Início Cotidiano Grande Conselho Municipal do Idoso realiza eleições e elege Cida Souza da...

Grande Conselho Municipal do Idoso realiza eleições e elege Cida Souza da Zona Norte

Tempo de Leitura: 4 minutos

 

  • Participaram 1.232 eleitores a partir dos 60 anos
  • Aconteceram as votações presenciais e virtuais
  • As eleições envolveram cinco macrorregiões da cidade 

O Grande Conselho Municipal do Idoso (CGMI) realizou eleição para escolha dos 45 conselheiros que participam da composição do órgão para o biênio de 2021/2023 — já que o ano passado ficou afetado por causa da pandemia do Covid-19.

O processo eleitoral ocorreu na 6ª feira e no sábado (11 e 12jun2021), de forma virtual, e no sábado, com o voto presencial em 13 postos distribuídos pelas regiões Centro, Norte, Sul, Leste e Oeste da cidade. No presencial foram tomadas todas as medidas de segurança e de saúde.

Participaram 1.232 eleitores, dos quais 964 compareceram aos postos de votação presencial e mais 268 que votaram na modalidade virtual, pelo portal Participe+ da Prefeitura de São Paulo.

Cada macrorregião teve direito a eleger nove representantes, entre efetivos e suplentes. Para votar e concorrer ao GCMI é necessário residir na cidade de São Paulo e ter idade a partir dos 60 anos.

Os votos foram apurados nesta 2ª feira (14jun2021), com acompanhamento ao vivo pelo Youtube da Secretaria Municipal de de Direitos Humanos e Cidadania – SMDHC. 

O resultado na Zona Norte

Na Zona Norte-Nordeste (*), o Centro Esportivo Alfredo Inácio Trindade, mais conhecido como Clubão do Jardim São Paulo, foi o local da votação presencial. Em primeiro lugar ficou colocada a Cida Souza (Maria Aparecida de Souza), que é muita conhecida pela sua importnante atuação através da Rede Social Zona Norte (RSZN). Mas todos os candidatos foram eleitos para o mandato de conselheiros no GCMI Maria Aparecida Cruz de Souza (44 votos); Rosa Lazaro (30 votos); Carvalho (26 votos); Ruth Altamirano (18); Seu Normando (15 votos); Dona Norma (05 votos); Maria Conceição Silva Amaral (4 votos); Egbon mi Conceição Reis d’Ogun (1 voto) e Auta Pereira dos Santos (0 voto). (*) A representação da Zona Norte no GCMI rrepresenta as Subprefeituras com os distritos/bairros do Nordeste (Casa Verde-Cachoeirinha-Limão, Santana-Tucuruvi-Mandaqui, Jaçanã-Tremembé e Vila Maria-Vila Guilherme-Vila Medeiros) e Noroeste (Perus-Anhanguera, Pirituba-São Domingos e Freguesia do Ó-Brasilândia).

Quem é Cida Souza

Maria Aparecida de Souza (Cida Souza), 70 anos, participou pela primeira vez como candidata ao Grande Conselho Municipal do Idoso (GCMI). Ela tem em seu curriculo  o período de 42 anos como Assistente Social e pós-graduação em Adolescentes em Conflito com a Lei. Com sua experiência profissional, Cida acumula participações no 2º setor por 15 anos e no 3º Setor por 4 anos.

Como voluntária, mostrou suas qualidades em entidades (ONGs), por oito anos, com atendimentos à população idosa. E colaborou com a Rede Social Zona Norte (RSZN), desde sua criação, há 11 anos. E ainda participa no Grupo Trabalho 60+. 

Ao “Jornal da 3ª Idade“, da jornalista Hermínia Brandão, a nova conselheira do GCMI, Cida Souza, declarou: ” Espero somar com os demais conselheiros, e juntos, contribuirmos para diminuir as desigualdades de acesso dos idosos às políticas públicas, de direitos, proteção, inclusão, cuidados e valorização dos 60+.  Por uma região mais Amiga do Idoso, espero poder contribuir com a escuta respeitosa, para melhor compreender os anseios de melhorias esperados pela população da Zona Norte“.


Cida Souza

Os resultados das outras regiões

Região Sul ==  Cida do Portela (51 votos); Ana Rosa Costa (51); Ana Millas (41 votos); Rose (33 votos); Franklyn (17); João Cassiano (17); Rai (16); Norma Rangel (16) e Carmen Ponce (13 votos).

Região Leste == Neide Duque (91 votos); José Carlos Cuccio (47 votos); Antônio Santos Almeida (41 votos); Tina (28 votos), Ana Santos Souza Ruiz (24 votos); Dona Socorro (22), Sufia Gonçalves Duarte (18 votos); Wada (16 votos) e Olavo de Almeida Soares (9 votos).

Região Oeste == Maria do Carmo Guido (86 votos); Enaura (39 votos); Joyce Néia (36 votos); Cristina Boa Nova (31 votos); Cris Ondir (25 votos); Rosa Vilares (6 votos); Cacildo Marques (10); Edith Modesto (6 votos) e Chica (5 votos).

Região Centro == Romilda Almeida Correia (48 votos); Niltes Ap. Lopes de Souza (42 votos); Mariano (36); José Wilson Bernardes (35 votos); Amaral (32 votos); Dulce C.V. Meira (16 votos); Rosa Moraes (7 votos); Longobardi (4 votos). Nesta região, três candidatos  tiveram o mesmo número de votos para a nona vaga do GCMI. São eles: Mel, Tadeu e Dulce Quarino de Carvalho, todos receberam 1 voto. Nesse caso, o critério de desempate é o candidato de mais idade.

O que é o GCMI

Criado em 1992, o Grande Conselho Municipal do Idoso (GCMI) é um órgão colegiado que tem por finalidade contribuir para a formulação de políticas públicas para promoção do bem-estar e qualidade de vida da população idosa de São Paulo.

O GCMI também participa da gestão do Fundo Municipal do Idoso em conjunto com o poder público, para financiar projetos de organizações civis e governamentais que beneficiam a população idosa.

Em 2020, a cidade de São Paulo recebeu o Selo Amigo do Idoso, uma distinção recebida pelos municípios do Estado que mais se destacam em políticas públicas para pessoas idosas. De acordo com a Fundação Seade, São Paulo tem uma população idosa de 1.340.000 pessoas, sendo 17% em situação de vulnerabilidade social. Entre as condições para se obter o selo é possuir um Fundo Municipal do Idoso, quesito que a cidade já possui e que tem a participação do GCMI em sua gestão.

“Quando a gente faz política pública olhando para o futuro, que é o que estamos fazendo hoje, a gente faz isso em respeito ao passado e vivendo o presente”, afirmou a secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Claudia Carletto.

Ainda no ano passado, Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) e a Companhia do Metropolitano de SP (Metrô)  firmaram um termo de cooperação em torno de desenvolvimento de ações que beneficiam a população idosa usuária dessa modalidade de transporte estimada em 120 mil pessoas.


         Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania – SMDHC

    Grande Conselho Municipal do Idoso – GCMI / Prefeitura de São Paulo


<< Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Comunicação da SMDHC/Silvano Tarantelli e Jornal da 3ª Idade>>


Clique em cima da foto para expandi-la:

d