Início Destaque Força Tarefa do Governo de SP fecha balada clandestina na Vila Gustavo,...

Força Tarefa do Governo de SP fecha balada clandestina na Vila Gustavo, na Zona Norte

A Força Tarefa do Governo do Estado de São Paulo encerrou na noite da última 5a. feira (25/03/2021) uma festa clandestina e fechou a  balada Piscininha 888, localizada na Av. Gustavo Adolfo n. 888 – na Vila Gustavo, Zona Norte da capital.  A casa noturna já havia sido interditada pela Prefeitura em 2019 e reabriu para a festa clandestina. 
Na hora da abordagem, 70 pessoas foram flagradas no local – na maioria jovens – sem o uso de máscaras e dividindo narguiles. No segundo andar da casa, a Força Tarefa encontrou vários colchões pelo chão.  Um homem, supostamente sócio da casa noturna,  tentou fugir pelo telhado – que quebrou na hora da fuga.
A operação coordenada pelo delegado Dr. Eduardo Brotero,  contou com agentes do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos – GARRA ,  do  Departamento De Operações Policiais Estratégicas – DOPE, acompanhados do Deputado Federal Alexandre Frota, em apoio ao Comitê de Blitze do Governo de São Paulo. 
O caso foi registrado no Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania – DPPC.
Comitê de Blitze

O Comitê de Blitze envolve também a atuação da Guarda Civil Metropolitana e da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária)pela Prefeitura de São Paulo. O Governo do Estado integra o grupo com profissionais da Vigilância Sanitária, Procon-SP e das Polícias Civil e Militar.

As ações ocorrem em diversos pontos da capital para evitar possíveis ações irregulares. O reforço da fiscalização tem como objetivo evitar a propagação do coronavírus.

De acordo com o delegado Dr. Eduardo Brotero “desde o dia 26 de fevereiro, o Governo de São Paulo já fechou 716 festas clandestinas e comércios funcionando de forma irregular, em 14.495 fiscalizações”.

Neste período, a Polícia Militar atuou de forma preventiva em diversos pontos da capital, com orientações para dispersão de aglomerações. Foram abordadas mais de 300 mil pessoas, sendo 444 delas detidas.

A Vigilância Sanitária Estadual inspecionou 7.216 estabelecimentos comerciais, dos quais 263 foram autuados. O Procon-SP vistoriou 4.176 estabelecimentos comerciais. Destes, 298 foram autuados por desrespeito à regra de restrição de circulação, uso obrigatório de máscaras e distanciamento social.

O cidadão pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não-essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também pelo site do Procon-SP (www.procon.sp.gov.br) ou pelo e-mail do Centro de Vigilância Sanitária (secretarias@cvs.saude.sp.gov.br).

Crédito das fotos: Polícia Civil do Estado de São Paulo