da Redação DiárioZonaNorte ===

O empreendedorismo é a bola da vez no  Brasil. A internet nos conecta e multiplica as formas de empreender e diversifica os modelos de negócios e as ferramentas de capacitação e financiamento existentes no mercado. Tudo acontece muito rápido e negócios são gerenciados com o auxílio de smartphones. Não basta ter uma boa ideia, é preciso se profissionalizar e estruturar o negócio corretamente.  Vivemos em um mundo criativo, inovador e plural.  Se os  desafios para empreender são  os mesmos a qualquer tipo de negócio, as soluções são diversas.

É o que aponta a 3ª Edição da Pesquisa do Perfil Jovem Empreendedor Brasileiro, realizada pela   Confederação Nacional de Jovens Empreendedores (CONAJE) , em parceria com o Sicredi.   O estudo foi divulgado oficialmente na tarde desta 3ª feira (17/07/2018) e contou com o patrocínio Jan Rosê Cosméticos e da  Lean Survey, encarregada da mensuração, análise de resultados e, também, pela elaboração de um relatório completo incluindo dados por estado (para aqueles com mais de 300 respostas).

Jaime Basso – presidente do Sicredi

Na moderna agência da Av. Paulista, o presidente do Sicredi, Jaime Basso,  abriu o encontro e fez uma apresentação sobre a instituição financeira que preside. De acordo com ele,  a   3ª Edição da Pesquisa do Perfil Jovem Empreendedor Brasileiro, abrange os aspectos do ambiente empreendedor e político-econômico e seus reflexos nas empresas e consegue analisar os diferentes perfis e regiões do Brasil.

Woop Sicredi === Em sintonia com esse público conectado e jovem de espírito, o Sicredi  lançou recentemente o  Woop Sicredi, uma ferramenta  pensada  para oferecer uma solução financeira cooperativa no ambiente digital. Inicialmente, no Woop Sicredi é possível associar-se e criar uma conta 100% digital, sem papel; ter acesso à conta corrente com pagamentos de contas de consumo e transferências; poupança; limites e créditos; cartão 100% digital; autenticação digital; programa de fidelidade e organizador financeiro. Baseado no desenvolvimento por meio de metodologia ágil, o Woop Sicredi vai gradualmente integrar novas funcionalidades.

Outra facilidade do Woop Sicredi é o seu programa de fidelidade, com o qual o Wooper acumula valores (Mooedas) a partir do uso do cartão de crédito e pode usar esses valores diretamente em pagamentos como, por exemplo, o da cesta de relacionamento e outros relacionados à conta corrente. O aplicativo também disponibiliza um organizador financeiro, ferramenta que auxilia na organização e gestão da vida financeira do associado.

Guilherme Gonçalves, presidente da CONAJE e Jaime Basso, presidente do Sicredi

Ainda sobre  a pesquisa,  Basso comentou  “Esse estudo encabeçado pela  CONAJE  funciona como um termômetro para a constatação da realidade vivida pelo jovem empreendedor. E nós do Sicredi, com base nas informações geradas pela pesquisa, firmamos também uma parceria para ir além e oferecer soluções financeiras para estes jovens empreendedores, que apoiam o desenvolvimento do país e das regiões onde atuam alavancando a economia e gerando mais empregos. Isso está totalmente alinhado ao nosso modelo de fazer negócios, ao propósito de marca e ao Cooperativismo”.

Guilherme Gonçalves, presidente da CONAJE e Pedro Facchini – Diretor de Vendas da Lean Survey

Guilherme Gonçalves, presidente da CONAJE, comentou a importância de traçar um perfil do jovem empreendedor brasileiro e a parceria com outras organizações para apoiar o empreendedorismo.     “A pesquisa do perfil do jovem empreendedor brasileiro é um termômetro que nos mostra caminhos e aponta soluções para ações e projetos que a CONAJE  precisa se dedicar para impactar ainda mais o desenvolvimento do empreendedorismo no Brasil.     Os nossos associados e potenciais associados estão refletidos nos dados da pesquisa e, portanto, trata-se de instrumento de imensa relevância pra nossa organização. Agora temos que, com apoio de parceiros e organizações que acreditam no jovem empreendedor, usar esses dados para continuar transformando o cenário do empreendedor jovem no Brasil.”

Pedro Henrique Hernandez Facchini – executivo da Lean Survey

Raio X do Jovem Empreendedor ===  Pedro Henrique Hernandez Facchini – executivo da Lean Survey, apresentou os resultados do estudo para os convidados.  Responderam a pesquisa 5.792  jovens na faixa etária entre 19 e 39 anos,  em todo o Brasil.  O estudo identificou o perfil do jovem empreendedor (idade, sexo, escolaridade), perfil das empresas (faturamento, número de funcionários, área de atuação), as dificuldades para manter e expandir o negócio.  Também  abrange os aspectos do ambiente empreendedor e político-econômico do país e seus efeitos nas empresas dos jovens, que também apontam seus principais desafios quanto à gestão e o cenário econômico.  O trabalho faz uma radiografia do setor e é realizado a cada dois anos.   A próxima edição será em 2020.

Os números === A edição de 2015  contou com respostas de 5.060 jovens dos 27 estados brasileiros, chegando ao resultado de que, naquele ano, o perfil do jovem empreendedor era em maioria do sexo masculino, de 26 a 30 anos, de ensino superior completo, com somente uma empresa no nome e faturamento anual entre R$ 60 mil e R$ 360 mil.  Na edição 2018, de maneira geral, o perfil do empreendedor continua sendo de homens, entre 26 e 35 anos e parte deles (55%) tem apenas uma empresa e faturam menos de R$ 361 mil por ano (51% das empresas estão nessa faixa).   A maioria se concentra na área de serviços (57%) e apenas 10% dos entrevistados atua no mercado internacional.

Fernando Seabra – Acelera FIESP

Fernando Seabra, Líder do GRI – Grupo de Relacionamento com Investidores do Departamento da Micro, Pequena, Média Indústria e Acelera FIESP também estava presente e se colocou à disposição aos associados da CONAJE, dizendo que “é com este espírito de colaboração – facilmente encontrado no universo do empresariado americano -, com consultorias transparentes que, de fato, ilustram as dificuldades do empreendedorismo, que chegaremos a melhores patamares no empresariado jovem brasileiro. Temos que pensar em construir um país empreendedor com propósito. Sempre digo que temos que pensar que filhos deixaremos esse mundo, e não que mundo vamos deixar para nossos filhos.”

Quem esteve presente ===  Entre os convidados para o lançamento da 3ª Edição da Pesquisa do Perfil Jovem Empreendedor Brasileiro, destacamos  Shirley Cunha – presidente da Associação dos Jovens Empresários- AJE-MA; Felipe Mussalém – presidente da Associação Comercial do Maranhão; Pedro Henrique Hernandez Facchini –  Diretor de Vendas da  Lean Survey;  Iago Maciel de Souza – presidente da Brasil Júnior; Mauro Kreuz – diretor de Formação Profissional do Conselho Federal de Administração – CFA; Alexandre Nunes Robazza – gerente do SEBRAE SP  Capital Centro;  José Marques Junior – Escola Superior de Empreendedorismo do SEBRAE SP; Marco Tadeu Barbosa  – presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap); Eduardo de Henry Rodrigues – Assessor da presidência da Infraero; Helber Augusto Reis Borges –  Coordenador-Geral da Coordenação-Geral de Políticas Transversais  da Secretaria Nacional de Juventude;   Alessandra Andrade –  coordenadora do Centro de Empreendedorismo da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), membro da  Diretoria Executiva da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp);  José Ricardo de Freitas Martins da Veiga – secretário Especial da Micro e Pequena Empresa do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços – SEMPE; João Augusto Rocha –  Diretor de Negócios da Sicredi; Moacir Niehues  – diretor executivo  da Sicredi); Diego Schanoski – gerente regional da Sicredi; Jefferson Vila – gerente geral Agência Paulista); Daniel Barbuglio – Gerente de Comunicação e Marketing da Sicredi;  Débora Zanquet – Assessora de Comunicação e Marketing da Sicredi; César Garbus – Conselho de Administração da Sicredi;  Delair Zonin – presidente da Jan Rosê;  Thiago Zonin –  Diretor de Negócios da Jan Rosê; Duda Nastri – jornalista, radialista e produtor do programa Metróple em Foco – da Rádio Trianon 740  AM; Fernando Seabra – Líder do GRI – Grupo de Relacionamento com Investidores do Departamento da Micro, Pequena, Média Indústria e Acelera FIESP;  além da diretoria da CONAJE.

Os convidados receberam como lembrança do encontro, uma bonita sacola com três lançamentos da Jan Rosê:   Mister Jan Deo Parfaum (de aroma inicial fresco verde aromático, com nuances frutais modernas e em harmonia com um mix de especiarias enegimáticas terrosas, madeiras nobres e sensualidade do musk),  Deo Parfum Madame Rosê (com óleo de Rosas Búlgaras, considerado o mais aromático do mundo) e o sabonete líquido Feminino Mulher (rico em barbatimão e Melaleuca, que fortalecem as defesas e auxiliam na  prevenção de doenças ginecológicas).

CONAJE  ===  Com atuação e representação em 26 estados brasileiros, a CONAJE é uma entidade sem fins lucrativos que atua desde o ano 2000 no fomento ao empreendedorismo, fortalecimento, criação e manutenção de novas empresas – principalmente geridas por jovens -, na articulação e divulgação de práticas capazes de fortalecer a disseminação de novos e sólidos negócios no Brasil. Por meio de parcerias, trabalha também para o estabelecimento de políticas públicas e práticas institucionais que incluam os micros e pequenos empreendedores nas primeiras categorias de estratégias de desenvolvimento do País.

Com foco ainda no jovem empreendedor, a Confederação realiza projetos, eventos e ações para desenvolver empreendedores e jovens líderes por meio de capacitação técnica e experiências diferenciadas, e facilitar a troca de informações e gerar conexões com o objetivo de promover oportunidades de negócios.

Sicredi  ==   O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

ObraFácil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora