da Redação DiárioZonaNorte

A quase centenária  Portuguesa de Desportos — hoje com 98 anos –, está mergulhada na maior crise financeira de sua história.   Hoje, a Lusa  deve mais de R$ 354 milhões.O clube é separado da Zona Norte pelo rio Tiete e grande parte de seus torcedores fazem parte da história e residem em bairros como a Vila Guilherme, Vila Maria, Vila Medeiros, Jaçanã, Tremembé e muitos outros da região.

Se fosse instituído o “Campeonato Nacional da Polêmica”, a Portuguesa de Desportos seria  campeã invicta.  A gente explica:  o time está fora dos principais torneios de futebol do país e atualmente encontra-se na série  A2 – junto com JuventusGuarani e o XV de Piracicaba;   a área do clube foi a leilão por dívidas trabalhistas (leia reportagem aqui) ; Campanha SOS Lusa para pagar salários (leia reportagem aqui) ;a atual diretoria locou as áreas do estacionamento e do “areião” para a Feira da Madrugada (leia reportagem aqui) e  a polêmica mais recente é a demolição do parque aquático do clube.

Em março de 2018, antes da partida entre Portuguesa e Juventus, torcedores e simpatizantes da Lusa, deram início à uma campanha pedindo o tombamento do clube — leia a reportagem aqui. O projeto arquitetônico do parque aquático é de autoria do consagrado arquiteto modernista João Batista Vilanova Artigas – pertencente ao movimento chamado  “escola paulista de arquitetura”. Talvez esta decisão pelo tombamento explique a atitude da atual diretoria da Lusa em demolir a área das piscinas, com a desculpa  para construir uma área de eventos.

Fontes ouvidas pelo DiárioZonaNorte, levantam a hipótese da demolição do parque aquático ter como finalidade a desfiguração da área do clube e, com isso, dificultar esse tombamento.  Fotos e vídeos da demolição da piscina olímpica do Canindé tomaram conta das redes sociais postadas pelos torcedores rubro-verdes, nesta semana.

A obra, apesar de embargada pela Prefeitura Regional da Mooca (área administrativa do Canindé) continua e um flagrante do Globocop veiculado pelo jornal SPTV 1ª Edição da Rede Globo na 6ª feira (08/06/2018), AO VIVO, às 12hs22, mostrava que os trabalhos de demolição do parque aquático continuavam. Veja aqui  a íntegra do flagrante.

Também na  última  6ª feira,  o repórter Rodrigo Hidalgo,  da Rede Bandeirantes de Televisão, fez uma radiografia da atual situação dramática do clube. A reportagem com 2 minutos e 46 segundos foi  veiculada à noite na edição do Jornal da Band – com reprise na BandNews Tv.  Nesta reportagem, através de “drone”,  foram feitas também  imagens das obras no terreno das piscinas. Assista  aqui a íntegra da reportagem.s

Agora, é esperar o próximo capítulo, lembrando que o Dia de Portugal – junto com o Dia de Luiz de Camões e das Comunidades Portuguesas – acontecem neste domingo (10/06/2018), sem nenhuma festividade programada na Portuguesa de Desportos — como tradicionalmente haveria de acontecer. Também não há clima. Ao mesmo tempo, em plena Festas Juninas não haverá também as tradicionais festividades dentro do clube. E em ano de Copa do Mundo, resta torcer para a seleção portuguesa — pelo menos para dar o primeiro título mundial para o país que trouxe os nossos descendentes.

Center Norte Youtube

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora