Hino Nacional em uma viola caipira e completou ““Este  é  o Brasil que queremos!”.  Logo em seguida, com o apoio dos mestres de cerimônia Fernando e Claudia Bonatti, ele comandou a entrega do bonito troféu que reproduzia a icônica escada onde tudo começou. Nele, a mensagem: “Este é o reconhecimento e agradecimento dos 115.000 associados, 900 colaboradores e dirigentes pela parceria e contribuição na história de sucesso da cooperativa nestes 30 anos. – Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP”.  Foram homenageados todos os fundadores das cooperativas que formaram o Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP e outras personalidades presentes — entre elas, o prefeito de Palotina, Jucenir Stentzler, e representantes do governo estadual.

“Esse evento encerra a celebração de nossos 30 anos de forma muito especial. Nos últimos três meses todas as cidades em que temos atuação receberam os eventos comemorativos. Oferecer esses eventos para nossos associados, colaboradores e parceiros é uma forma de agradecer pelo apoio ao nosso trabalho e pela possibilidade de apresentar o cooperativismo para mais e mais pessoas”, avalia Moacir Niehues, diretor executivo da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP

Veja a cobertura fotográfica completa aqui


ATENÇÃO: O DiárioZonaNorte está preparando mais 02 (duas) reportagens diretamente de Palotina (PR). A primeira mostrará a atuação do Sicredi na cidade, com seu grande Centro Administrativo e suas agências; a outra, a cidade de Palotina e sua transformação e modernismo, com a presença do Sicredi — várias fotos antigas e históricas. Aguardem nas próximas horas.


Ficha técnica do espetáculo:

O espetáculo Histórias e Momentos é um monólogo musical que conta a história do Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP, em um contexto histórico sobre o cooperativismo no Brasil e no Paraná ao longo dos 30 anos de muito trabalho e conquistas.

  • Inspiração histórica: Livro “Do Sonho à Realidade: Memórias e Fragmentos”, de Cláudia Bonatti – veja aqui.
  • Avaliação conceptiva: Jaime Basso
  • Texto e Revisão Técnica: Ricardo Gouveia e Rodrigo Diglio
  • Arranjo musical:Alex Barbosa, Bruno Bertoloto e Diego Argenton
  • Cantores: Bruno e Diego
  • Revisão histórica: Claudia Bonatti
  • Equipe técnica: Cilinho´s Eventos, Revelar Produtora e Over Drone Filmes
  • Infraestrutura:Valdeci Righi e Equipe
  • Comunicação e Marketing: Daniel Barbublio e Equipe
  • Ator: Ricardo Gouveia
  • Direção de cena: Rodrigo Diglio
  • Produção Geral: Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP
  • Co-produção: Wings Produções e Eventos

(*) Canções do espetáculo:  “Disparada” (Geraldo Vandré), “Cio da Terra” (Milton Nascimento), “Sem lenço, sem documento” (Caetano Veloso), “Tocando em Frente” (Almir Sater) “Tente Outra Vez” (Raul Seixas); “Nos bailes da vida” (Milton Nascimento); “O Dia Em Que Eu Saí de Casa” (Zezé Di Camargo & Luciano); “Destino” (Zezé Di Camargo & Luciano); “A União Faz a Força” (Walter L. Martin); “Trem-Bala” (Ana Vilela); “Amigo” (Roberto Carlos); “Tempos Modernos” ( Lulu Santos ); “ Pescador de Ilusões” (O Rappa); e “É Preciso Saber Viver” (Titãs ).

Sobre o Sicredi  ==   O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados (*) e no Distrito Federal, com 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.  (*) Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins

Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito  ===  O Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) dá respaldo aos associados ao garantir os depósitos das pessoas físicas e jurídicas integrantes do quadro social  das suas cooperativas em até R$ 250.000, por associado.  Além do FGCoop, as cooperativas filiadas ao Sicredi têm acesso ao sistema de garantia solidária do Sistema, que está alicerçado em cinco pilares: estrutura estatutária, políticas operacionais e procedimentos padronizados, governança corporativa, gestão  centralizada dos recursos e fundos garantidores.

Governança corporativa == Pioneiro e referência nacional e internacional pela organização em sistema, com padrão operacional e utilização de marca única, o Sicrediconta com 116 cooperativas de crédito filiadas, distribuídas em cinco centrais regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A. –, uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo, que controla uma Administradora de Bens, uma Corretora de Seguros, a Sicredi Cartões e uma Administradora de Consórcios. Pelo quinto ano consecutivo, o Sicredi apresenta as Demonstrações Financeiras Combinadas, autorizadas em 2013 pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), verificadas e auditadas externamente. A análise do balanço combinado reitera o porte do Sistema. Trata-se de um modelo completo, no qual uma estrutura apoia a outra, exercendo funções específicas e complementares. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados nas decisões e nos resultados das cooperativas. Para isso, desenvolve programas de formação dos associados.

Soluções financeiras === A instituição financeira cooperativa tem um relacionamento próximo com seus associados. Oferece soluções financeiras responsáveis – o produto certo na hora certa – para agregar renda e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos associados e da sociedade. Tem um portfólio completo de produtos e serviços financeiros para todos os segmentos. Entre eles estão câmbio, cartões, conta-corrente, consórcios, crédito, investimentos, pagamentos, previdência, recebimentos e seguros.

Prêmios ===  Prêmio Melhores & Maiores da Revista Exame (Editora Abril), que o colocou em 46º posição como grupo financeiro entre as 200 instituições do mercado.  E assim foi uma sequência de outros reconhecimentos: Época Negócios 360 (Revista Época), Melhores Empresas para Trabalhar (Revista Você S/A), Valor Grandes Grupos (jornal Valor Econômico) e outras publicações. No âmbito de organismos do governo federal, com o Banco Central e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES), teve também reconhecimentos importantes de sua atuação no mercado.

Números Gerais Sicredi  (fevereiro 2018):

3,7 milhões de associados
1.582 agências
116 cooperativas de crédito
Presença nacional em 21 estados
5 centrais
22,8 mil colaboradores em 1.214 cidades
Mais de 300 soluções financeiras
Modelo sustentável R$ 80,3 bilhões em ativos
R$ 13,1 bilhões em patrimônio líquido
R$ 51,3 bilhões em depósitos totais
R$ 45,3 bilhões em operações de crédito total
Resultado de R$ 367,9 milhões em 2018
Ratings da Fitch e da Moody’s atribuídos ao Banco Cooperativo
Em 201 cidades é a única instituição financeira cooperativa

Sicredi em São Paulo – Zona Norte/SP – Mooca – Av.Paulista:

  • Agência Vila Maria – Avenida Guilherme Cotching, 985 – Fone: 2930.8250
  • Agência Vila Maria/Setcesp: Rua Orlando Monteiro, 01 – Fone: 2632.1004
  • Agência Santana: Rua Voluntários da Pátria, 1.540 – Fone: 2984.2900
  • Agência Mooca: Av. Paes de Barros, 1845 – Fone: 2021.2147
  • Agência AvPaulista – Paulista, 923 (em frente à Fundação Cásper Líbero) –  Fone: 3053-4200

Mais informaçõeswww.sicredi.com.br

Saiba mais:

(*) Nota da Redação: O DiárioZonaNorte foi convidado especial por dois dias na cidade de Palotina (PR), para onde viajou de São Paulo até o Aeroporto de Foz de Iguaçú e via rodoviária em trecho de 3 horas. No evento também recebeu homenagem com o troféu Sicredi-30 anos, ao lado de outros colegas da Imprensa, com destaque ao radialista Duda Jr., do programa diário  “Metrópole em Foco”, da Rádio Trianon AM-780 – apresentado por Pedro Nastri.

 

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora