Um misterioso veículo subaquático. Uma tripulação cheia de segredos. Um monstro assombrando os oceanos. Três tripulantes que acabaram de chegar. E você, já entrou em um submarino? O palco será o oceano; as cortinas, as paredes do submarino. Poltronas e corredores viram cabines enquanto varas de luz fazem as vezes do equipamento de mergulho. Nesta aventura, atores serão os tripulantes e o público; os passageiros.

A ideia de transformar o teatro num autêntico submarino está na concepção de encenação do novo espetáculo da Cia Solas de Vento, formada pelos atores Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues, e assinada pelo diretor convidado Alvaro Assad. 20.000 Léguas Submarinas estreia 16 de janeiro no Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil-SP e fecha a trilogia sobre a obra de Júlio Verne. A intenção é mexer com a fantasia do público. A temporada vai até 14 de fevereiro, com sessões aos sábados e domingos às 15 horas.

 

Inspirados pelas viagens extraordinárias do escritor francês Júlio Verne (1828-1905), um dos pioneiros do gênero ficção científica, a Cia Solas de Vento deu a largada na apresentação do projeto Viagens Extraordinárias alternando duas criações do repertório do grupo – A Volta ao Mundo em 80 Dias (2011) e Viagem ao Centro da Terra (2015) -, entre 28 de novembro e 20 de dezembro de 2020. Em seguida, os três espetáculos entram em cartaz simultaneamente de 20 de fevereiro a 11 de abril de 2021, aos sábado, às 11 horas e às 15 horas, e domingos às 15 horas, em um total de 25 sessões.

 

Júlio Verne, conhecido como o homem que previa o futuro, foi um dos maiores escritores franceses de todos os tempos e um dos mais influentes da literatura mundial. Além de escritor de romances de aventuras, é considerado um dos pais da ficção científica. Seus escritos anteciparam equipamentos que só surgiram muitos anos depois, como televisão, submarino, nave espacial, fax etc. A Volta ao Mundo em 80 Dias foi escrita em 1872 e narra uma exótica aposta de um estranho personagem e seu criado ao redor do mundo, contra o tempo.

 

A Montagem

A partir da análise do romance 20.000 Léguas Submarinas, escrito em 1869, o diretor e os atores desenvolveram um repertório de ações, jogos e esboços de cenas, usando os recursos oferecidos pelo vocabulário físico da pantomima e pelo vídeo com elementos que darão forma aos cenários da aventura.

O diretor Alvaro Assad enxerga o teatro como um lugar de transformação. “Atravessar os corredores e entrar na plateia diante de um palco é fazer acordo com o imaginário. No teatro para todas as idades, esse lugar é desafiador e rico de simbologias e troca. Júlio Verne nos brinda com as mais significativas viagens no imaginário. Em 20.000 Léguas Submarinas vamos às profundezas do oceano e m um meio de transporte fantástico. Nada melhor do que transformar o espaço do teatro nesse universo. Transportar os espectadores para os elementos subaquáticos”

Trejatória da Cia Solas de Vento

Em 2011 o grupo estreou seu primeiro infantil, A Volta ao Mundo em 80 Dias, com direção de Carla Candiotto. Sucesso de público e crítica, a peça ganhou os prêmios APCA de Melhor Diretora e Ator e FEMSA de Melhor Ator. Em setembro de 2015 veio Viagem ao Centro da Terra, dirigida pelo premiado Eric Nowinski (Cia Meninas do Conto e Fabulosa Companhia), com indicações pelo ao Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem nas categorias de Melhor Espetáculo, Melhor Ator e Melhor Trilha Sonora Original.


Ficha técnica

Adaptação livre do romance de Julio Verne. Idealização: Cia Solas de Vento. Direção:  Alvaro Assad. Elenco: André Schulle, Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues, com participações de Bobby Baq e Marcel Gilber.

Dramaturgia: Bobby Baq e Alvaro Assad em colaboração com Elenco. Música Original: André Vac. Direção de Arte e Figurinos:Renato Bolelli e Vivianne Kiritani Visagismo: Cleber de Oliveira. Cenografia: Cia. Solas de Vento e Alvaro Assad. Cenotecnia: Cesar Augusto e Jeremias da Silva. Adereços: Chico Matheus e Elenco Costureira: Judite Lima. Desenho de Luz: Marcel Gilber. Design de Vídeo: Rodrigo Gontijo. Operações Técnicas: Luana Alves. Arte Gráfica: Sato do Brasil. Fotos: Mariana Chama. Vídeos: Cassandra Mello. Produção: Natalia Salles. Ass istente de Produção: Anna Belinello. Gestão: Doble Cultura e Social. Realização:CCBB SP e Cia Solas de Vento.

Roteiro

Viagens Extraordinárias – 2O.OOO Léguas Submarinas – de 16 de janeiro a 14 de fevereiro de 2021 – sábado e domingo, 15h – 10 sessões.

Viagens Extraordinárias – a Trilogia: 2O.OOO Léguas Submarinas, Viagem ao Centro da Terra e A Volta ao Mundo em 80 Dias – de 20 de fevereiro a 11 de abril de  2021 –  sábado, 11h e 15h, e domingo 15h – 25 Sessões (sessão extra a definir).

____________________________________________________

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo

  • Endereço: R.Álvares Penteado, 112-Centro Histórico
  • Horários: Aberto todos os dias-9 às 21h, exceto às 3ªs.
  • Acesso ao calçadão pela estação São Bento do Metrô
  • Informações: (11) 4298-1270
  • E-mail: ccbbsp@bb.com.br
  • Site:www.bb.com.br/cultura
  • Midias sociais: twitter.com/ccbb_sp | facebook.com/ccbbsp | instagram.com/ccbbsp
  • Estacionamento conveniado: Rua da Consolação, 228.
  • Traslado gratuito até o CCBB , das 14h às 23h.
  • No trajeto de volta, a van tem parada na estação República do Metrô. A van funciona a partir das 14h até o último evento.
  • Valor: R$ 14 pelo período de até 6 horas. É necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB.

<<Com apoio de infomrações/fonte: Arteplural Comunicação / Macida Joachim >>