O  Tucuruvi completará 115 anos de história  na próxima 4ª feira (24/10/2018.)  O nome “Tucuruvi” tem origem na língua tupi e significa “gafanhoto verde”, através da junção dos termos tukura (gafanhoto) e oby(verde). O gafanhoto é a mascote da escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, localizada no distrito.

O início === O primeiro núcleo de povoamento da área  foi criado em 1903, quando o inglês William Harding comprou terrenos na região. A área comprada e arredores formaram o bairro  Parada Inglesa. O então Sítio Pedregulho pertencente a Bento Ribeiro da Silva, foi vendido para  Mariano Antônio Pedro por 128 contos de réis. Esta propriedade passou para Ignácio Joaquim por 158 contos de réis e passou a se chamar Sítio Lavrinhas, sendo posteriormente herdada por  Claudino Ignácio Joaquim.

Em 1914  Claudino Ignácio Joaquim vendeu o Sítio Lavrinhas  para o italiano Henrique Mazzei,  que teve a ideia de fazer uma divisão em loteamentos dos 500 000 metros quadrados em lotes de dez por quarenta metros e dez por cinquenta metros, ocupados por pomares e jardins que aproveitavam o declive acentuado dessa região, vendendo-os em pequenas prestações.  O loteamento deu início a Vila Mazzei.   O mesmo Henrique Mazzei  foi contratado pela família Medeiros para o  trabalho de arruamento e loteamento do bairro, quando então, foi batizada como Vila Medeiros, em  11 de outubro de 1912.      Veja a matéria  aqui

Em terreno cedido pelos Mazzei, foi iniciada, em 1918, a construção da Igreja Menino Jesus, na atual avenida Mazzei. O distrito manteve aspectos rurais durante muito tempo. O Tramway Cantareira ligava o Centro até a Serra da Cantareira, desenvolvendo o distrito em torno de suas estações. Este trem era um dos únicos meios de transporte dos moradores do distrito até a década de 1960.

Anteriormente denominado Cantareira, a área foi desmembrada  do distrito de Santana, pela Lei 2.104 de 29 de dezembro de 1925. Só em 1934 o distrito da Cantareira passou oficialmente a denominar-se distrito do Tucuruvi, com sede no bairro Tremembé, ocupando uma área de 89 quilômetros quadrados.  Foi por meio da articulação dos moradores Manuel Gomes,  João Gualberto de Almeida Pires, Manoel Tomé Novaes e o capitão Ary Gomes que a a sede foi transferida do Tremembé para o Tucuruvi  e com  ela,  a mudança de sua denominação para subdistrito de Tucuruvi, através do Decreto 6.618, de 21 de agosto de 1934. Em prédio próprio situado na avenida Tucuruvi, 47-A, foi instalado o juizado de paz, registro civil e tabelionato.

Nos dias de hoje === O Tucuruvi é um bairro em pleno desenvolvimento e verticalização, com uma boa infraestrutura e uma rede de serviços públicos bem estruturada.  Integrado a estação de Metrô se encontra o Shopping Metrô Tucuruvi. Também na região,  vários prédios residenciais de médio e alto padrão.  A avenida que leva o nome do bairro é estreita e tem trânsito engarrafado de 2ª à sábado.

No próximo ano, o bairro deverá ganhar um novo shopping, que provisoriamente  recebeu o nome e Tri Mais Hiper e Center.  O novo mall da  Zona Norte, terá 80 mil metros² , uma torre com  12 andares, um térreo e  mais 4 pisos no shopping e áreas  de estacionamento interno e externo.  Veja as matérias produzidas pelo DiárioZonaNorte aqui e aqui    Ainda não há previsão para a data de inauguração.

Juntos Pela Zona Norte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora