Início Negócios Sicredi e Fipe divulgam pesquisa inédita sobre impacto do cooperativismo de crédito...

Sicredi e Fipe divulgam pesquisa inédita sobre impacto do cooperativismo de crédito na economia do Brasil

Sicredi, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), anuncia uma pesquisa inédita sobre os Benefícios Econômicos do Cooperativismo de Crédito na Economia Brasileira.

O estudo, que avaliou dados econômicos de todas as cidades brasileiras com e sem cooperativas de crédito entre 1994 e 2017 e cruzou informações do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), chegou à conclusão que o cooperativismo incrementa o Produto Interno Bruto (PIB)  per capita dos municípios em 5,6%, cria 6,2% mais vagas de trabalho formal e aumenta o número de estabelecimentos comerciais em 15,7%, estimulando, portanto, o empreendedorismo local.

A pesquisa encomendada à Fipe pelo Sicredi, instituição pioneira do cooperativismo de crédito no Brasil, utilizou a metodologia de Diferenças-em-Diferenças, principal método científico para avaliações de impacto de políticas públicas no mundo.

Os resultados estimados pelo Sicredi a partir do estudo, consideraram o bom desempenho econômico de 1,4 mil municípios que passaram a contar com uma ou mais cooperativas durante o período de pesquisa.

Os cálculos do Sicredi, com base no estudo da Fipe, mostram um impacto agregado nestas cidades de mais de R$ 48 bilhões em um ano. Ainda, as cooperativas de crédito foram responsáveis pela criação de 79 mil novas empresas e pela geração de 278 mil empregos.

Manfred Alfonso Dasenbrock, presidente da SicrediPar e coordenador do Conselho Especializado de Crédito (CECO) da OCB afirma que com base na pesquisa da Fipe, um dos principais fatores que permitem que a cooperativa de crédito alavanque o desenvolvimento econômico local é a possibilidade de oferecer crédito com taxas de juros mais baixas, adequadas à realidade dos seus associados.

Conforme dados do Banco Central do Brasil, a taxa de juros cobradas pelas cooperativas de crédito são sensivelmente menores. Por exemplo, em 2019 a diferença de taxa de juros para microempresas foi de 20 pontos percentuais se comparada aos bancos tradicionais.

Mesmo oferecendo crédito a públicos menos assistidos pelo sistema financeiro tradicional, como micro e pequenas empresas, segundo o Banco Central, o índice de ativos problemáticos de uma cooperativa de crédito, que considera, por exemplo, a inadimplência, ainda é menor que o índice dos bancos tradicionais.

No Relatório de Estabilidade Financeira de 2019, o Banco Central apontou uma diferença expressiva nos ativos problemáticos, que chegaram a 5,9% nas cooperativas de crédito do Brasil, enquanto as instituições financeiras tradicionais tiveram 7,4%.

Para Dasenbrock, a participação dos associados nas decisões de uma cooperativa de crédito é o grande diferencial do modelo de negócio. “O associado é, de fato, o dono do negócio e, por isso, precisa estar presente nas discussões a respeito dos rumos da sua cooperativa.

No Sicredi, o relacionamento mais próximo com os associados contribui para sermos muito mais eficientes em reconhecer a capacidade de pagamento no uso do crédito, por exemplo, e com isso consigamos apoiar o desenvolvimento das pessoas e comunidades”, explica.

Multiplicador do Crédito Cooperativo

A pesquisa da Fipe também calculou o Multiplicador do Crédito Cooperativo, um coeficiente que indica o impacto do crédito concedido pelas cooperativas no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro – cada R$ 1,00 concedido em crédito gera R$ 2,45 no PIB da economia e a cada R$ 35,8 mil concedidos pelas cooperativas, uma nova vaga de emprego é criada no país.

De acordo com a Fipe, a inclusão financeira de famílias, pequenos produtores e empresas forma um ciclo virtuoso que fomenta o empreendedorismo local, reduz desigualdades econômicas e aumenta a competitividade e a eficiência no sistema financeiro nacional.

A Fipe concluiu ainda que os princípios e a disseminação das cooperativas de crédito se mostram convergentes com objetivos maiores no campo das políticas públicas, tendo em vista o seu potencial impacto na redução das desigualdades econômicas e inter-regionais, bem como no aumento da concorrência e da eficiência no âmbito do Sistema Financeiro Nacional.

O cooperativismo de crédito é um modelo de negócio presente em 118 países, segundo relatório do Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (Woccu 2018), reunindo mais de 274 milhões de associados e ultrapassando a marca dos US$ 2,19 trilhões em ativos. 

No Brasil, de acordo com o Banco Central, o cooperativismo de crédito está presente em quase metade (47%) das cidades e representa 2,7% dos ativos totais do Sistema Financeiro Nacional (SFN).

Já são mais de 9,9 milhões de associados a 925 cooperativas de crédito com uma carteira de R$ 123 bilhões em depósitos e R$ 137 bilhões em crédito – aproximadamente R$ 250 bilhões em ativos totais.

Sobre o Sicredi 

Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio.

Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Sobre a Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP

Sicredi Vale do Piquiri é uma cooperativa com 31 anos de história e mais de 141 mil associados, distribuídos em 82 agências. A Cooperativa atua nas regiões Oeste e Noroeste do Paraná, além da Capital e do Abcd Paulista. A instituição se destaca pelo atendimento aos associados e pela preocupação com o desenvolvimento da comunidade.

Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito

O Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) dá respaldo aos associados ao garantir os depósitos das pessoas físicas e jurídicas integrantes do quadro social  das suas cooperativas em até R$ 250.000, por associado. 

Além do FGCoop, as cooperativas filiadas ao Sicredi têm acesso ao sistema de garantia solidária do Sistema, que está alicerçado em cinco pilares: estrutura estatutária, políticas operacionais e procedimentos padronizados, governança corporativa, gestão  centralizada dos recursos e fundos garantidores.

Soluções financeiras

A instituição financeira cooperativa tem um relacionamento próximo com seus associados. Oferece mais de 300 produtos e serviços. São soluções financeiras responsáveis – o produto certo na hora certa – para agregar renda e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos associados e da sociedade.

Tem um portfólio completo de produtos e serviços financeiros para todos os segmentos. Entre eles estão câmbio, cartões, conta-corrente, consórcios, crédito, investimentos, pagamentos, previdência, recebimentos e seguros.

Espaços Sicredi ACSP:

  • Distrital Sudeste/V.Mariana: Rua Afonso Celso, 1959 – V.Mariana – (11) 3180.3271
  • Distrital Pinheiros: Rua Simão Alvares, 517 – (11) 3180.3637
  • Distrital Penha: Rua Gabriela Mistral, 191 – (11) 3180.3012
  • Distrital Centro / Liberdade: Rua Galvão Bueno, 83 – (11) 3180.3580
  • Distrital Ipiranga: Rua Benjamin Jafet, 95 – (11) 3180.3246
  • Distrital Mooca: Rua Madre de Deus, 222 – Mooca – (11) 3180.3092

Sicredi – SP:

Escritório Regional-SP:  Av.Paulista, 807 – Bela Vista – (11) 28905300

Paulista – Av. Paulista, 923 – Bela Vista – (11) 3053-4200
Faria Lima –  Av. Brigadeiro Faria Lima, 3311 – Itaim Bibi – (11) 3790-5000
Berrini – Av. Eng. Luiz Carlos Berrini, 853 – Cidade Monções – (11) 3137-1300
Rebouças – Av. Rebouças, 2023 – Pinheiros – (11) 2930-8200
ACSP/Centro – Rua Boa Vista, 51 – Centro – (11) 3101-4821 / 3101-4899
Campo Belo – Av. Vereador Jose Diniz, 3580 – Santo Amaro – (11) 3143-0000
FETCOOP/V.Maria– R. Orlando Monteiro, 21- V.Maria – (11) 3137.0800
Lapa – Rua Barão de Jundiai, 337 – Lapa – (11) 2892-2155
Mooca –  Av. Paes de Barros, 1845 – Mooca – (11) 2021-2147/2021-1909
Santana – Rua Voluntários da Pátria, 1540 – Santana – (11) 2984-2900
Santo Amaro – Av. Adolfo Pinheiro, 2041 – Santo Amaro – (11) 2592-6446
Tatuapé – Pç. Silvio Romero, 66-68 – Cidade Mãe do Céu – (11) 2890-4600
Vila Maria – Av. Guilherme Cotching, 985 – Vila Maria – (11) 2930-8250

Sicredi – ABCD:

Diadema – Av. Encarnação, 530 – Piraporinha – (11) 4061-4300 / 4056-4664
Diadema  – ACE DIADEMA – R. das Turmalinas, 98 –  Centro – (11) 4057-1553
Mauá  – Av. Barão de Mauá, 1473 – Jardim Maringá – (11) 4547-6200
Mauá – ACIAM – Rua Guido Monteggia, 151 – Centro – (11) 4541-3089
Ribeirão Pires  – R. Stella Bruna Cecchi Nardelli, 48 – Centro – (11) 4822-8100
Santo André  – Av. Gilda, 120 – Vila Gilda – (11) 4422-7575
S.Bernardo do Campo – Rua Harmonia, 116 – Rudge Ramos – (11) 4366-2400
S.Bernardo do Campo –R.  Imperador, 14 –Nova Petropolis– (11) 4122-6400
São Caetano do Sul  – Av. Goiás, 1685 – Santo Antonio – (11) 4223-4300

d

Mais informações:     www.sicredi.com.br