O novo ano deve começar com uma nova paisagem do Terminal de Ônibus da Estação do Metrô de Santana. No local, está sendo construído um espaço de compras, que receberá o nome de “Praça Unitah”, com 160 estabelecimentos comerciais. O terminal de Santana terá 929,28 metros quadrados e com o fluxo de 130 mil pessoas por dia.

O mesmo deve ocorrer com o Terminal da Parada Inglesa, com 604,26 metros quadrados e estimativa de 33 mil pessoas por dia. Ainda na Linha 1-Azul do Metrô, constam as Estações da Armênia e Ana Rosa – que tem previsão de entrega ao público no primeiro trimestre de 2021.

Com o nome de “Praça Unitah”, fixado do nome Unitah Empreendimentos — consórcio capitaneado pelo Grupo Rezek –, serão no total de 13 terminais revitalizados na capital de São Paulo, com o mesmo nome, que tem uma circulação diária de 1,5 milhões de pessoas.

O contrato de exploração dos terminais foi fechado em abril passado com a Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô, por três décadas de vigência. O projeto é estendido à Linha Vermelha do Metrô:  Tatuapé Sul, Tatuapé Norte, Brás, Carrão Sul, Carrão Norte, Artur Alvim, Penha, Vila Matilde e Patriarca.

A proposta é que os terminais de ônibus passem a oferecer os mais variados tipos de serviços aos consumidores e contribua para a valorização da região do entorno desses terminais. Para isso, o projeto se espelhou em modelos vistos em outras metrópoles do mundo, em que os empreendimentos ligados ao transporte público passaram a ser uma opção de lazer e de acesso a produtos e serviços.

Além da oferta variada de facilidades ao consumidor, nas etapas futuras do projeto, os terminais de ônibus vão abrigar lounges para uma melhor integração entre as pessoas, proporcionando conforto e bem-estar. Haverá acesso a wi-fi gratuito, banheiros e pisos remodelados, segurança privada e espaços revitalizados, que poderão abrigar exposições, atividades culturais e feiras livres.

Um mix variado e de opções

Com esse projeto, os  pequenos boxes e quiosques que existem hoje serão padronizados e se somarão a novas áreas comerciais maiores, com layout diferenciado e infraestrutura moderna, totalizando mais de 13.523 metros quadrados e 1.262 espaços disponíveis para locação imediata.

A oferta do mix de lojas foi dividida em alimentação, varejo e serviços. A proposta é que haja os mais variados tipos de estabelecimentos, desde fastfoods, cafés, lojas de vestuário e eletrônicos, podendo incluir até mesmo serviços de costura, estúdios de tatuagem, minimercados, salão de cabeleireiros, entre outros.

A presença da C&A

O projeto ainda contará com a presença de grandes redes e marcas conhecidas do público, que funcionarão como âncora para atrair consumidores.  Como é o caso da C&A Brasil, a primeira mini-store que estará presente no Terminal de Santana, já que também estão operando nas unidades nos Terminais Tatuapé e do Carrão.

Mais conectado e próximo da rotina dos consumidores, o novo formato de loja da C&A é voltado exclusivamente para a venda de camisetas e de acessórios licenciados, como canecas, descansos para pescoço, cadernos, meias, entre outros itens. As estampas são inspiradas nos personagens clássicos da Disney e de super-heróis. Também haverá a comercialização de peças voltadas para séries consagradas como Friends, La Casa de Papel, Stranger Things, entre outras.

De local de passagem  para destino de compras

“Queremos que os terminais de ônibus sejam mais do que um local de passagem e se firmem como um local de destino, que irá atrair a atenção não apenas dos usuários de transporte, mas das pessoas que moram e trabalham nas imediações. Vamos devolver para a população um dos bens mais preciosos da vida que é o tempo, já que não será mais preciso desviar do seu caminho para fazer compras com conforto e em locais de qualidade”, afirma o presidente da Unitah Empreendimentos, Luiz Fernando Ferraz Bueno. 

A concessão também permite que sete dos 13 terminais sejam edificáveis, podendo futuramente abrigar shopping centers, academias de ginástica, prédios comerciais, moradias estudantis, consultórios, hospitais, entre outros locais. Com a ampliação dos espaços já existentes nos terminais, a expectativa é de que a área edificável atinja 220 mil metros quadrados pelos próximos quatro anos.

O acordo com o Metrô

A segurança, zeladoria, limpeza e paisagismo dos terminais ficarão sob responsabilidade da Unitah Empreendimentos, que recebeu outorga do poder público para administrar os terminais por 30 anos. O projeto vai proporcionar uma economia ao Metrô de São Paulo de R$ 22 milhões por ano, valor que seria gasto com a conservação e manutenção dos terminais. O Metrô, além de já ter recebido R$ 11 milhões pela outorga, também vai passar a receber uma remuneração mensal de 8% sobre cada receita obtida pelo empreendimento. A partir do quinto ano de contrato, a Unitah pagará, mensalmente, 8% da receita ou R$ 855 mil, o valor que for maior.

O que é o Grupo Rezek

Criado há quase quatro décadas, o Grupo Rezek possui mais de mil colaboradores e está presente em mais de 33 cidades de sete Estados das Regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil, além do Distrito Federal (DF).  A holding atua em segmentos-chave da economia, como o agronegócio, planejamento urbano e geração de energia limpa. Entre suas principais empresas estão a RZK Empreendimentos, incorporadora que desenvolve projetos imobiliários em diversas localidades do país; Unitah Empreendimentos, concessionária responsável pela revitalização de 13 terminais de ônibus ligados às estações de metrô de São Paulo; e a RZK Energia, o foco do grupo está em matrizes livres de carbono e conta com plantas solares e de biogás para geração e distribuição de energia. Já no agronegócio,  a holding se especializou na produção de gado, soja, milho e máquinas agrícolas, entre outras soluções para o campo, com investimento constante em pesquisa e alta genética.

 O que é a C&A Brasil

É uma empresa de moda focada em propor experiências que vão além do vestir. Fundada em 1841 pelos irmãos Clemens e August na Holanda, a C&A entende e defende a moda como um dos mais fundamentais canais de conexão das pessoas consigo mesmas, com todos à sua volta e, por isso, coloca os seus clientes no centro da estratégia. Uma das maiores varejistas de moda do mundo, a C&A chegou ao Brasil em 1976 quando inaugurou a sua primeira loja no shopping Ibirapuera, em São Paulo (SP). Atualmente, a companhia opera mais de 290 lojas em todo o território nacional, além do seu e-commerce.


Serviço

 


<< Com apoio de informações/fonte: InPress Porter Novelli Comunicação / Vinícius Bruno >>

d