Início Destaque Prefeitura inaugura o Piscinão do Córrego da Paciência

Prefeitura inaugura o Piscinão do Córrego da Paciência

Prefeitura inaugura o Piscinão do Córrego da Paciência.
Crédito da foto: Edson Loper Jr/SECOM
Tempo de Leitura: 4 minutos

.

da Redação DiárioZonaNorte
  • O Piscinão do Córrego da Paciência tem capacidade para 106 mil metros³ de água
  • A obra durou 2 anos e custou cerca de R$ 53 milhões
  • 298 mil famílias serão beneficiadas

A Prefeitura de São Paulo inaugurou, na tarde desta 4ª feira (14/12/2021), um piscinão no terreno onde está a Sociedade Amigos de Vila Constança – SAVIC.

A obra, que está localizada Av. Jardim Japão nº 1587 e faz parte do  Trecho 4 da canalização do  Córrego da Paciência, criou um reservatório  “tamponado”  embaixo da área ocupada pela SAVIC.  

O projeto inicial havia dimensionado a capacidade do reservatório em 150 mil m³, posteriormente caiu para 129 mil m³ e foi finalizado com a capacidade de 106 mil metros³ de águas das cheias – volume equivalente a 42 piscinas olímpicas.

O piscinão, que  receberá o transbordo  as águas dos córregos Maria Paula e Paciência, conta com seis bombas de água, com capacidade de drenar 500 litros de água por segundo cada uma, responsáveis por esvaziar o piscinão após as chuvas.  Os equipamentos ainda estão em fase de testes.

Cerca de 298 mil famílias, que vivem nos bairros Jardim Brasil, Vila Gustavo e Vila Constança, serão beneficiadas com o fim das enchentes.

SAVIC

O novo piscinão é coberto por uma laje de aproximadamente 9.500 m², onde foi construída a nova sede da SAVIC.  Para continuar atendendo a comunidade, a entidade  passa a ocupar um prédio com dois pavimentos, cinco salas, um salão multiuso, cozinha, sanitários e área administrativa.  O local recebeu ainda, áreas de lazer, campo de futebol e quadras poliesportivas.

A rota do Paciência

O córrego Paciência tem uma extensão de cerca de 4 quilômetros e nasce junto a rua Cruz de Malta, segue paralelo a avenida Júlio Buono por 3 quilômetros, atravessa a avenida Mendes da Rocha e segue paralelo a avenida Sanatório por mais 900 metros, até passar sob a rodovia Fernão Dias por mais 260 metros, até desaguar na margem direita do Rio Cabuçu de Cima.

Até agora, a Secretaria de Infraestrutura Urbana (SIURB)  implantou 476 metros de novos canais – entre a foz do Paciência e a Rodovia Fernão Dias, incluindo a Avenida Jardim Japão.

Piscinão do Tremembé
Piscinão do Córrego Tremembé – Agosto de 2020
Obra antiga

As obras de canalização dos córregos Tremembé, Paciência e Maria Paula, começaram a tomar forma em 2012, na Gestão Fernando Haddad (PT),  quando foram incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2.

Lançado no Governo Dilma Russeff (PT) em 29 de março de 2010, o PAC 2 previa recursos da ordem de R$ 1,59 trilhão em uma série de segmentos, tais como transportes e mobilidade, energia, cultura, meio ambiente, saúde, área social e habitação.

O projeto de canalização dos córregos Paciência e Maria Paula foi aprovado em 2015 e os recursos oriundos do Governo Federal eram geridos pela Caixa Econômica Federal (CEF) que realizava o pagamento das obras direto aos fornecedores, após o recebimento de planilhas de medição (documentos que atestam a execução da obra pelos fornecedores, dentro do que foi contratado),  emitidas pelos órgãos públicos.

Desta forma, evitou-se que o dinheiro destinado aos projetos selecionados para integrar o  PAC 1 e 2, entrasse  nas contas das prefeituras ou estados e possa ser alvo de penhoras judiciais ou a utilizado para custeio da administração pública.

Em 2015, o custo total da obra, que previa a execução da canalização associada a implantação de um piscinão para o amortecimento de cheias, parque linear ribeirinho e sistema viário no córrego e afluente, foi de R$ 143 milhões.

Com a mudança das gestões federal e municipal, o PAC 2 foi abandonado e, o custo da obra foi recomposto: o Governo Federal – na gestão Michel Temer  (MDB) entrou com 65% e o município  – nas gestões  João Doria e Bruno Covas (PSDB) com os outros 35%.

Prefeitura inaugura o Piscinão do Córrego da Paciência.
Obras do Piscinão do Córrego da Paciência – Crédito da foto: Marcelo Pereira/SECOM – Ago/20

Após sete anos, agora nas Gestões Jair Bolsonaro (sem partido) e Ricardo Nunes (MDB), a obra ainda está em andamento. De acordo com a Prefeitura de São Paulo , a obra do  piscinão da SAVIC teve início em agosto de 2019 e nela, foram investidos mais de R$ 53 milhões

Novos piscinões

Estão em fase de desenvolvimento de projetos na SIURB 15 novos piscinões. Destes, dez devem começar a operar no início de 2022. São eles:  os reservatórios R2 e R4 do Córrego do Tremembé – na Zona Norte, quatro reservatórios no Córrego Perus – na Zona Noroeste e, na Zona Leste,  piscinões RZ-02 e RZ-03 do Córrego Zavuvus, piscinão do Córrego Freitas, piscinão dos Machados (na bacia do Aricanduva).

Quando os 15 novos piscinões estiverem em operação, mais de três milhões de paulistanos serão beneficiados pelos novos reservatórios que, juntos, poderão armazenar até 1,6 milhão de metros cúbicos de água (volume equivalente a mais de 655 piscinas olímpicas).

d