Início Destaque Agora é oficial: Horto Florestal e Parque da Cantareira passam para a...

Agora é oficial: Horto Florestal e Parque da Cantareira passam para a iniciativa privada

Horto Florestal
Tempo de Leitura: 2 minutos

.

  • Horto Florestal e Parque da Cantareira  passam para a iniciativa privada
  • Os dois parques vão receber investimento de R$ 45 milhões para revitalização de espaços, ecoturismo e educação ambiental
  • A concessão tem prazo de 30 anos e vale apenas para as áreas de uso público

O Governo de São Paulo  assinou nesta 4ª feira (20/01/2022) o contrato de concessão das áreas de uso público dos Parques da Cantareira e Alberto LofgrenHorto Florestal, ambos na capital.

Construcap CCPS Engenharia e Comércio S/A foi a única interessada na concorrência internacional para a administração dos dois parques, realizada em um leilão na B3 – em 14 de setembro de 2021, oferecendo R$ 850 mil de outorga – representando um ágio de 3,66% em relação ao lance mínimo que era de R$ 820 mil.

Horto Florestal e Parque da Cantareira
Marcos Penido – secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente (à esquerda) e João Doria Junior – Governador do Estado de São Paulo (ao centro).
Experiência no modelo de negócios 

Construcap já administra outros seis parques na cidade de São Paulo, por meio da empresa Urbia Parques: Parque do Ibirapuera(Vila Mariana), Parque Faria Lima (Parque Novo Mundo), Parque Lajeado(Guaianazes)Parque dos Eucaliptos (Morumbi), Parque Jacintho Alberto (Cidade Jardim Pirituba) e Parque Jardim Felicidade (Jardim Felicidade), além dos parques nacionais de Aparados da Serra e Serra Geral, no sul do país.

Para os dois parques da Zona Norte, a Construcap instituiu a Urbia Águas Claras será responsável pela zeladoria, manutenção e operação dos serviços pelos próximos 30 anos, com investimentos mínimos de R$ 45,5 milhões, dos quais R$ 31 milhões deverão ser aplicados até 2028.

Horto Florestal e Parque da Cantareira

Zona Norte e Mairiporã

Os parques ficam na zona norte de São Paulo e abrangem também o município de Mairiporã. Os destaques são a visitação ao mirante da Pedra Grande, a mais de mil metros de altitude na Serra da Cantareira, e o Museu da Madeira, no Horto Florestal.

Ambos fazem parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, trecho integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

Antes da pandemia, os dois parques recebiam mais de 1,6 milhão de visitantes por ano.

Horto Florestal e Parque da Cantareira

A Urbia Águas Claras ficará responsável pelos serviços de limpeza, manejo e vigilância patrimonial, modernização das estruturas existentes e aumento da oferta de serviços, além de conservação e manutenção dos espaços.

A área de concessão corresponde a 3,6% do espaço total dos parques e é restrita a locais de uso público.

<com apoio de informações: Imprensa Governo do Estado de São Paulo>

d