Início Cultura “A menina sem história” , uma peça gratuita que envolve crianças e...

“A menina sem história” , uma peça gratuita que envolve crianças e jovens na Zona Norte

menina sem história
Tempo de Leitura: 2 minutos

menina sem história

Construção da memória, valorização da história pessoal e questões de identidade são temas tratados com graça e irreverência no novo espetáculo do grupo AS CLÊS. A MENINA SEM HISTÓRIA estreia no Teatro Alfredo Mesquita neste final de semana: 21 (sábado) e 22/05/2022 (domingo). Com entrada gratuita, as atrizes Beatriz Diaféria e Junia Magi compartilham o palco  com o ator e músico Thomas Huszar em performance ao vivo e direção de Gabriela Rabelo.

A peça conta a história de uma menina que quer conhecer o nosso passado, mas por razões que ela não entende, é impedida de fazê-lo. Partindo de pequenas informações sobre grandes figuras da História, ela decide conhecer mais do que lhe é contado.

Nessa busca, enfrenta um vilão que tenta promover o apagão da memória coletiva  e fará de tudo para que ela não pense, não lembre e não sonhe, nunca. Chiquinha Gonzaga, Pagu e Violeta Parra virão em seu socorro e permitirão que a menina e su a mãe redescubram suas próprias histórias.

Na encenação, a história é contada numa sucessão de quadros, entremeados por músicas, onde lembranças, devaneios e sonhos se misturam. Luz e música acompanham esse trajeto. Os figurinos, com pequenos toques, mudam os personagens.

“Em algum momento, toda criança se vê diante das questões: quem sou? De onde vim? Para onde vou?. A menina, heroína da nossa peça, se encontra exatamente num momento destes. É quando ela percebe que conhecer o passado ajuda-a a entender o presente. Memória e conhecimento são essenciais para isto”, diz a diretora GabrielaRabelo. 


                    Video explicativo da peça – Clique na imagem abaixo:


Sobre AS CLÊS === A companhia foi fundada em 2012 pelas atrizes Beatriz Diaféria e Junia Magi com a intenção de trazer ao público infantil a riqueza das histórias, significados e aprendizados presentes nas mais diversas mitologias construídas por grupos humanos em diversas épocas e regiões. O primeiro projeto “As Clês contam a origem do mundo” apresentava contações de histórias infantis inspiradas em mitologias grega, indígena e japonesa.  Em 2022, o grupo foi contemplado com dois editais Proac, de Produção de espetáculo infantil, com a peça “A menina sem história”, e do Centenário da Semana de 22, com o projeto “As Clês contam a Semana de 22”  contando histórias da Pagu, Tarsila do Amaral e Eugênia Álvaro Moreyra.


Serviço

A MENINA SEM HISTÓRIA

  • Sessões: 21 e 22/05 – sábado e domingo
  • Horário: 16 horas
  • Tempo de duração: 50 minutos
  • Classificação: livre (recomendável para crianças a partir de 4 anos)
  • Telefone: (11) 2221.3657
  • Local: Teatro Alfredo Mesquita
  • Endereço: Av Santos Dumont, 1770– Santana
  • Localização: em frente ao Campo de Marte
  • Estacionamento: no local
  • Informações: (11) 99551-3112 ou (11) 99616-3466.

Ficha técnica

Dramaturgia – Beatriz Diaféria, Junia Magi e Gabriela Rabelo.  Direção artística: Gabriela Rabelo. Elenco: Beatriz Diaféria, Junia Magi e Thomas Huszar.  Criação e operação de Luz: Robson Lima. Operação de som: Marcelino Ziggy. Cenário e cenotécnico: Kiko Morente. Figurino: Kiko Morente e Beatriz Diaféria. Costura: Anna Souza. Designer gráfico: Julia Zapata. Coordenação de produção e produção executiva: Andréa Marques – Delorean Produções.  Assistente de produção: Paula Simões. Realização : Beatriz K Diaféria Produções Artísticas. Assessoria de Imprensa – M Fernanda Teixeira e Macida Joachim – Arteplural.


<Com apoio de informações/fonte: ARTEPLURAL Comunicação /Macida Joachum – Fernanda Teixeira >> menina sem história

d

menina sem história