da Redacão DiárioZonaNorte

Quem já não trouxe de viagem uma caneca, e até vestindo uma camiseta, com a marca “I love NY”. Depois de Nova York, São Paulo, Londres, Paris e outras capitais mundiais, Guarulhos passa a ter oficialmente sua legítima marca da cidade e do turismo.

Desde 6ª feira (12fev2021), a segunda cidade mais populosa atrás da capital do Estado de São Paulo, recebeu a primeira escultura de 13 metros de largura por 3 metros de altura, que foi instalada no retorno do Viaduto Cidade de Guarulhos. Com o apoio da iniciativa privada, o presente foi doado pelo Grupo Açotubo — 46 anos no mercado siderúrgico, com matriz em Cumbica e sete filiais no país.

Como se baseando nos seus 461 anos de fundação – comemorados em 8 de dezembro –, um enorme “Guarulhos”, confeccionado em metal e as nove letras de cores diferentes, chama atenção de veículos e pessoas que circulam naquela região. E não é para menos, pois logo abaixo vem a importante mensagem que mexe com todos: “Todo mundo passa por aqui”, já com a referência ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O constante aumento de passageiros embarcando e desembarcando no aeroporto, os vários eventos que estão a ser sediados no Brasil, abrem oportunidades  de mercado e oportunidades profissionais em várias áreas, com satisfação dos turistas. Um fato importante no trânsito de personalidades e altos executivos na realização de megaeventos, feiras e congressos que não podem passar despercebidos.

O aeroporto é o ponto central

O antigo Aeroporto de Cumbica (por causa do nome do bairro) – ocupando um terreno de quase 14 quilômetros quadrados — e depois foi conhecido como Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, até ser rebatizado e incluído o nome do Governador André Franco Montoro – foi inaugurado há 36 anos, durante sua gestão, em 20 de janeiro de 1985.

Entre os pousos e decolagens de voos nacionais e internacionais, o complexo aeroportuário – que é o maior da América do Sul, nada deixa desejar aos mais famosos pelo mundo – é uma cidade que movimenta diariamente 120 mil passageiros em média em mais de 830 operações das 46 companhias aéreas em 286 balcões de check-in. No ano de 2019 houve um movimento recorde de passageiros, que chegou a 42 milhões de pessoas.  Mas no ano passado, já com reflexos da pandemia, houve uma queda de 52%, com o pior resultado desde 2007, com 18,7 milhões de passageiros.

Uma grande e importante cidade

E a cidade carrega o título de pertencer entre as 12 cidades brasileiras “mais ricas do país”, ostentando o lema: “ O meu sangue é genuinamente paulista” (Vere paulistarvm mevs), onde em suas terras foi fincado um polo comercial e industrial – referências às empresas Bauducco, Aché, Yamaha, Gerdau, Cummins, Pepsico, Pfizer, entre outras — além de vários centros de logística e distribuição da Braspress, Ponto Frio, Riachuelo, C&C e até o Shopping Internacional.

Com a boa infraestrutura de hotéis de nível e variados restaurantes, que podem acolher um turismo mais atuante, a cidade continua crescendo e chegando a quase 1,4 milhão de habitantes. Desta forma, incentivando todos os setores da cidade – inclusive o de congressos e de negócios. Por tudo isto, Guarulhos recebe de braços abertos sua legítima condição de cidade hospitaleira e que busca ampliar com sua marca no turismo receptivo.

O passado recente

O governo municipal aprovou a ideia de mexer e incentivar o turismo.  E o projeto da marca turística da cidade foi apresentado na Câmara Municipal, em agosto do ano passado.  Não deu outra, com sua aprovação pelos vereadores, e  em seguida sancionado pelo prefeito Gustavo Henric Costa – conhecido como Guti.

Desta forma, o uso da marca terá a divulgação pela Prefeitura de Guarulhos, que pode usar diretamente em materiais gráficos promocionais da cidade, equipamentos públicos e atrativos turísticos. Será a marca dominante das realizações no município — incluindo pontos de ônibus e veículos oficiais — e nos pontos turísticos. Ainda será feita concessões de direitos de uso às empresas que explorem a marca em objetos – canecas, chaveiros, sacolas, camisetas, canetas, brindes em geral e outros. A receita será destinada ao Fundo Municipal de Turismo (Fumtur). 

O amor pela cidade

Desde 2018, o empresário e diretor executivo da Inspira Design — uma agência de design gráfico com grande experiência de conteúdo visual que está instalada de corpo e alma na cidade desde 1986 (há 35 anos) –,  Flávio Cantoni, de 49 anos, que hoje considera-se um filho adotivo de Guarulhos, vinha alimentando a ideia de produzir uma marca de identificação para a cidade que o acolheu de braços abertos. “Infelizmente não nasci em Guarulhos. Mas amo esta cidade de uma maneira visceral. E não pretendo sair nunca mais. Apesar de nascido em São Caetano do Sul, mas pode falar que sou guarulhense sim… e com muito orgulho!”, declara abertamente o seu reconhecimento.

E Cantoni vai mais além e explica seu propósito: “Precisamos acabar com essa mania de Síndrome de Vira-lata, que tudo que é de fora é melhor. Temos muita coisa de  muito valor, que não deixa nada a desejar aos demais e até pode ser melhor ainda”, observa ele, lembrando que é preciso incentivar a economia local, com o espírito de cidadania, valorizando a região.

Toda concepção da logomarca foi criada e doada sem nenhum custo à Prefeitura de Guarulhos, com o apoio do GRU Convention & Visitors Bureau. As cores das letras representam as várias diversidades do cotidiano de uma cidade, com todas as indicações de povos e etnias do Brasil e do mundo. Segundo Cantoni, “criar uma marca que se comunique com o povo do lugar, mostrando tudo aquilo que Guarulhos é e pode vir a ser”.

Prefeitura aprova e elogia

Durante a visita ao local do primeiro símbolo da cidade, ao lado do Viaduto Cidade de Guarulhos, o prefeito Guti elogiou o trabalho e mostrou sua satisfação no resultado final, ao comentar  “que ficou muito bonita a nossa nova marca turística, que ajudará a difundir a nossa cidade em todos os aspectos. Ela é moderna e atraente e só vem agregar mais valor a Guarulhos, que é também muito forte na área de turismo”.

Ao lado do prefeito, o diretor de Turismo de Guarulhos, Ricardo Balcone, comentou: “Náo tínhamos uma marca ou uma identidade visual para o turismo na cidade. Essa iniciativa é importante para a valorização do município, uma vez que estamos nos fortalecendo turisticamente e precisamos impulsionar como preparação da retomada do setor”.

Agora, “serão as outras etapas com mãos à obra˜, define Cantoni da Inspira Design. Isto está na dependência das empresas que podem incentivar o projeto em outros pontos marcantes da cidade, como o próprio Aeroporto Internacional com muitos espaços disponíveis, e Bosque Maia, Lago dos Patos, Zoológico, Praça IV Centenário, Igreja Matriz, Praca Getúlio Vargas, Centros Culturais, Sítio da Candinha e outros locais. É esperar novidades para breve.


<<Com apoio de informações e fotos: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Guarulhos e Inspira Design >>