Início Destaque Após 53 anos de espera, rua Pedranópolis no Carandiru receberá asfalto da...

Após 53 anos de espera, rua Pedranópolis no Carandiru receberá asfalto da Prefeitura

Tempo de Leitura: 3 minutos

da redação DiárioZonaNorte

  • Após 53 anos rua Pedranópolis no Carandiru, distrito da Vila Guilherme entra para o programa de asfalto da Prefeitura de São Paulo

Após 53 anos de espera a rua Pedranópolis, altura do número 1205 da Rua Galatéia,  no bairro do Carandiru – distrito de Vila Guilherme, foi incluída no Programa de Pavimentação da Prefeitura de São Paulo.

A informação é da Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB), após questionada pelo DiárioZonaNorte, que publicou em 16 de junho de 2021, matéria sobre o problema que os moradores enfrentam desde 1969.

Ainda de acordo com a nota enviada a este jornal pela SMSUB, antes do asfalto, a rua sofrerá uma intervenção para que seja solucionado o problema de enchentes no local.  O levantamento técnico para a contratação do projeto de drenagem e das obras de pavimentação do local está em andamento e desta forma, as obras ainda não tem uma data definida para início.

53
material fresado na tentativa de melhor o tráfego local. Crédito da Foto: SMSUB

Em 2018, no final da  gestão de Dário José Barreto – a frente da Subprefeitura de Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros, a rua passou a receber material fresado em 80 metros de sua extensão na tentativa de melhorar o trânsito local e reduzir os problemas com poeira do solo, que afeta a saúde dos moradores.

De acordo com engenheiros especializados em pavimentação, o material “fresado” é uma espécie de “resto de asfalto” o mesmo usado no tapa buraco – com aplicação a frio e pouco resistente – sobra de algum outro local e mais recentemente uma fina camada de entulho e betume, pouco resistente aos caminhões que trafegam pelo local.

53
Rua Pedranópolis – altura do número 1205 da Rua Galatéia, no Carandiru.
Primeiros registros
53
reprodução do Diário Oficial da Cidade de São Paulo, datado de 1969

A primeira citação da Rua Pedranópolis – na Vila Guilherme, Zona Norte da cidade de São Paulo, foi na edição de 17 de agosto de 1969 do Diário Oficial da Cidade de São Paulo, quando a “rua 7 – Quadra 091” mudou de denominação  na gestão de Paulo Maluf  – “prefeito biônico” pela Aliança Renovadora Nacional – Arena,  por indicação do presidente da República Costa e Silva e com o apoio de Delfim Netto e contrariando o desejo do então governador Abreu Sodré.

pedranópolis
situação da rua em junho de 2021. Com a chegada do período de chuvas, o m aterial ‘fresado” que é pouco resistente, é carregado pela água.

A rua de poucas casas, uma metalúrgica e uma empresa de reciclagem, fica a poucos metros do Expo Center Norte, Lar Center e Center Norte,  Parque  da Juventude e Avenidas Zaki Narchi e Luiz Dumont Villares.

As vias secundárias no entorno são asfaltadas.  A rua é legalizada por decreto, moradores pagam IPTU e tem Código de Endereçamento Postal – CEP, rede de esgoto oficial, iluminação pública, além de ser atendida pelas concessionárias de água, luz e telefonia.

53
moradores pagam IPTU e a rua tem CEP 02068005 – só não tem asfalto

No período de chuvas, a rua Pedranópolis  alaga e sobra lama.  Quando faz sol, a poeira domina.  E tome rinite, bronquite, alergias e pneumonias.  A rua não tem calçadas, guias, sarjetas e se transformou em um ponto viciado de descarte de lixo e entulho.

<com apoio de informações: Imprensa Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB) – jornalista Elioneide Silva>  

d

53 53 53 53 53 53