Início Destaque Nhoque da sorte: contamos a lenda e damos a receita da massa...

Nhoque da sorte: contamos a lenda e damos a receita da massa e do molho

Tempo de Leitura: 4 minutos

.

da Redação DiárioZonaNorte
  • contamos a história do nhoque da sorte
  • ensinamos a preparar o nhoque e um molho de tomate rústico 

Reza a lenda que no dia 29 de dezembro, São Pantaleão – trajado de mendigo, andava por uma pequena vila na Itália.  Sentindo-se com fome, bateu à porta de uma humilde casa e pediu comida.  Os moradores, um casal já idoso, o recebeu e o convidou para o jantar o  pouco de comida que tinham:  gnocco , uma massa preparada com batatas e farinha, modelada em pequenos pedaços.  Foram sete  gnocchi  (plural de gnocco) para cada uma das pessoas sentadas à mesa.

São Pantaleão comeu, agradeceu a bondade dos moradores e foi embora.  Quando o casal foi retirar os pratos usados na refeição, encontraram moedas de ouro em baixo deles. Nascia assim, a lenda do nhoque da sorte.

Simpatia

Desde então, acredita-se que comer  gnocco no dia 29 do mês traz fortuna. Para dar certo, tem todo um ritual. Você coloca uma moeda ou uma nota de qualquer valor (alguns colocam um dólar ou um euro – moedas mais fortes que o real) embaixo do prato onde o nhoque será servido.

De pé, come-se   sete  gnocchi  – fazendo um pedido diferente para cada um deles. Para o pedido se concretizar o dinheiro deve ficar guardado até o dia 29 do mês seguinte.

A história do Gnocco

Originário do Norte da Itália, os primeiros registros do gnocco ou nhoque (em português) são da Idade Média. Suas primeiras versões eram preparadas com várias farinhas diferentes: de trigo, arroz ou milho. A forma como o conhecemos hoje, teve início com com a chegada da batata na Itália – lá no século XVI.

Receita do Nhoque da Sorte
  • 1 quilo de batatas do tipo Asterix (de casca rosa) 
  • 1/2  xícara de farinha de trigo (75 gramas) 
  • 1/2 xícara de amido de milho (75 gramas)
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 1 ovo 
  •  1/2 colher de noz moscada ralada
Modo de fazer:

Lave as batatas com a casca.  Coloque em uma panela (com a casca – assim absorvem menos água) e cubra com água fria.  Leve ao fogo por cerca de 20 minutos (ou até ficarem macias ao espetar um garfo).

Escorra, tire as cascas e passe-as ainda quentes por um espremedor.   Espere esfriar totalmente.  Só depois de frias, você acrescenta o ovo e a farinha de trigo e o amido de milho e a noz moscada. Misture com uma colher primeiro e depois, em uma bancada com um pouco de farinha, molde cordões e corte em pedaços pequenos – formando os nhoques.

nhoque da sorte
Faça cordões com a massa e corte em pedaços.

O pulo do gato é só misturar as farinhas e o ovo, com a batata espremida totalmente fria. Desta forma,  o nhoque fica muito leve.

Leve uma panela ao fogo com 4 litros de água e sal (cerca de uma colher de sobremesa). Ferveu, coloque os nhoques aos poucos, com cuidado, para que não percam a forma.  Assim que subirem a superfície da panela, retire-os com uma escumadeira e coloque-os em um refratário com o fundo coberto com molho.

Você pode variar a receita, substituindo a batata  por mandioquinha (batata baroa em alguns lugares do Brasil), lembrando de cozinhá-la com casca, espremer ainda quente e só depois, misturar as farinhas.

Ficha técnica:

⏰  Tempo de preparação: hora e 20 minutos
🍽  4 porções
🍝  290 kcal por porção – usando molho ao sugo 
Molho

Você pode servir com o molho de sua preferência.  Deixamos aqui, a receita do  molho rústico de tomates, que usamos aqui em casa.  Ele é  super saboroso e vai bem com qualquer massa.

nhoque da sorte
Molho rústico de tomates.
Ingredientes
  • Meia xícara de azeite de oliva Paganini
  • 3 dentes de alho picados
  • 2 cebolas grandes picadas
  • 2 latas de tomates italianos  cubetti da  Paganini (são suaves e muito gostosos)
  • Meia xícara de folhas de  manjericão fresco
  • Sal
  • Pimenta do reino
  • Tomilho fresco
  • Manteiga
  • Louro fresco
  • Orégano

Em uma panela ou frigideira de borda alta  (de preferência de fundo grosso – assim o molho não queima), você coloca o azeite de oliva e a cebola. Mexa enquanto refoga. Quando murchar um pouco, acrescente o alho e continue mexendo com uma colher de silicone.

nhoque da sorte
Linha de azeites da Paganini.

Acrescente os tomates em cubetti (cubos pequenos – que garantem suculência ao molho), o manjericão, sal, pimenta do reino, tomilho, louro fresco e o óregano. Mexa bem, fogo baixo. Deixe apurar um pouco, cuidando para que não seque.  Como dizia o mestre Silvio Lancelotti, você sabe quando está pronto pelo aroma.

Desligue o fogo e acrescente a manteiga. Mexa bem e só então, acerte o sal.

Buon appetito!

Serviço:

📍 Casa Flora
Rua Santa Rosa, 207 – Loja
Brás, São Paulo/SP
Telefone: 11 2842-5199
Segunda à Sexta-Feira, das 8 às 17 horas
Aos sábados das 8 às 13 horas.

Acesse o catálogo completo em  www.loja.casaflora.com.br/.                                   Casa Flora Importadora e Distribuidora | www.casaflora.com.br.                                  E-mail: atendimento@casaflora.com.br                    Instagram: @casafloraimportadora

d