da Redação DiárioZonaNorte ===

Tudo na Mooca tem um ar e jeito diferenciados – até o modo de falar italianado.  É um dos bairros mais antigos da cidade, com seus 463 anos de fundação, nascido somente 56 anos após Pedro Álvares Cabral ter chegado em terras ao além-mar, segundo a maioria dos historiadores. Os índios eram donos da terra e quando os primeiros brancos fincaram as primeiras casas, comentavam: “Moo – Oca!” e que significavam “Eles estão fazendo casas!” – moo (fazer) e oca (casa).

Cresceu… e cresceu muito! Hoje o bairro bate em todos os aspectos muitas cidades do interior paulista ou até do país e do exterior. Tornou-se o reduto na maioria dos imigrantes italianos – e de suas famosas cantinas e pizzarias;  e, por outro lado, as mercearias e padarias dos portugueses. Houve até um movimento para tornar o bairro como República da Mooca.

O início da distrital da ACSP === Em 8 de novembro de 1953 surgia na rua principal – a Rua da Mooca, nº 2.226 – a Distrital da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Naquela época,  o trem atravessava a cidade e interrompia o trânsito da principal rua, com sua cancela e sineta. Onde depois veio o “grande progresso” com os bondes elétricos. Pela ordem, a da Mooca foi a sexta distrital da ACSP, depois de Pinheiros, Penha,   Lapa (Oeste), Santana (Norte) e Ipiranga. Hoje são 15 distritais espalhadas pelos pontos principais da cidade. A última distrital inaugurada em 1996 foi a do Jabaquara (Centro-Sul) — a 15ª.

Um novo local === O tempo passou, o bairro cresceu mais ainda e, meio século depois (08/11/2003), a Distrital Mooca da ACSP conheceria um novo endereço, com sede própria, para melhor localizar seus serviços ao comércio do bairro: Rua Madre de Deus, 222,  não muito longe da Rua da Mooca, próxima da Av. Paes de Barros e do novo comércio que surgiu na região, na pujança de novas perspectivas.

Uma nova fase na reinauguração === Com esse introito,  chegamos na roda do tempo em 16 anos após que a sede da Distrital se mantinha como era, no mesmo endereço, com pequenas reformas. Nesta 2ª feira (21/10/2019) a Distrital Mooca da ACSP entrou em nova fase de sua história. A sede recebeu uma grande transformação com a reinauguração junto ao Balcão do Empreendedor e o funcional espaço dentro do acordo operacional com o Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP, onde são oferecidas soluções financeiras cooperativas exclusivas aos seus atuais 398 associados ativos. Com essa nova unidade, a ACSP conta com os serviços do Sicredi em sua sede principal na Rua Boa Vista e em suas distritais da Penha, Centro/Liberdade, Ipiranga, Sudeste/Vila Mariana e Pinheiros. Ainda restam nove endereços das demais distritais para o espaço financeiro do Sicredi, sendo que as próximas serão São Miguel Paulista e Norte (Santana).

André Jung Farina, do Sicredi

Apoio aos empresários === “A nossa parceria com a Associação Comercial de São Paulo possibilita aos empreendedores o acesso a todos os produtos e serviços da Cooperativa com condições especiais, além dos serviços já disponibilizados pela Associação Comercial em suas distritais. A expectativa com mais essa inauguração é grande, pois a Mooca e suas adjacências têm um potencial enorme para desenvolvermos o cooperativismo. Estamos pensando no bem-estar de todos juntamente com a ACSP”, avaliou André Jung Farina, gerente das agência do Sicredi nas Distritais da ACSP. Dentro da programação da cooperativa, o objetivo da parceria é apoiar os empresários e empreendedores locais para que eles possam se desenvolver, produzir e empregar mais, fortalecendo a economia brasileira. Já com o Balcão do Empreendedor,  a ACSP oferece aos empresários da Mooca e região  uma economia de tempo e dinheiro. Serão oferecidos serviços para resolver questões empresariais na emissão de certificado digital e certificado de origem; abertura e fechamento de. empresas; mediação e arbitragem de conflitos empresariais, além de todo apoio da estrutura da Distrital da ACSP

Quem esteve presente === O espaço do auditório do primeiro andar, com capacidade para 100 pessoas, foi pequeno para acomodar todos os convidados e presentes na Distrital Mooca. Na mesa, as presenças de Alfredo Cotait Neto (presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo-FACESP e da Associação Comecial de São Paulo),  Luiz Carlos Castan (diretor-superintendente da Distrital Mooca da ACSP), Jaime Basso (presidente do Sicredi Vale do Piquiri Abcd-PR/SP), Roberto Mateus Ordine (1º vice-presidente da FACESP e da ACSP) e Amir Massis (Coordenador-adjunto das Sedes Distritais). Na plateia, diversos diretores-superintendentes de várias distritais, diretores, gerentes e coordenadores da ACSP e do Sicredi, além de outras autoridades convidadas.

Um novo púlpito padronizado === Depois de um vídeo institucional da ACSP, sem execução do Hino Nacional — apesar das bandeiras enfileiradas atrás da mesa — foi aberto o evento. Em seguida, antes dos pronunciamentos dos representantes à mesa, o mestre de cerimônias da noite,  David Gonçalves —- que também é gerente das Distritais da ACSP —-, comunicou que o primeiro ato da solenidade era a entrega pelo presidente da ACSP, Alfredo Cotait, do primeiro púlpito confeccionado em acrílico transparente e metálico,  com o logotipo da ACSP, que será a padronização para todas as 15 sedes distritais.

Os agradecimentos da Distrital Mooca === Logo após, foi aberta a palavra ao diretor-superintendente Luiz Carlos Castan, que emocionado fez os agradecimentos, com referências ao histórico da distrital e valorizou o trabalho de seu pessoal. “Nossa casa está de cara nova, mais aconchegante e charmosa”, comentou. Lembrou da importância do Balcão do Empreendedor que agora oferecerá mais serviços aos associados e “vai facilitar a vida de muita gente”. Fez agradecimentos à presidência da ACSP, aos associados e funcionários da Distrital Mooca. E lembrou que o sucesso do empreendimento está também nas mãos de sua esposa Miltes Carbone, que é a Coordenadora do Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura. Ela estava no meio da plateia — antes convidada para a mesa, mas declinou do convite — e foi muito aplaudida.

Mais pronunciamentos === O coordenador adjunto das sedes distritais, Amir Massis, foi mais curto e direto em agradecimentos à ACSP pelo impulso que está oferecendo com apoio do Sicredi. E estendeu sua fala ao trabalho do companheiros nas distritais, com referência aos da Mooca. E acrescentou ao dirigir ao presidente Cotait: “presidente, a sua palavra valeu e está cumprida, obrigado pela sua deferência à nossa Distrital da Mooca”.  E disse que é um novo incentivo para ações da distrital para novos associados e o trabalho de nossos companheiros. “É uma nova distrital, a partir de hoje”, finalizou.

Um novo tempo === E houve a fala do 1º vice-presidente da ACSP, Roberto Mateus Ondine, que também poupou o tempo com referências à reinauguração da sede da Mooca e o trabalho desenvolvido pela ACSP com o Sicredi, com perspectivas de bons resultados. Ordine lembrou do pedido inicial do presidente Cotait de “tornar cada distrital uma ACSP na frente, com mais incentivo”. E, segundo Ordine, isto começou a acontecer com a reinauguração da Distrital Mooca.  E revelou que ele nasceu na Mooca, é um cidadão mooquense, e está muito contente com um novo momento da ACSP vive com a reinauguração da distrital e os serviços que estão sendo oferecidos aos associados, com o apoio da Sicredi.

O acordo da Sicredi com a ACSP === E chegou a vez do presidente do Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP, Jaime Basso, que dispensou “o novo púlpito” e falou em pé, atrás da mesa,  relacionando em pouco tempo os resultados positivos que estão mostrando o trabalho da cooperativa financeira no mercado de São Paulo e com o acordo da ACSP.  Fez referências às inaugurações anteriores do Sicredi nas Distritais da ACSP e disse da importância das revitalizações nas estruturas delas, que agora todas serão modificadas.  E lembrou também de sua alegria em mais uma entrega importante para a sociedade e para o cooperativismo. E agradeceu a Associação Comercial de São Paulo pelo movimento que permitiu ao Sicredi a parceria tão importante, ” pois, em conjunto, nós trabalhamos para atender a demanda dos empresários. Por meio do associativismo e do cooperativismo, faremos um mundo melhor para se viver”, destacou o presidente do Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP, Jaime Basso.

 Uma palestra no evento === E fechando a noite, o presidente da FACESP e ACSP, Alfredo Cotait Neto, não queria e fez “uma palestra 40 minutos”, segundo ele próprio. Neste tempo, Cotait também dispensou o “novo púlpito” e foi à frente da mesa empunhando o microfone sem fio, andou de um lado a outro, brincou e contou casos da história junto com a ACSP e amigos. Entremeou sua fala com elogios ao pessoal da Distrital Mooca e às demais da ACSP, “um trabalho árduo e de grande valia”, com o crescimento em apoio aos empresários e empreendedores.  Ele cobrou da Distrital Mooca uma equipe comercial organizada e eficiente para gerir resultados. “E sugeriu que convidem novas empresas, novos associados do varejo e o que for possivel.  É preciso incentivar os associados para novos serviços, inclusive com o Sicredi”, disse.  E até citou ajuda do Sicredi para quem tem dificuldade de pagar o 13º salário. Cotait disse que a ACSP tem “projetos, comando e liderança — ” sabemos o que queremos e onde queremos chegar”. Acrescentou que agora é o momento de reorganizar as distritais e “deixar de ser um centro de despesas para ser um centro de receitas”.

Volta do varejo na ACSP === Ele  também frisou a importância da abertura de mais um espaço de atendimento com o Sicredi. “A ACSP e o Sicredi estão trabalhando juntos em prol da economia liberal, fazendo a diferença e olhando pelos empresários. É uma parceria que pode melhorar a vida dos empreendedores”. E Cotait não deixou de acreditar no país, com referências às medidas econômicas que teve apoio da ACSP, e vislumbrou que “o ano que vem será um grande ano de crescimento para todos”. Cotait falou da importância do retorno do varejo na ACSP, “estamos tendo o retorno da Riachuelo (com Flávio Rocha), Via Varejo/Casas Bahia (com Michel Klein) e Magazine Luiza (com Maria Luiza Trajano), entre outros. O presidente da FCESP-ACSP quer também aproximação com o comércio exterior, “mandamos reformar o oitavo andar para encontros com representações de países e Câmaras de Comércio”. E, por fim, lembrou do cooperativismo que é outra meta para a ACSP contribuir com o mercado. Quanto ao empreendedorismo falou da importância das mulheres nos comandos dessas atividades em microempresas. E lembrou dos cursos livres de hoje pela ACSP — principalmente no e-commerce —  que se transformarão na Faculdade do Comércio, no ano que vem.

São Cristóvão Saúde presente === Fora do roteiro do evento, houve uma citação e agradecimento ao São Cristóvão Saúde — que está localizado na região da Mooca, desde sua fundação, e um dos associados da Distrital da ACSP –, com o aviso do convite da inauguração da Unidade V do Centro Ambulatorial Américo Ventura, em Itaquera.  Na plateia, o presidente/CEO do Grupo São Cristóvão Saúde, Engº Valdir Pereira Ventura, que foi convocado a dar mais detalhes ao microfone. Ele deu os detalhes e acrescentou que a empresa está em franco crescimento, com abertura de novas unidades na Mooca, onde é seu reduto. Mas agora começa a expandir fora desta região, sendo Itaquera a primeira.  Haverá mais inauguração na Mooca e na região do Anália Franco, que será uma clínica especializada em ortopedia. Segundo Ventura, em janeiro estão programadas as clínicas na Voluntários da Pátria, em Santana, que será clinica geral e pediatria; e depois, no bairro do Sumaré.

Uma homenagem de surpresa === Após sua fala, o presidente da FACESP-ACSP, Alfredo Cotait Neto, foi surpreendido por uma homenagem da Distrital da ACSP-Mooca, com a entrega de uma placa de agradecimentos pelo trabalho que realiza frente à entidade. O diretor-superintendente da Mooca iniciou a leitura da mensagem e, em seguida, passou para um conselheiro ler o restante. O presidente da FACESP-ACSP pegou o microfone para os agradecimentos.

A fita vermelha e a benção === Com o encerramento da solenidade no auditório, com muitos aplausos dos presentes, todos se dirigiram ao térreo. Naquele espaço foi modernizado todo ambiente com novo mobiliário e aberto o Espaço Sicredi, que terá como gerente Luis Henrique M. da Costa.  Na porta de vidro com a marca da ACSP-Distrital Mooca, uma fita vermelha oficializou a inauguração com o corte pelo presidente da FACESP-ACSP, Alfredo Cotait. Houve momentos de suspense, já que a tesoura não ajudava o corte da fita. Depois,  o Padre Gildásio do Espirito Santo Lima, da Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho, abençoou o local. E houve uma recepção especial aos convidados, com os serviços de buffet  Almadoce. 


Sobre o Sicredi === É uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,9 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio.

Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados (*) e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.  (*) Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito  ===  O Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) dá respaldo aos associados ao garantir os depósitos das pessoas físicas e jurídicas integrantes do quadro social  das suas cooperativas em até R$ 250.000, por associado.  Além do FGCoop, as cooperativas filiadas ao Sicredi têm acesso ao sistema de garantia solidária do Sistema, que está alicerçado em cinco pilares: estrutura estatutária, políticas operacionais e procedimentos padronizados, governança corporativa, gestão  centralizada dos recursos e fundos garantidores.

Soluções financeiras ===  A instituição financeira cooperativa tem um relacionamento próximo com seus associados. Oferece mais de 300 produtos e serviços.   São soluções financeiras responsáveis – o produto certo na hora certa – para agregar renda e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos associados e da sociedade. Tem um portfólio completo de produtos e serviços financeiros para todos os segmentos. Entre eles estão câmbio, cartões, conta-corrente, consórcios, crédito, investimentos, pagamentos, previdência, recebimentos e seguros.

Índice de Basileia ==   O  Sicredi apresenta o Índice Basileia (IB) em 22,5% (dados e dezembro/2018), uma situação patrimonial bastante confortável, bem acima do estipulado pelo Banco Central que gira em torno de 9,25%. O IB estabelece uma exigência mínima de capital para as instituições financeiras, válida internacionalmente, por meio de uma análise gerencial que compara o patrimônio de referência de todas as entidades do Sistema com os riscos de suas atividades.   Criado na Suíça em 1988, pelo  Comitê de Supervisão Bancária da Basileia,  órgão ligado ao Banco de Compensações Internacionais (BIS), tem como função  promover a cooperação internacional entre os bancos centrais e agências reguladoras, visando um sistema financeiro global estável.


Números Gerais Sicredi  (fevereiro 2019):

4  milhões de associados
1.686  agências em 21 estados brasileiros
115 cooperativas de crédito – 5 centrais
25 mil colaboradores em 1.263 cidades
Mais de 300 soluções financeiras
Modelo sustentável R$ 96,8 bilhões em ativos
R$ 14,9  bilhões em patrimônio líquido
R$ 60,6  bilhões em depósitos totais
R$ 54,5  bilhões em operações de crédito total
Resultado Líquido de R$ 2,5 milhões  em 2018
Ratings da Fitch e da Moody’s atribuídos ao Banco Cooperativo
Em 201 cidades é a única instituição financeira cooperativa


Com a entrega do novo espaço na Distrital da ACSP-Mooca, a Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP passa a contar com 29 pontos de atendimento abertos na grande São Paulo (Capital e ABCD).

Espaços Sicredi ACSP:

  • Distrital Sudeste/V.Mariana: Rua Afonso Celso, 1959 – V.Mariana – (11) 3180.3271
  • Distrital Pinheiros: Rua Simão Alvares, 517 – (11) 3180.3637
  • Distrital Penha: Rua Gabriela Mistral, 191 – (11) 3180.3012
  • Distrital Centro / Liberdade: Rua Galvão Bueno, 83 – (11) 3180.3580
  • Distrital Ipiranga: Rua Benjamin Jafet, 95 – (11) 3180.3246
  • Distrital Mooca: Rua Madre de Deus, 222 – Mooca – (11) 3180.3092

Sicredi – SP:

Escritório Regional-SP:  Av.Paulista, 807 – Bela Vista – (11) 28905300

Paulista – Av. Paulista, 923 – Bela Vista – (11) 3053-4200
Faria Lima –  Av. Brigadeiro Faria Lima, 3311 – Itaim Bibi – (11) 3790-5000
Berrini – Av. Eng. Luiz Carlos Berrini, 853 – Cidade Monções – (11) 3137-1300
Rebouças – Av. Rebouças, 2023 – Pinheiros – (11) 2930-8200
ACSP/Centro – Rua Boa Vista, 51 – Centro – (11) 3101-4821 / 3101-4899
Campo Belo – Av. Vereador Jose Diniz, 3580 – Santo Amaro – (11) 3143-0000
FETCOOP/V.Maria– R. Orlando Monteiro, 21- V.Maria – (11) 3137.0800
Lapa – Rua Barão de Jundiai, 337 – Lapa – (11) 2892-2155
Mooca –  Av. Paes de Barros, 1845 – Mooca – (11) 2021-2147/2021-1909
Santana – Rua Voluntários da Pátria, 1540 – Santana – (11) 2984-2900
Santo Amaro – Av. Adolfo Pinheiro, 2041 – Santo Amaro – (11) 2592-6446
Tatuapé – Pç. Silvio Romero, 66-68 – Cidade Mãe do Céu – (11) 2890-4600
Vila Maria – Av. Guilherme Cotching, 985 – Vila Maria – (11) 2930-8250

Sicredi – ABCD:

Diadema – Av. Encarnação, 530 – Piraporinha – (11) 4061-4300 / 4056-4664
Diadema  – ACE DIADEMA – R. das Turmalinas, 98 –  Centro – (11) 4057-1553
Mauá  – Av. Barão de Mauá, 1473 – Jardim Maringá – (11) 4547-6200
Mauá – ACIAM – Rua Guido Monteggia, 151 – Centro – (11) 4541-3089
Ribeirão Pires  – R. Stella Bruna Cecchi Nardelli, 48 – Centro – (11) 4822-8100
Santo André  – Av. Gilda, 120 – Vila Gilda – (11) 4422-7575
S.Bernardo do Campo – Rua Harmonia, 116 – Rudge Ramos – (11) 4366-2400
S.Bernardo do Campo –R.  Imperador, 14 –Nova Petropolis– (11) 4122-6400
São Caetano do Sul  – Av. Goiás, 1685 – Santo Antonio – (11) 4223-4300

Mais informações   www.sicredi.com.br


Sobre a ACSP === A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 124 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.


MAIS FOTOS DA SOLENIDADE NA FANPAGE DO DiárioZonaNorteclique aqui.


=== <<<Com apoio de informações/fonte: Assessorias de Imprensa da Associação Comercial de São Paulo e da Sicredi >> == DiárioZonaNorte é o único veículo jornalístico que reconhece e dá crédito aos profissionais de Assessoria de Imprensa / Relações Públicas / Agências —que muito trabalham nos bastidores da notícia >>>


Center Norte Youtube

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora