A Itália é uma terra de superlativos. Lá estão personagens fundamentais da cultura mundial, monumentos arquitetônicos grandiosos, cenários românticos e uma beleza natural estonteante. Isso sem entrar em detalhes sobre a expressividade de um povo que “fala com as mãos” e na sábia filosofia da expressão dolce far niente.

Os italianos são deliciosamente exagerados em tudo, incluindo a diversidade gastronômica.

Em toda a península há riquíssima gastronomia, mas você não precisa atravessar o oceano para experimentar o significado de mangia che te fa bene: a Paganini traz a maior família gastronômica italiana, reconhecida pela inquestionável qualidade, até a sua mesa.

Os produtos são selecionados nas melhores regiões da Itália: azeites da Úmbria, acetos da Emília-Romagna, massas de grano duro da Puglia, tomate pelado da Campânia, arroz e polenta do Piemonte e funghi porcini da Toscana.

A Paganini alia a tradição e o estilo de vida europeu com a mais alta tecnologia na produção desses alimentos. Todos os produtos da marca são trazidos ao Brasil pela Casa Flora.

Ah… as massas ===  Os mais de 30 cortes de massas Paganini são produzidos no sudeste da Itália e elaborados com sêmola 100% de grano duro, que reproduz a textura al dente. Além de reduzir o tempo de cocção e produzir uma massa mais elástica, que não se rompe durante o cozimento, o grano duro também agrega alto valor nutritivo.

Entre os tipos, destacam-se as massas grano duro com ovos (na receita, 6 ovos por quilograma de massa), que traduzem o mais puro sabor de uma massa feita em casa. Já as integrais são elaboradas a partir de uma criteriosa seleção de matérias-primas originárias da agricultura biológica (que promove práticas sustentáveis e de impacto positivo no ecossistema agrícola), cuja sêmola de grano duro integral se obtém por meio de um método exclusivo de processamento.

Disponível também uma versão de massa sem glúten nos cortes Spaghetti e Fusilli.

Os azeites e acetos === A linha de azeites extravirgem Paganini é uma exaltação ao melhor sabor das azeitonas italianas e realçam o frescor e o perfume dos pratos, além de conservarem as características das variadas culturas de oliveiras.

Os acetos balsâmicos têm origem na prestigiada região da Emília-Romagna, de acordo com as rigorosas normas da legislação italiana. Os famosos tomates pelados da Campânia também passam por um exigente processo de elaboração para chegar ao ideal de suculência, doçura e acidez.

Il riso ===   A Paganini também produz os três principais tipos de arroz italianos para risoto, arbóreo, carnaroli e vialone nano, polenta instantânea, lasagna, conservas e bruschettas. A Paganini é responsável pela maior e melhor linha de produtos verdadeiramente italianos cuidadosamente selecionados para o consumidor brasileiro. Ela associa a saudável dieta mediterrânea ao charme e prazer de uma verdadeira mesa italiana.

E em tempos de quarentena, que tal ir para cozinha?  Dividimos com vocês três incríveis receitas:

Risoto  de açafrão com telha de jamón

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de arroz Arbóreo Paganini
  • 1 sachê de açafrão Sabater
  • 4 fatias de Jamón Serrano Josep Llorens
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 1 cebola picada
  • 1/2 xícara de chá de queijo Parmesão ralado
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 xícara de chá de vinho branco
  • 1 litro de caldo de legumes
  • Salsinha a gosto
  • Azeite de Oliva Extravirgem Paganini a gosto

Caldo de legumes:

  • 2 litros de água
  • 2 talos de salsão
  • 1 cenoura em rodelas
  • 1 cebola

Como o  fazer o caldo:

Aqueça a água em uma panela grande, coloque os talos de salsão cortados grosseiramente, a cenoura em rodelas grandes, a cebola cortada em 4 pedaços e deixe ferver por 1 hora, em fogo baixo.

Risoto:

Cubra o fundo de uma forma com papel manteiga. Coloque as fatias de Jamón Serrano sobre o papel manteiga e leve ao forno pré-aquecido a 100º C por 30 minutos ou até que as fatias estejam crocantes, mas não tostadas.

Enquanto isso prepare o risoto: aqueça uma panela e leve 2 colheres de manteiga para derreter, adicione a cebola picada e refogue até que comece a ficar translúcida.

Acrescente o Arroz Arbóreo Paganini e refogue por mais 2 minutos, envolvendo todos os grãos. Adicione o vinho e continue mexendo vigorosamente até que evapore quase que por completo.

Então coloque uma xícara do caldo de legumes. Continue mexendo sempre e vá adicionando o caldo aos poucos, sempre que começar a secar.

Assim que perceber que o risoto está começando a ficar al dente, finalize com o restante da manteiga, o açafrão, o parmesão e o sal.

Mexa bem para que tudo derreta e seja incorporado. Sirva imediatamente acompanhado da telha de Jamón Serrano. Finalize com um fio de azeite e salsinha a gosto.

Conchiglioni de bacalhau gratinado

Ingredientes:

  • 500 g de Conchiglioni Paganini
  • 5 litros de água
  • 1 colher de sopa de sal grosso
  • 200 g de batata cozida
  • 1/2 cebola picada
  • 1 dente de alho picado
  • 1 pimentão vermelho pequeno picado
  • 250 g de bacalhau  dessalgado e desfiado
  • 1/2 xícara de chá de salsinha picada
  • 2 xícaras de chá de creme de leite fresco
  • 1 xícara de chá de queijo Parmesão  ralado
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 3 colheres de sopa de Azeite Extravirgem Grezzo Naturale Paganini

Como Fazer:

Em uma panela coloque a água e o sal grosso. Quando ferver, adicione a massa e cozinhe pelo tempo indicado na embalagem (10-12 minutos). Escorra a massa e reserve.

Cozinhe as batatas. Em uma panela aqueça o azeite e refogue a cebola, o alho e o pimentão. Junte o bacalhau desfiado e continue refogando por mais 3 minutos ou até que tudo esteja incorporado.

Em um refratário grande amasse as batatas cozidas, adicione o refogado e a salsinha picada. Misture tudo bem e tempere com sal e pimenta a gosto. Preencha cada massa com uma porção do recheio.

Em uma forma ou refratário coloque o creme de leite fresco, posicione os Conchiglioni recheados e salpique o queijo parmesão ralado por cima. Leve para assar em forno pré-aquecido a 200° C, por 10 minutos ou até que comece a gratinar. Sirva ainda quente.

Spaghetti sem Glúten com molho de queijos

Ingredientes:

  • 500 g de Spaghetti Sem Glúten Paganini
  • 5 litros de água
  • 1 colher de sopa de sal grosso
  • 2 xícaras de chá de creme de leite fresco
  • 1/2 xícara de chá de vinho branco
  • 1/2 xícara de chá de queijo Gruyère ralado
  • 1/2 xícara de chá de queijo Cheddar
  • 1/2 xícara de chá de queijo Parmesão ralado
  • Sal
  • pimenta-do-reino e noz-moscada a gosto
  • 20 g de pinoli cru
  • 1 colher de chá de Azeite de Oliva Extravirgem Paganini

Como Fazer:

Em uma panela coloque a água e o sal grosso. Quando ferver, adicione a massa e cozinhe pelo tempo indicado na embalagem (10 minutos). Reserve.

Em uma frigideira adicione o azeite e os pinoli. Aqueça em fogo médio até que os pinoli estejam tostados. Reserve.

Em uma panela junte o creme de leite, o vinho e os queijos. Tempere com sal, pimenta e noz-moscada a gosto. Mexa bem até que levante fervura e todo o queijo tenha se derretido. Sirva a massa acompanhada do molho de queijos e finalize com os pinoli tostados

Para mais receitas acesse https://paganinigastronomia.com.br/

<Com apoio de informações/fonte:  Anagrama Comunicação e Evento>

Crédito das fotos: divulgação

IBCC Institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora