Início Destaque Na Zona Norte, o Parque da Juventude manda cortar as árvores com...

Na Zona Norte, o Parque da Juventude manda cortar as árvores com cupins

cortar
Tempo de Leitura: 3 minutos

cortar

da Redação DiárioZonaNorte

  • Com área total de 240 mil m2, o Parque da Juventude foi inaugurado em setembro de 2003, no governo de Mário Covas, e concluído em três etapas  em 2007.
  • O Parque está dividido em três áreas: Institucional (Escolas Técnicas – Etecs e Biblioteca), Central (Bosques, Gramados, Ruínas, etc.) e Esportiva (Quadras Poliesportivas, Pistas de Skates, Basquete, Tênis e outros).

Lá se vão 18 anos desde a inauguração do Parque da Juventude, hoje agregando a homenagem a Dom Paulo Evaristo Arns (em 09/06/2018 – Lei estadual n. 16.761), e o tempo foi cruel com algumas árvores. Na entrada pela Avenida Zaki Narchi, na Zona Norte da cidade, várias árvores tiveram que ser “sacrificadas” com os cortes pela motosserra, nesta 5ª feira (05ago2021).

O que deixou muitos leitores indignados ao passar pelo local e ver os cortes sem saber o motivo, com mensagens enviadas à redação do DiárioZonaNorte. Essas árvores estavam secas, expondo seus vários galhos contra a segurança dos frequentadores.

No domingo (01ago), um dos galhos despencou e quase atinge gravemente uma senhora que passava pelo local. Esse fato chamou a atenção da administração do Parque da Juventude.

cortar

Imediatamente, em caso de emergência, o fato foi colocado à Subprefeitura Santana/Tucuruvi/Mandaqui para que engenheiros-agrônomos fizessem rapidamente um levantamento das árvores.

Não deu outra, todas as árvores estavam condenadas e infestadas de cupim. Nos miolos as árvores já estavam ocas, com a ação dos cupins — que começam pelas raízes. E a empresa Nova Era foi contratada para os cortes e a retirada dos tocos das árvores, o que aconteceu nesta 6ª.feira.

Ação dos cupins

Os cupins são insetos  com metamorfose gradual, tendo um aparelho bucal mastigador. Com cerca de 2 800 espécies catalogadas no mundo, esses insetos são notórios pelos prejuízos econômicos que causam como pragas de madeira e de outros materiais, ou ainda como pragas agrícolas, apesar de apenas cerca de 10% das espécies conhecidas de cupim possuir estas características. Nas árvores, esses insetos começam pela raízes até consumir o miolo das árvores, até destruição total.

cortar

Com objetivo de evitar futuros acidentes, a administração do Parque da Juventude providenciará um check-up completo, em todas as árvores,  com um novo contrato, que prevê  até tomografia para acompanhamento do estado das árvores.  As árvores que foram removidas serão repostas posteriormente.

As notas oficiais

O DiárioZonaNorte consultou a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SIMA), que administra o Parque da Juventude, que encaminhou a nota:  ” a Coordenadoria de Parques e Parcerias (CPP) informou que, após vistoria técnica realizada no parque, em 22 de julho de 2021, foi constatada a necessidade de remoção emergencial de 23 árvores da espécie Guapuruvu (Schizolobium parahyba). Elas apresentavam risco de queda. Destas, 17 foram consideradas árvores mortas (secas) e 6 árvores já apresentavam cupins“.

cortar

Já a Secretaria Municipal das Subprefeituras também encaminhou nota esclarecendo que ” a Prefeitura de São Paulo, por meio da Subprefeitura Santana / Tucuruvi / Mandaqui, que após vistoria realizada pelo engenheiro agrônomo da administração regional, foi concluído laudo atestando a necessidade de remoção de dez exemplares de Guapuruvus. 
Essas árvores vistoriadas apresentavam risco de queda por estarem secas, em estado fitossanitário ruim (morto). O serviço teve início nesta semana, por empresa contratada pela administração do Parque da Juventude, tendo em vista que os exemplares encontram-se dentro da unidade”.

Parque da Juventude “Dom Evaristo Arns”

  • Entrada 1: Av. Cruzeiro do Sul, 2.630
  • Entrada 2: Av. General Ataliba Leonel, 500
  • Entrada 3: Av. Zacki Narchi, 1.309
  • Telefone: (11) 2089.8600


d

cortar cortar cortar cortar cortar