Início Destaque Hábitos, desejos e anseios: a residência ainda é o lugar favorito...

Hábitos, desejos e anseios: a residência ainda é o lugar favorito dos brasileiros

casa própria
Tempo de Leitura: 3 minutos

casa própria

  • Pesquisa: brasileiros colocam casa própria acima de religião, filhos e casamento
  • É Moradia, o maior estudo sobre moradia do país, realizado com o Datafolha
  • Informações sobre os hábitos,  desejos e anseios da população em relação à casa

No Brasil, ter a casa própria é um sonho para 87% da população. A afirmação faz parte dos resultados do Censo QuintoAndar de Moradia, que ouviu mais de 3 mil brasileiros de todas as regiões do país.

O estudo, a maior pesquisa sobre o morar no país, foi realizado em parceria com o Instituto Datafolha e revela a importância para o brasileiro de ter uma casa quitada em seu nome.

Em uma escala de 0 a 10, a nota média dada para a importância da casa própria ficou em 9.7 – a mesma da profissão. A estabilidade financeira teve uma nota média de 9.6. Depois aparecem família (9.4), plano de saúde (9.2), religião (9), negócio próprio (8.8), carro (8.5), filhos (7.9) e casar (6.9). E para 95% das pessoas, a casa é o seu local favorito e é onde 76% passam a maior parte do tempo.

A pesquisa também mostra que 62% dos imóveis no Brasil estão quitados e 8%, financiados, com 27% das pessoas morando de aluguel. Ou seja, 7 em cada 10 brasileiros moram em casas próprias.

A maior parcela da população com  imóveis quitados do Brasil está localizada na região Norte (76%), seguida de Nordeste (73%), Sul (72%), Sudeste (67%) e Centro-oeste (65%), sendo que quase a metade deles tem mais de 20 anos de construção (45%) e outros 23% até 10 anos.

Além disso, 88% das pessoas moram em casas – 75% em ruas abertas e 12% em vilas ou condomínios. Dentre as classes econômicas, as casas também são predominantes, sendo 81% nas classes AB, 87% na C e 94% nas D e E.

Ao avaliar a configuração mais comum dos imóveis, o Censo QuintoAndar de Moradia identificou que, em média, as residências possuem dois quartos (47%) e um banheiro (65%).

Por outro lado,  56% dispõem de garagem e 53% de varanda. Apenas 4% dos entrevistados afirmaram ter espaços para home office, demanda crescente em meio à pandemia, principalmente entre as classes mais altas.

De acordo com a pesquisa, 54% das pessoas já fizeram reformas em sua residência, sendo 28% por motivos estéticos e 12% por motivos estruturais. Também foi identificado que o tamanho da casa não é de conhecimento da maioria dos brasileiros. Porém, dentre os que sabem estimar, a maioria afirma que o imóvel tem entre 50m² e 100m².

Brasileiros estão satisfeitos com seus imóveis e valorizam  itens básicos

Em uma escala de 0 a 10, os entrevistados no Censo QuintoAndar de Moradia deram uma nota 8,2 de satisfação para os lares, sendo que a média aumenta de acordo com a renda – 8 foi a nota dada por quem ganha até dois salários mínimos mensais e 8,7 por aqueles que recebem mais de 10 salários.

No Brasil, 85% das pessoas dividem o imóvel com outras pessoas

Segundo o Censo, 85% dos entrevistados dizem morar com alguém, sendo que 37% vivem com os filhos, 23% com o cônjuge e 10% com pai e mãe.

Os animais também são uma companhia para 61% das pessoas, sendo que 47% possuem cachorros, 22%, gatos, 5%, pássaros e 6%, outros pets.

Já dentre as pessoas que moram sozinhas, 37% têm mais de 60 anos, 27% são aposentadas e 16% possuem algum tipo de deficiência.

Quarto é o cômodo preferido de 42% da população

Devido ao isolamento social, nos últimos anos a casa virou o local onde as pessoas mais têm passado o tempo, sendo natural que alguns de seus cantos ganhem mais relevância, assim como a criação de novos hábitos. Segundo o Censo QuintoAndar de Moradia, o quarto é o cômodo mais querido dentre a população (42%), seguido pela sala (26%) e pela cozinha (9%).

Dentre os hábitos em casa que ganharam mais frequência desde o início da pandemia, estão: orações (64%), tarefas domésticas (60%), cozinhar (56%) e ouvir música (56%) – sendo que cozinhar já era uma atividade frequente para 81% da população, assim como cuidar de plantas (69%) e receber amigos (76%).


Confira o levantamento completo – Pesquisa na íntegra: clique aqui


Sobre o QuintoAndar == É uma startup brasileira de tecnologia focada no aluguel e com o modelo de negócios na venda de imóveis, fundada no início de 2013. Na modalidade aluguel, a companhia administra o pagamento de aluguel ao proprietário, dispensando inquilino de apresentar fiador, seguro fiança ou depósito caução. A empresa garante que o sistema é mais seguro para o proprietário e mais simples para o inquilino. A empresa elimina o uso de cartórios ao usar assinatura digital. A companhia tem atualmente mais de 150 mil contratos e R$ 80 bilhões em ativos sob administração e opera em mais de 50 cidades no Brasil, além da Argentina, Equador, Panamá, Peru e México. 


<< Com apoio de informações/fonte: Edelman SP Comunicação/Bruna Oliveira >>

d