Início Cotidiano Famílias da Boi Malhado na Zona Norte receberão auxílio aluguel da Prefeitura

Famílias da Boi Malhado na Zona Norte receberão auxílio aluguel da Prefeitura

Tempo de Leitura: 2 minutos

 

  • << ESTAMOS DE OLHO >> === Após início do pagamento do benefício, moradores da Comunidade Pernilongo serão removidos e local vai receber a construção de unidades habitacionais por meio do Programa Pode Entrar

Cerca de 300 famílias da Comunidade Pernilongo, região do Boi Malhado, na Vila Nova Cachoeirinha (Zona Norte) serão inseridas no auxílio aluguel pela Prefeitura de São Paulo. O prefeito da cidade —  com grande comitiva de secretários, assessores, correligionários e muitos vereadores —  vistoriou a área  às 7 horas da manhã desta 6ª feira (19/11/2021) — com a agenda de compromissos divulgada somente a partir dos primeiros minutos da madrugada.

O município promete que vai ofertar o benefício de forma definitiva até que todos os moradores sejam contemplados com unidades habitacionais. A área, localizada na Zona Norte, foi atingida por um incêndio no último dia 8 e deixou aproximadamente 140 famílias desabrigadas.

Durante a vistoria o prefeito anunciou a construção de habitações populares no terreno onde a comunidade está localizada, por meio do programa Pode Entrar. Segundo disse aos presentes e depois em coletiva: ” eles (os moradores) já estavam construindo os barracos novamente. A comunidade concordou com a gente. Eles vão parar de fazer os barracos e nós vamos dar o auxílio aluguel para essas pessoas e vamos rapidamente iniciar às obras. Vai ser possível construir entre 300 e 350 unidades habitacionais num sistema de muita agilidade e rapidez para entregar o quanto antes”.

Na tarde da 5ª feira (18/11/2021), a equipe técnica do Departamento Social da Secretaria Municipal de Habitação iniciou o processo de cadastro das famílias que tiveram suas casas destruídas pelo incêndio e das famílias que ainda permanecem no local. Ao fim dos trabalhos, previsto para a 2ª feira (22/11/2021), a Prefeitura vai ter o número total de famílias que serão atendidas com o auxílio aluguel.

Programa Pode Entrar

Sancionado em setembro, o novo Programa Habitacional da cidade de São Paulo vai impulsionar a aquisição de moradias para população de baixa renda da capital. O objetivo é diminuir o déficit habitacional por meio de ferramentas importantes como a Carta de Crédito, que funciona como um subsídio para a aquisição do imóvel e a Conta garantidora, que permite a Prefeitura de São Paulo garantir crédito aquele que não consegue comprovar renda ou que não tenha acesso ao sistema bancário.

O ‘Pode Entrar’ também possibilita que a Prefeitura adquira imóveis privados para fins de habitação de interesse social, garantindo menor custo e menos tempo de espera.

Unidades Entregues

Segundo a Secretaria Especial de Comunicação, de janeiro até o início de outubro desse ano, foram entregues 2.500 unidades habitacionais. Até dezembro, está prevista a entrega de mais de 1.400 novas moradias e outras 7 mil novas unidades habitacionais estão em obras. De 2017 até outubro deste ano, mais de 31 mil unidades já foram entregues à população paulistana em parceria da Prefeitura com os governos Estadual, Federal e iniciativa privada.

 

 

Para a construção dessas unidades habitacionais e obras de infraestrutura em toda a cidade, de 2017 até o momento, foram investidos pelo município cerca de R$ 1,5 bilhão.

Plano de Metas

O Programa de Metas da Prefeitura de São Paulo (2021– 2024) estipula a viabilização de 49 mil moradias de interesse social, por meio da Secretaria Municipal da Habitação – SEHAB, entre unidades entregues diretamente pelo município e unidades contratadas.  <<Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação-Secom/PMSP>>


 

d