Início Cultura Memorial da América Latina comemora os 100 anos da Semana de...

Memorial da América Latina comemora os 100 anos da Semana de Arte Moderna

Mário de Andrade
Tempo de Leitura: 3 minutos

semana de arte moderna

  • Caricaturas de 16 personalidades do modernismo brasileiro poderão ser vistas 
  • Exposição aberta, livre e gratuita nas pilastras junto ao Pavilhão da Criatividade
  • Serão mantidas as regras de segurança e saúde contra a pandemia
semana de arte moderna
Di Cavalcanti

A partir de domingo (13/02/2022), no mesmo dia e no mesmo horário do que aconteceu há 100 anos, com a Semana de Arte Moderna, o Memorial da América Latina presta homenagem à data histórica. O público poderá conferir, nas pilastras do Pavilhão da Criatividade Darcy Ribeiro, a exposição de 16 caricaturas de artistas ligados ao Movimento de 22.

Com curadoria de Jal (José Alberto Lovetro), presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil, a mostra “Pilares de 22” foi concebida e realizada pelo Memorial da América Latina e contará com caricaturas gigantes para homenagear quem participou da Semana da Arte Moderna e também aqueles que contribuíram para difundir as ideias modernistas pela América Latina.

As caricaturas são do artista Luiz Carlos Fernandes, paulista de Avaré e que coleciona mais de 70 prêmios de artes gráficas no Brasil e no exterior. Elas retratam Victor Brecheret, Di Cavalcanti, Flávio de Carvalho, Graça Aranha, Anita Malfatti, Menotti del Picchia, Villa-Lobos, Antonieta Santos Feio, Guiomar Novaes, Guilherme de Almeida, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Plínio Salgado, Tarsila do Amaral, Manuel Bandeira e Pagu.

semana de arte moderna
Tarsila do Amaral

Nesta exposição foram escolhidos não só quem participou diretamente da Semana de Arte Moderna de 22, mas também outros artistas brasileiros, portanto latino-americanos, que contribuíram para o que é considerado o Modernismo na América Latina, seja pela estética, pelas concepções, pelas técnicas, pelas figuras retratadas nas respectivas obras de artes para além do eixo Rio-SP, como a pintora paraense Antonieta Santos Feio. Outro artista, Flávio de Carvalho, não esteve na semana, mas foi considerado por Oswald o mais modernista dos modernistas.

O público poderá fotografar, fazer selfies e stories para se sentir no clima de 1922. A entrada é gratuita, sem necessidade de agendamento prévio, respeitando os protocolos sanitários vigentes.

As caricaturas ficarão instaladas nas pilastras em frente ao Pavilhão da Criatividade durante todo o ano e contarão com mini-biografias das personalidades.

“A ideia é homenagear quem participou da Semana da Arte Moderna e também aqueles que contribuíram para difundir as ideias modernistas pela América Latina, pois a semana não foi só um estopim, ela foi uma das estrelas de um movimento que acontecia por toda a América Latina”, afirma Jorge Damião, presidente da Fundação Memorial da América Latina.

semana de arte moderna

ABERTURA

A inauguração dos pilares acontecerá no dia 13 de fevereiro (domingo), ao meio-dia, data que marca o centenário de abertura da Semana de Arte Moderna no Theatro Municipal de São Paulo.

O lançamento da exposição “Pilares de 22” contará com apresentação de chorinho do Trio Jr Alves. O repertório inclui canções que remetem ao cenário musical da época da Semana de 22.


Serviço

Exposição Pilares de 22
  •  Local: Pavilhão da Criatividade Darcy Ribeiro / Praça da Sombra
  •  Inauguração: 13 de fevereiro, às 12h
  •  Visitação: De terça a domingo, das 10h às 17h
  • Endereço: Avenida Mário de Andrade, 664 – Barra Funda
  • Acesso:  Portões 8 e 9
  • Ingresso: Entrada gratuita  – Sem necessidade de agendamento

<<Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Comunicação/Memorial da América Latrina – Viviane Vilela-Ana Clara Gaspar >>


Álbum/Portifólio – clique na imagem para expandí-la:

 

d