Início Destaque Mais uma vítima da pandemia na ZN: o fechamento da Don Fradicio...

Mais uma vítima da pandemia na ZN: o fechamento da Don Fradicio Pizzeria

Tempo de Leitura: 4 minutos

.

da Redação DiárioZonaNorte

  • Nos bons tempos, o movimento nos finais de semana era intenso e o local ficou a ter filas de espera.
  • As pizzas do delivery eram elogiadas e as entregas eram através de um fusquinha
  • Don Fradicio era um ponto de referência de pizzas de qualidade

Muita coisa mudou e teve outros destinos nestes tempos de pandemia. Aconteceu até o fechamento da tradicional Don Fradicio Pizzeria, em uma charmosa e agradável casa estilo montanhês da Av. Coronel Sezefredo Fagundes, no Tucuruvi.

Quantas famílias passaram por ali e tem histórias para contar dos amplos salões em dois andares. As maravilhosas  e exclusivas pizzas em mais de 80 sabores,  junto à correria no atendimento  e na simpatia de fiéis garçons. Lá se foram quase 35 anos de atividades servindo a Zona Norte-Nordeste,

Há seis meses, já havia acontecido outro momento triste na história da pizzaria. Em 11 de maio, aconteceu a morte do empresário e dono da Don Fradicio, Roberto Augusto Agueda, que teve um problema cardíaco.

Mesmo com o seu fiel escudeiro e cunhado na gerência por 30 anos cuidando de todo o movimento dos salões e do delivery, o barco ficou à deriva na parte administrativa. Os três filhos de Roberto, entraram em cena na tentativa de ajudar a administrar a pizzaria.

Mas ficou somente no esforço e na tentativa por algum tempo. Segundo o mais novo, César Forghieri Agueda, formado em arquitetura e com 29 anos, dividindo com o irmão do meio,  de 31 anos, o engenheiro Bruno, e a irmã mais velha  de 33 anos, a advogada Marina, não houve como conciliar as profissões deles com o dia a dia da pizzaria. O movimento sempre foi intenso, todos os dias, e crescia mais nos finais de semana e feriados.

Em busca de comprador

Até com a queda no movimento por causa da pandemia e a falta de tempo para dar continuidade, a solução veio com a ideia da venda do nome e do ponto. Mesmo com as tentativas de passar a pizzaria para algum interessado, não deu certo.

Dentro das poucas opções, não conseguiram ver outro tipo de ocupação para o destino da pizzaria.  Segundo César, o “jeito era não deixar a situação virar uma bola de neve na área financeira”. A única saída encontrada foi a venda do terreno e do imóvel.

Deu certo, uma rede de farmácias alugou o terreno e provavelmente vai manter a casa com seu estilo histórico, depois de algum restauro, até como plano de marketing para chamar atenção. Com isto, deu para negociar os acertos com os seis funcionários e fornecedores. E em uma 3a.feira,  23 de novembro, foi o dia final da Don Fradicio com as portas fechadas definitivamente.

Sem tempo para avisar

César lamenta que “não houve tempo de avisar adequadamente os frequentadores mais antigos e amigos da casa”, e saiu um lacônico comunicado no Ifood e repetido no Google Maps: “”Depois de 35 anos de tradição na Zona Norte de São Paulo, a DON FRADICIO PIZZERIA encerrou suas atividades. Agradecemos a todos os amigos e clientes pela parceria, pelos pedidos, pelos comentários e avaliações. Foi uma satisfação servir pizzas e esfihas a todos!”

Fica na memória de muitos a tradicional pizzaria da Zona Norte, nas mesas distribuídas pelos dois andares aconchegantes, com uma decoração italiana. Sem contar a alegria com as músicas ao vivo, nos finais de semana. Enquanto com isso do velho forno a lenha oferecia os muitos tipos de pizzas – algumas exclusivas com produtos de primeira e até de picanha. As crianças se divertiam com a minipizza Baby Fradicio, no formato de um boneco enfeitado. Nem vale falar dos bons vinhos importados e nacionais.

No passado ficaram as recordações dos aniversários do Sr. José Agueda, tio do dono Roberto, que ali comemorou seus 96 anos e outros, até falecer com 100 anos e 25 dias. Na época da esposa, Kátia Forghieri, como presidente do Rotary Clube Internacioal –  Cantareira, que mantinha o local como sede e reuniões todas às 3ªs.feiras à noite — somente interropida nestes tempos de pandemia. Muitas outras comemorações de encontros de empreas, de amigos secretos, até de festa de casamento. Um tempo que não volta mais.

Ficou na saudade a velha casa nas movimentada avenida. Resta somente deixar a mensagem: “Arrivederci, Don Fradicio. Grazie di tutto!!”


Álbum/Portifólio — clique na imagem para expandí-la:

 

d