da Redação DiárioZonaNorte ===

Ah…. equilíbrio. Para os japoneses ele é essencial. Na cultura japonesa ele está intimamente ligado ao número cinco. Em uma refeição, por exemplo, cinco são os elementos que devem estar em perfeita harmonia: sabor, técnica, temperatura, quantidade e respeito pelo alimento. Como são cinco os sabores básicos: salgado, doce, amargo,  azedo e o umami. Conhecido como o quinto gosto, o umami causa uma  sensação de densidade e profundidade ao paladar.

Assim é a cozinha apresentada pelo Restaurante Nōsu, densa e profunda. Artesanal, onde cada bocado conduz a descoberta de prazeres sensoriais, proporcionando uma imensurável alegria.

Arquitetura Impactante === Nōsu quer dizer “sentido norte”.  Sua arquitetura é impactante e surpreendente, elevando o restaurante ao patamar de um dos mais bonitos do Brasil. Tirando partido do pé direito altíssimo, o arquiteto Otávio de Sanctis, usou cerca de 6 mil hastes de bambus do tipo imperial entrelaçadas, criando a ilusão de um acolhedor ninho de pássaros.

Na cultura japonesa, o bambu é uma planta nobre e símbolo da multiplicação e da generosidade. O Japão tem florestas imensas de bambu, onde acredita-se que seu tronco oco sirva de morada aos deuses.  Um balcão nos fundos acompanha a estação de trabalho dos sushimen e oferece uma bela vista do salão. O uso de granito bruto e o projeto de iluminação completam a elegância do ambiente.

Cozinha Japonesa com olhar tradicional e pegada contemporânea === A Casa, aberta  em janeiro de 2016,  é uma empreitada dos irmãos restaurateurs  Marcus Vinicius e Marcius Temperani em sociedade com Ricardo Marques, que viram a oportunidade de trazer para a Zona Norte uma cozinha japonesa com olhar tradicional e uma pegada contemporânea, servida a la carte.  Deu tão certo, que hoje o Restaurante Nōsu recebe pessoas de todos os cantos da cidade sendo parada obrigatória para os turistas e é ranqueado pelo TripAdvisor como o restaurante número um de São Paulo.

O cardápio leva a assinatura do chef consultor Regis Hideki Shiguematsu, com passagens pelo Nakka,  Butoh e Kinoshita. Na equipe, os também talentosos chefs Maurício Sadao Nakatubo e Odair Pereira dos Santos, com o auxílio de  Clayton Portella e Francisco Silveira. No salão, que acomoda confortavelmente 80 pessoas, uma equipe competente e atenciosa, dá o tom.

Banquete Imperial  === O Nōsu tem como marca ingredientes nobres e fresquíssimos, que são valorizados em toda sua essência e de apresentação impecável, resultando em um mar de aromas e sabores. A nossa degustação teve início com as entradas. Carpaccio de Robalo com cebolinha e pimenta coreana, carpaccio de salmão com raspas de limão siciliano e o  tenro carpaccio de polvo. A crocância e o sabor do Shissô Tempurá Spicy Tuna com Ovas Black e gema de codorna, foi uma experiência inesquecível.

Para os vegetarianos, uma saborosa edaname (vagens de soja)  com azeite trufado e flor de sal. Aliás, se você é vegetariano, o chef Regis criou um Combinado Veggie, composto por  Edamame, sunomono,  missoshiro com shitake, sushi veggie, entre outras delícias.

Sushis tradicionais e contemporâneos === Além dos 25 tipos de  sushis tradicionais onde imperam o atum e o salmão,  brilham no cardápio sushis como de buri, olho-de-boi e peixe-serra, sempre levando em conta a  sazonalidade dos produtos. Os preços variam entre R$ 21 a R$ 40 (a dupla).

Para o cardápio de  sushis “contemporâneos”, o chef criou 25 variedades, com preços que vão de  R$ 27 a R$ 40 (a dupla).  Destaque para o  incrível  sushi de salmão defumado no banchá e pasta de umé, o delicado Ball King Crab Avocado – feito com a carne do caranguejo King Crab,  o rei dos mares pelo seu sabor sensacional ou ainda, os delicados sushis de vieiras do Alasca ou de uni (ouriço-do-mar), que oferecem uma explosão de sabor.  Além dos crus, alguns sushis  são maçaricados,  dando outra dimensão ao sabor.  Algumas preparações trazem azeite trufado e foie gras, na dose certa sem tirar o protagonismo dos peixes.

Iguarias no Cardápio === Outro mérito do Restaurante  Nōsu é incluir periodicamente em seu cardápio iguarias como  o  raro Bluefin Toro. Chamado de hon magurô no Japão, ele é  considerado o rei dos atuns, sendo um dos maiores peixes do mundo, pesando em média 250 quilos.  Originário dos mares da Espanha, ele  é disputadíssimo em leilões onde participam pessoas do mundo todo. Com um sabor peculiar e adocicado, carne muito macia e textura lisa, a melhor forma de consumi-lo  é cru, como sashimi.  O corte é chamado de toro – derivado da palavra japonesa toro-keru, que significa “derreter”.

Comida Japonesa para os não iniciados === Para os não iniciados na gastronomia japonesa, o Nōsu, oferece um verdadeiro banquete de pratos quentes. Como o exclusivíssimo Black Cod. Da família do bacalhau é um peixe originário do Alasca que além de saboroso tem uma textura única.  O prato chega a mesa grelhado no  missô e servido com  oniguiri, o bolinho de arroz japonês.

Outra joia do cardápio é o atum selado, acompanhado de purê de cenoura, farofa de castanhas e salada de brotos de beterraba e rabanete.  Para quem não vive sem carne, a pedida é o  Beef Shogayak –  preparado com filé-mignon grelhado à base de missô, saquê e gengibre, também servido com oniguiri.

O Guioza, uma massa extremamente fina e recheada com carne bovina, podendo ser  cozido no vapor ou frito, derrete na boca e surpreende pelo sabor. O tempurá de camarões gigantescos,  chega a mesa crocante,  vem com duas unidades da fritura bem sequinha, acompanhadas do saboroso molho  tentsuyu.

As robatas são um espetáculo à parte. De uma grelha especial saem suculentos espetos como o  robata de shimeji com bacon, robata de vieira com salmão e molho ponzu. Para os vegetarianos, robatas de brócolis ou de queijo coalho.

Seleção de Saquês === Para acompanhar, uma adega com uma seleção de  saquês de respeito  e uma boa carta de vinhos com opções de garrafa de tintos, brancos, espumantes e champagne,  além de alguns drinques bacanas.

Combinados servidos no almoço a preços convidativos === No almoço de 3ª. a 6ª. feira, a casa oferece três opções de combinados, com preços atraentes:

NŌSU 1:  1 Tártaro de Salmão, 1 Temaki Salmão, 2 Sashimi de Salmão, 2 Sashimis de Peixe da Estação, 1 Sushi de Atum, 1 Sushi de Peixe Branco, 1 Sushi de Salmão Trufado, 1 Sushi de Salmão Maçaricado, 4 Baterias e 1 Brigadeiro de Colher.  R$ 67,00

NŌSU 2:  1 Tártaro de Salmão, 1 Temaki de Salmão, 2 Sashimi de Atum, 2 Sashimi de Salmão, 2 Sashimi de Peixe da Estação, 1 Sushi de Barriga de Salmão Maçaricado, 1 Sushi de Salmão Trufado, 1 Sushi de Atum, 1 Dyo de Ovo de Codorna, 4 Baterá, 1 Peixe Grelhado e 1 Brigadeiro de Colher. R$ 87,00

NŌSU 3:   1 Tártaro de Salmão, 1 Temaki de Atum, 2 Sashimi de Atum, 2 Sashimi de Salmão, 2 Sashimi de Peixe da Estação, 1 Sushi de Atum Maçaricado, 1 Sushi de Barriga de Salmão Maçaricado, 1 Sushi de Salmão Trufado, 1 Sushi de Vieira Trufado, 1 Sushi de Peixe da Estação, 1 Sushi de Lula Trufada, 1 Sushi de Atum Foie Gras, 1 Dyo de Ovo de Codorna, 4 Baterias, 1 Peixe Grelhado e 1 Brigadeiro de Colher. R$ 114,00

Sobremesas === E para adoçar a vida, encerre a refeição com  o saboroso cheesecake de Tofu com Calda de frutas Vermelhas ou o sensacional Creme Brulée de Doce de Leite ou ainda um delicado brownie com gelatto artesanal de wasabi ou gengibre.


O DiárioZonaNorte visitou o Restaurante Nōsu a convite da Anagrama Eventos.


Serviço:
Restaurante Nōsu
🎯 Rua Maria Curupaiti, 414 – Santana – São Paulo – SP
☎ (11) 2283-5822 e 2283-4107 (Reservas)
🌐 www.nosu.com.br

  • 🎉Salão privativo para eventos com capacidade para 10 pessoas
  • ⏰ 3a. a 5a. feira – Almoço das 12h às 15h e Jantar das 19h às 23h
  • ⏰6a. a Sábado – Almoço das 12h às 15h e Jantar das 19h às 23h30
  • ⏰ Domingo – Almoço das 12h às 15h30 e Jantar das 19h às 22h30

Crédito fotos cardápio: Sidney Amora

 

CenterNorte Institucional Maio2019

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora