Início Bem Estar IBCC Oncologia-Jaçanã toma cuidados especiais e controla casos de Covid-19

IBCC Oncologia-Jaçanã toma cuidados especiais e controla casos de Covid-19

Desde o início da pandemia, em março, os profissionais do IBCC Jaçanã, unidade que disponibiliza 100 leitos com ocupação de 95% deles por idosos e/ou pessoas com doenças crônicas, considerados alvos para o desenvolvimento da Covid-19 na forma mais grave.

Mas a unidade da Zona Norte seguiu  os protocolos, contando com o apoio intenso do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do local. Com isto, pode oferecer treinamentos de maneira sistemática e conhecer as formas de prevenir da doença.

Desta maneira, aconteceu uma baixa taxa de contaminação com apenas sete registros.  Houve diversos treinamentos e várias rodas de conversas sobre a doença e sobre a prevenção da Covid-19.

Todos estão bem

Todos estão plenamente recuperados e os casos estão zerados há mais de 60 dias. Ao contrário do que tem acontecido em São Paulo, em que houve registro de 190 óbitos e 755 casos novos da Covid-19 desde o início da pandemia, até 12 de junho. Esses números fazem parte do mapeamento do Ministério Público em 449  no município.

A recuperação desses pacientes se deve à rigorosa e reiterada atenção da equipe quanto a prevenção e o cuidado para evitar a contaminação. Foram realizados muitos treinamentos prévios e foi organizado um ’Comitê de enfrentamento contra a Covid-19’, mesmo não existindo casos. Mas sempre com a preocupação de preparar fluxos e aprontar tratamentos para o caso de registro de infecções pela doença.

Muito treinamento

Houve treinamento aos profissionais sobre colocação e retirada de uniformes e EPIs (Equipamento de Proteção Individual) . Uma regra fundamental levou sempre a observação para que pudessem se ajudar e corrigir possíveis erros. Por outtro lado,  já havia a informação sobre uma maior vulnerabilidade dos pacientes do IBCC Jaçanã, especialmente pelas características das doenças que levaram grande parte deles à internação.

A supervisora administrativa do IBCC Jaçanã, Ingrid Gonçalves, destaca que as visitas foram sendo restritas de maneira gradual no hospital e de acordo com o quadro de saúde geral de cada paciente. “Mesmo no período em que havia visita, as pessoas eram abordadas logo na entrada da Unidade, todas passavam pela aferição de temperatura e sempre solicitávamos para que higienizasse as mãos nos toaletes da recepção”, lembra ela.

Os cuidados com a pandemia

Além disso, havia a orientação para que se procedesse com o distanciamento adequado dos pacientes e para que fosse utilizada as máscaras de proteção facial durante todo o período e permanência nas dependências do hospital. “Dos apenas sete registros de pacientes contaminados e mesmo com casos de doenças crônicas como as neurológicas todos estão recuperados.

Os casos registrados no Hospital foram de pessoas com idade entre 55 e 80 anos e um deles pode ter sido infectado após contato com uma pessoa que teve a doença, mas que esteve assintomática”, observou Ingrid.

A coordenadora da área de Qualidade e Segurança do Paciente do IBCC Oncologia, Telma de Bellis Kühn, lembra que o objetivo da instituição sempre foi e será preservar a vida dos pacientes internados e evitar que fossem contaminados.

Os cuidados em todos setores

Em todas as unidades e setores da rede, foram adotadas medidas com fluxos seguros para limitar e determinar o distanciamento entre as pessoas. As iniciativas acontecem nos vários setores das unidades., tanto nas recepções como nos refeitórios, nos elevadores e nos demais ambientes individualmente.

“Além disso, os profissionais seguem protocolos de segurança contra a Covid-19, com a troca de uniformes dentro das instalações das unidades, constante higienização das mãos, uso e manuseio adequado das máscaras sempre de acordo com o tipo de atendimento e a utilização de EPI”, destacou Telma.

Algumas das ações adotadas pelos profissionais da unidade:

  • Trocar uniformes dentro do hospital
  • Higienizar constantemente as mãos
  • Revisar a disponibilidade de álcool em gel em pontos estratégicos para facilitar o acesso e incentivar o uso
  • Usar máscara adequada para cada tipo de atendimento
  • Evitar aglomerações e colocar sinalizações para isso
  • Respeitar sempre essas sinalizações
  • Utilizar equipamento de proteção individual
  • Apresentar e assistir vídeos demonstrativos sobre o correto uso de EPIs
  • Treinar de maneira rigorosa para o correto manuseio de EPIs
  • Proceder com uma comunicação clara e frequente entre os profissionais, inclusive por WhatsApp
  • Acompanhar minuciosamente os casos suspeitos por todos os integrantes do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar
  • Revisar fluxos de atendimento com a participação ativa dos participantes do ‘Comitê de enfrentamento contra a Covid-19’
  • Praticar de forma elevada a cultura da segurança do paciente, com discussão de casos e de avanços científicos
  • Ter atenção rigorosa aos detalhes de cada atendimento
  • Cultivar o incentivo mútuo de prevenção
  • Intensificar a limpeza de áreas comuns da Unidade
  • Disponibilizar entrada e acesso exclusivos para profissionais que prestam assistência aos pacientes com Covid-19
  • Destacar profissionais exclusivos para prestar assistência aos pacientes destinados à ala Covid-19
  • Destinar ala própria para pacientes positivos ou suspeitos de Covid-19
  • Proceder com a higienização de superfícies e celulares deforma constante
  • Apoiar a Medicina do Trabalho com a identificação e assistência dos profissionais suspeitos da doença
  • Engajar os profissionais para zerar os casos na Unidade
  • Controlar e prever as possíveis saídas de EPIs dos setores Farmácia e Almoxarifado

A Unidade do IBCC Jaçanã é destinada exclusivamente para o cuidado e tratamento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que necessitam de internação de longa permanência.


Sobre o IBCC === O IBCC Oncologia iniciou o ano de 2017 em ampliação com a nova Unidade Jaçanã, inaugurada em novembro de 2016, com estrutura para 128 novos leitos. A Unidade localizada na Zona Norte da capital paulista atende pacientes na especialidade de Cuidados Prolongados em Clínica Médica.

Há 50 anos em atuação na capital paulista, o IBCC passa por uma fase de investimentos e expansão com a proposta de ofertar um serviço de saúde mais abrangente em regiões da cidade de São Paulo.

Em ambas as Unidades a premissa é atender aos pacientes regulados, de operadoras de saúde e particular de forma humanizada.


IBCC Jaçanã

  • Endereço: R. Roque de Paula Monteiro, 245 – Jaçanã, SP
  • Telefone: (11) 2248 9950
  • Horários de visitas : diariamente de 9 às 21 hs.
  • Diretora Clínica/Técnica: Silvia Cláudia S. Braga
  • Admissão de pacientes: via Central de Regulação da  Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo.

<<Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Comunicação IBCC Oncolgia / Selma Orosco Roloff >>

dzn