Início Cultura Sermão dos magos e dos pastores

Sermão dos magos e dos pastores

magos
Tempo de Leitura: 2 minutos

magos

por Toninho Macedo  (*) / Reflexões – 7

Neste momento, por conveniência, ouso parafrasear uma passagem do Evangelho: A luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas, porque as suas índoles eram más.
Aqueles que praticam o mal, odeiam a luz, e não têm como se aproximar da mesma.

Suas obras os condenam…

A visão de tantos antecessores nossos sobre o momento em que viveram, soa, quando revisitados, como que antevisões deste nosso momento presente.

Assim é que este trânsito entre as idéias do Pe. Antônio Vieira retomadas por Luiz Caramaschi, nos parece reflexo deste nosso tempo (1)

Convido todos a atentarem nas “entrelinhas” deste lindo texto revisitado.

Sermão dos magos e dos pastores

“Porque nós vimos a sua estrela no Oriente:
E viemos a adorá-lo”.
Mt 2,2

“Os magos viram a Estrela, e do oriente vieram a adorar a Cristo;
e os magos eram sábios.

Os pastores rústicos viram os Anjos, e os ouviram, e neles creram;
e os pastores eram simples.

Herodes, e toda a Jerusalém com ele, em ouvindo o oráculo dos magos, turbou-se;
e Herodes como cabeça, e Jerusalém como corpo,
tudo era mediocridade jactanciosa e vazia.

E como é próprio do vazio atrair o vazio, pela lei da atração dos semelhantes,
ou porque só entre iguais há compreensão,
então porque Herodes é ninguém,
‘ninguéns’ deverão ser todos os que o veneram
e os que com ele se turbam“(*).

*(Turbar- causar ou sofrer perturbação, desequilíbrio, alteração da ordem.)

(1) – Luiz Caramaschi foi um grande admirador, para não dizer discípulo, do Padre Antonio Vieira. … Não é de se admirar, pois, que os seus primeiros escritos tenham sido em forma de sermões.

Antônio Vieira (Lisboa, fevereiro de 1608 – Bahia, junho de 1697). Jesuíta, foi escritor e orador. Um dos mais influentes personagens do século XVII em termos de política, destacou-se como missionário em terras brasileiras, por Fernando Pessoa “Imperador da língua portuguesa”.


(*) Toninho Macedo — Por trás do conhecido Toninho Macedo, há o cidadão Antonio Teixeira de Macedo Neto, que conduziu grandes festivais de cultura e de folclore culminando no maior Festival de Cultura Paulista Tradicional, o “Revelando São Paulo – criado em 1996 –, por seis edições memoráveis na Zona Norte (Vila Guilherme, em 2010 a 2014 e 2017/2018), além do interior e litoral. Nele há também muita experiência e inteligência, que vem da graduação em Licenciatura Plenas em Letras Neo-Latinas (1972) e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo-USP (2004). Atualmente é diretor cultural e artístico da Abaçai Cultura e Arte, além de gerir Museu da Inclusão e a Fazenda São Bernardo, fundada em 1881 em Rafard (interior de São Paulo), onde Tarsila do Amaral nasceu e passou a infância — saiba mais clicando aqui


Comentários e sugestões: redacao@diariozonanorte.com.br


Nota da Redação: O artigo acima é totalmente da responsabilidade do autor, com suas críticas e opiniões, que podem não ser da concordância do jornal e de seus diretores.


magos magos magos

d