Início Cultura Grupo lança núcleo de pesquisa sobre o Teatro do Absurdo na América...

Grupo lança núcleo de pesquisa sobre o Teatro do Absurdo na América Latina

Tempo de Leitura: 3 minutos
  • Grupo Pandora de Teatro abre inscrições para o “Núcleo de pesquisa e criação: a reinvenção do absurdo no contexto latino-americano
  • Os encontros gratuitos serão “online” com duração de três meses
  • A formação envolve estudos teóricos, experimentação cênica/audiovisual, encontros com convidados e leituras dramáticas.

O Grupo Pandora de Teatro recebe inscrições, de 07 de agosto à 03 de setembro de 2021, para o “Núcleo de pesquisa e criação: a reinvenção do absurdo no contexto latino americano”, que propõe refletir sobre  como o Teatro do Absurdo se ressignificou na América Latina em conjunção com a realidade sócio-política e a repressão ditatorial.

“É como se as questões abordadas pelos dramaturgos do teatro do absurdo na Europa, em 1950 e 60, estivessem em novo endereço, com outra roupagem, refletindo sobre novos incômodos. Mas, a sensação de solidão e incompreensão continuava nesse lado do mundo, atônito diante dos desastres, guerras, assimetrias sociais, restrições à liberdade, preconceitos, violências contra minorias e ações coercitivas do Estado”. afirma Lucas Vitorino, diretor e dramaturgo do Grupo Pandora de Teatro. 

As bases

A partir dessa compreensão da forma como os vestígios do Teatro do Absurdo reverberam na criação dramatúrgica latino-americana e dos pontos atribuídos a essa convenção, o Grupo Pandora de Teatro selecionou dramaturgias da Argentina, Chile, Colômbia, Cuba, México, Venezuela e do Brasil, para serem estudadas durante este núcleo de pesquisa e criação.

As bases de estudo do Núcleo serão obras de: Griselda Gambaro, Jorge Díaz, Maruxa Vilalta, Rodolfo Santana, Santiago García, Virgílio Piñera, entre outras.

O Núcleo contará também com a presença de Carol Pitzer (dramaturga e professora do curso de Dramaturgia da SP Escola de Teatro) e Gil Vicente Tavares (professor da Escola de Teatro da UFBA e autor de “A herança do Absurdo”) que irão aprofundar teoricamente os estudos sobre dramaturgia absurdista, tendo como um dos pontos de partida o autor Martin Esslin.

O período

Os encontros acontecerão de 11 de setembro a 30 de novembro de 2021, às 3as. feiras e sábados das 10:00 às 12:00. O público-alvo são integrantes de coletivos artísticos, estudantes, pesquisadores e interessados no fazer teatral, com idade acima de 16 anos. Os participantes receberão ajuda de custo durante toda a realização do Núcleo. As inscrições serão realizadas por meio de formulário virtual e carta de interesse pois as vagas são limitadas.

O Grupo

O Grupo Pandora de Teatro é formado por Caroline Alves, Filipe Pereira, Lucas Vitorino, Rodolfo Vetore, Thalita Duarte e Wellington Candido,  e está comemorando 17 anos em 2021 de pesquisa continuada, sediados no bairro de Perus em São Paulo,  e também cinco anos do Cine Teatro Pandora – Ocupação Artística Canhoba. 

A ação faz parte do projeto “Estatísticas dos Pássaros” realizado com apoio da 36° Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a cidade de São PauloSecretaria Municipal de Cultura.


SERVIÇO

                                      Núcleo de pesquisa e criação:

                a reinvenção do absurdo no contexto latino-americano

  • Inscrições: De 07 de agosto à 03 de setembro de 2021
  • Meio: formulário virtual e carta de interesse
  • Quantidade de vagas: 30 vagas / Atividade gratuita
  • Link para inscrição: https://forms.gle/ixPSvaxvwJ1QQXKG6
  • Duração:  11/09 a 30/11/2021 – 3as. feiras e sábados das 10 às 12 horas
  • Público-alvo: Integrantes de coletivos artísticos, estudantes, pesquisadores e interessados no fazer teatral acima de 16 anos. Os participantes receberão ajuda de custo (R$100,00 mensais)  durante toda a realização do Núcleo.
  • Informações:  (11) 9.6676.5815
  • E-mail: grupopandoradeteatro@yahoo.com.br
  • Facebook: www.facebook.com/grupopandora.deteatro
  • Instagram: @grupo_pandora_de_teatro

<<Com apoio de informações/fonte: Luciana Gandelini Assessoria de Imprensa >>

d