Início Região Optcha ! Bairro de Santana, na Zona Norte, recebe a festa...

Optcha ! Bairro de Santana, na Zona Norte, recebe a festa Ciganos Cidadãos do Mundo

Tempo de Leitura: 5 minutos

 

  • Evento reúne a cultura do povo cigano, com muita música, dança, comidas, oráculos e o tradicional baile cigano, homenageando também Santa Sara Kali

São Paulo, mais especificamente o CASSASP –  Clube Associativo dos Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica de São Paulo – no bairro de Santana, recebe em 21 de maio em comemoração ao Dia Nacional dos Ciganos (24/05) a festa Ciganos Cidadãos do Mundo, uma celebração de sua cultura através da dança, da música, da gastronomia e dos tradicionais oráculos.

A festa pretende trazer a alegria de volta, após este triste período de isolamento social causado pela pandemia. “Este retorno, com gente, para rever os amigos e matar a sede e a vontade de dançar, cantar, de festejar, é um momento de celebração e agradecimento à Santa Sara por estarmos vivos”, afirma a produtora cultural Luciana Carvalho de Mattos, carinhosamente chamada de Luciana Dara, que descobriu suas raízes ciganas muito tempo depois por causa do medo do preconceito.

ciganos
Luciana Dara, idealizadora do evento Ciganos Cidadãos do Mundo

Seus bisavós, o alemão Otto e sua esposa, de origem francesa, chegaram ao Brasil em 1914, fugidos da perseguição que já acontecia antes mesmo da primeira guerra. Otto se estabeleceu no Brasil como serralheiro, fazendo portões artesanais para as famílias mais abastadas, e aqui formou uma grande família.

“Eu sou de origem alemã, minha avó casou-se com um português cigano. Minha mãe não é cigana, meu pai, já falecido, foi quem viveu nossa cultura comigo. Após a separação dos meus pais, fui criada pela minha avó paterna que me transmitiu os ensinamentos e simpatias ciganas. Sou cartomante, quiromante, além de ser produtora cultural, e desde 2006 faço festas ligadas à minha cultura, até em quadras de escolas de samba”, conta Luciana Dara.

Ciganos pelo Mundo

Previsto para ser um evento com 25 atrações, por causa do grande número de inscrições, trará mais de 40, entre apresentações de danças, de música, atrações circenses, além de expositores de artesanato, a tradição dos oráculos, com cartomancia, quiromancia, leitura de borra de café – e o lançamento do livro Oráculo da Borra de Café – A Antiga Arte da Cafeomancia, de Maicon Oliver –,  baralho cigano, ampliando também para os búzios e a mesa quântica, palestras, workshops,   e praça de alimentação, culminado com uma grande baile, bem ao estilo cigano.

Ciganos pelo Mundo é uma festa inclusiva que reúne todas as culturas e clãs ciganos e aberta a todos, especialmente, aos “ciganos de alma e coração”, os simpatizantes da cultura. “Quando está triste, o povo cigano não chora, mas canta e dança para espantar a tristeza. É essa alegria que levamos. Temos relatos de casos de gente que alcança a cura através da dança cigana. Tudo isso faz parte da festa!”, diz Luciana.

Música e dança

Como sempre em festas ciganas, apresentações musicais são destaques, especialmente o baile que fecha o evento, com quatro atrações: Roberto Petrovich, cantor de família tradicional cigana, com repertório de sucessos ciganos; Franco Rossignoli, conhecido como El Floritto, com músicas latinas, rumba, cumbia, salsa, flamenco – estilos preferidos dos ciganos; Banda Zapaderin, fundada no ano de 2018 com repertório de músicas em homenagem a cultura cigana, covers e também músicas autorais.

Para finalizar,  Dino Guterres e Trupe – os ciganos da novela Além da Ilusão, em cartaz na TV Globo – com canções tradicionais e músicas conhecidas, como as composições de Gipsy  King e Chico & the Gypsies. O baile promete!

Saphyra Wilson, referência mundial da dança cigana e profissional com uma vida inteira dedicada às danças étnicas, cigana, oriental e indiana, é destaque na programação de dança, que traz ainda a Cia Aysla Martins, a Caravana do Sol, liderada por Esmeralda Morais, também escola de importância e presente em vários eventos.

A festa continua com a dançarina Sonia Aliha e Asmarany Hasnah, professora de danças diversas com destaque para a dança árabe.

Workshops

Os workshops serão ministrados por Saphyra Wilson; Lu Ynaiah Peicev, ativista pelos direitos dos ciganos, coordenadora do movimento Roda Cigana – iniciativa que atendeu e ajudou ciganos de acampamento de todo o Brasil durante a pandemia e será homenageada no evento –, que falará sobre direitos humanos e ciganos.

Participam também Sonia Aliha, dançarina e professora  de dança do ventre e cigana artística;  a dançarina e professora e coreógrafa Aysla Martins, que acredita na dança como uma caminho de cura;  Esmeralda Morais, jornalista, coreografa e professora de dança cigana; e  a dançarina Sandra Rosa Ruiz.

Gastronomia

Festeiros, e alegres por natureza, os ciganos gostam muito de carnes assadas, assados em geral, e o público poderá experimentar delícias de sua variada culinária típica, acompanhadas por um bom chopp de vinho.

O local escolhido já recebe festas ciganas temáticas e tradicionais, como casamentos e eventos como a Festa Cigana, e ganha ainda um altar onde será celebrada uma Slava,  homenagem à padroeira cigana Santa Sara Kali, em agradecimento por nossas conquistas, cujo dia é comemorado também em 24 de maio.

Apoio da Casa Shiva

A festa Ciganos Cidadãos do Mundo tem o apoio da Casa Shiva, que também é um dos pontos de vendas dos ingressos para o evento.   Localizada na Rua Coronel Jordão, 296 ,  Vila Guilherme – Zona Norte de São Paulo – telefone: (11) 2901.7036 – site: www.casashiva.com.br 

ciganos
crédito da foto: Dimas Cardoso

A loja é comandada pelo Betô – Embaixador  do Povo Cigano na Zona Norte de São Paulo e por sua esposa Lu.

A Casa Shiva  trás para o dia dia das pessoas o  Gypsy Style,  que une elementos da cultura cigana a moda contemporânea, abusando das cores e tecidos.  Peças como saias longas e rodadas, corselets, lenços coloridos, acessórios vibrantes.

Santuarium Cultural

Ciganos Cidadãos do Mundo é uma realização da Santuarium Cultural de Luciana Dara que desde 2006, organiza eventos da cultura cigana e de povos tradicionais através de festas, encontros culturais, workshops, feiras e eventos culturais em todo Estado de São Paulo.

Entre eles, destacam-se o Encontro da Cultura Cigana de Itanhaém e Festival da Diversidade Cultural, com 11 e 8 edições, respectivamente, luais à beira mar, Rancho Cigano no Memorial da América Latina e participação desde 2011 no festival Revelando São Paulo e em outros na Baixada Santista, ligados ao setor cultural de gêneros e etnias.

CIGANOS CIDADÃOS DO MUNDO
  • Data: 21 de maio, sábado, das 12h às 2h
  • Local: CASSASP – Clube Associativo dos Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica de      São Paulo
  • Endereço: Rua Tenente Rocha, 387 – Santana – SP  (altura do número 2038 da
    Av. Braz Leme –  entrar a direita na Rua Heliodora seguir até o fim da Rua e , estará na Portaria do Clube)
  • Ingressos: R$ 30 (antecipados, até 15 de maio) e R$ 35 (no dia)
  • www.sympla.com.br/evento/ciganos-cidadaos-do-mundo/1528899
  • Ou nas lojas credenciadas: @casashiva @boutiquecigana @casadocigano – pagamento através de PIX: santuariumcultural@gmail.com
  • Caso o pagamento do ingresso seja feito por PIX, levar o comprovante.
  • Obs.: Como a festa tem a duração de 12 h, o público poderá sair e voltar ao evento, se necessário.
  • O evento segue os protocolos de segurança, como a apresentação do passaporte vacinal e uso de máscaras.

<com apoio de informações Vicente Negrão Assessoria – jornalista Alisson Schafaschek>

d