Início Cotidiano Atenção taxistas de São Paulo: Ipem-SP retoma verificação dos taxímetros

Atenção taxistas de São Paulo: Ipem-SP retoma verificação dos taxímetros

Tempo de Leitura: 2 minutos

taxistas

  • Os taxistas devem auferir os taximetros para trabalhar em 2022
  • Os serviços no Ipem-SP devem ser agendados

No momento, aproximadamente 34 mil táxis atendem a população do Município de São Paulo, sendo em média um táxi para cada 352 habitantes da cidade. O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) retoma a verificação de taxímetros, por meio do Sistema de Agendamento das Verificações de Taxímetros para o exercício de 2022.

Todos os serviços referentes a taxímetro na Capital e nas regionais do instituto no estado de São Paulo devem ser agendados no site do Ipem-SP, ​tanto para “Verificação” como para “Outros Serviços”. Por exemplo, troca de titularidade, furto, roubo, baixa de taxímetro e atraso de verificação.

O taxista está sujeito à penalidade em caso de atraso ou não comparecimento à verificação anual de taxímetro. Quem for pego ao trafegar com o taxímetro irregular têm dez dias para apresentar defesa ao órgão.

O retorno da atividade segue todas as medidas sanitárias de segurança contra o Coronavírus (Covid-19).

É preciso agendar o atendimento

Para realizar a verificação os taxistas devem agendar o horário de atendimento pelo site do Ipem-SP (www.ipem.sp.gov.br) e emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU) para o pagamento da taxa de verificação. Sem a quitação da taxa e o agendamento online, a verificação não será realizada.

Na data da verificação, o taxista ou o responsável pelo veículo deve apresentar os seguintes documentos:

  • Alvará de estacionamento fornecido pela prefeitura dentro do prazo de validade;
  • Certificado de registro e licenciamento de veículo (categoria aluguel);
  • Certificado da última verificação do Ipem-SP, referente ao exercício de 2019;
  • GRU quitada;

Os serviços de reparo ou manutenção dos taxímetros deverão ser realizados pelas oficinas permissionárias pelo Ipem-SP devidamente autorizadas para a execução das atividades neste ano.

O objetivo da verificação periódica dos taxímetros é certificar se o preço registrado pelo equipamento corresponde, com base na distância e no tempo gasto, ao trajeto percorrido pelo veículo. A verificação abrange também a análise das condições gerais dos veículos, como a rolagem e rodagem dos pneus e do taxímetro (tarifa, lacres, entre outros).

Fique de olho  

Já para identificar se o taxímetro foi verificado pelo Ipem-SP, o consumidor deve observar a existência do lacre amarelo, que impede o acesso à regulagem do aparelho, e do selo do Inmetro. Caso o lacre esteja rompido, o consumidor não deve aceitar a corrida, pois o aparelho pode apresentar medição incorreta.

O valor da bandeira é estabelecido pela prefeitura de cada município, mas é importante estar atento ao horário em que as bandeiras ‘um’ e ‘dois’ podem ser utilizadas, para não pagar mais caro pela corrida.

O que é o Ipem-SP  — É uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo e órgão delegado do Inmetro.  O Ipem-SP realiza diariamente, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, brinquedos, cadeiras de carro para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, entre outros materiais.

Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 013 05 22, de 2ª a 6ª feira, das 8 às 17 horas, ou enviar e-mail para: ouvidoria@ipem.sp.gov.br.


Ipem-SP

  • Endereço: R. Santa Cruz, 1922 – Vila Gumercindo, SP
  • Informações: (11) 3581.2000
  • Site: www.ipem.sp.gov.br

<<Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Imprensa – Ipem-SP >>

 

d