Início Cotidiano Enel retira os postes de iluminação das ruas da cidade e promete...

Enel retira os postes de iluminação das ruas da cidade e promete enterrar toda a fiação

Rua José Paulino sem postes - Bom Retiro

A Enel Distribuição São Paulo está removendo  redes de telecomunicações em 264 postes de 10 vias da região central da capital paulista, em uma extensão de 4,3 quilômetros.

Desde 2017 a distribuidora vem notificando as empresas de telecomunicações (telefonia celular, tv a cabo, etc) para que removam as suas fiações. A ação, que ocorre até maio deste ano, tem como objetivo valorizar a estética e a segurança dos bairros e da população do entorno.  Em apenas 10 dias de atividades, a distribuidora já removeu mais de 2,8 toneladas de fiação na região.

Para a remoção total dos postes, será necessário que os gestores públicos dos sistemas de iluminação pública (Ilume) e de sinalização semafórica (Companhia de Engenharia de Tráfego-CET) retirem os seus ativos dos postes. A distribuidora poderá iniciar o trabalho de retirada dos postes no momento e na medida em que os postes estiverem livres e desocupados pelos equipamentos dos órgãos públicos.

Rede subterrânea

Nesta região da cidade, a distribuidora realizou a conversão da rede elétrica aérea para subterrânea, concluindo o enterramento da fiação elétrica na Bela Vista na década de 70. O enterramento da rede na região do Brás ocorreu em 2015 e, dois anos depois, em 2017, no Bom Retiro, como parte de uma parceria entre a Prefeitura de São Paulo e as concessionárias de serviços públicos para o enterramento de cabos na capital paulista.

Ao retirar os cabos das operadoras de telecom soltos ou abandonados nos postes, a iniciativa valoriza a estética e a segurança da região. “Esta fiação fica armazenada por 90 dias à disposição das operadoras proprietárias notificadas. Após este prazo, se as companhias não se manifestarem, doamos o material a uma empresa que transforma o resíduo em uma mistura usada como combustível na fabricação de cimento”, explica o diretor da área de Mercado da Enel Distribuição São Paulo, André Oswaldo.

No final de 2020, a Enel Distribuição São Paulo concluiu a remoção de 304 postes e 25,5 toneladas de cabos de telecom na região da Vila Olímpia, bairro onde a companhia já havia realizado a conversão da rede aérea para subterrânea em julho de 2018.

Essa ação integra uma iniciativa mais ampla que a distribuidora está desenvolvendo no local, o projeto Urban Futurability, que vai transformar a Vila Olímpia em um bairro digital e sustentável.


Clique na imagem abaixo e assista a apresentação do Urban Futurability:


Sustentabilidade, Economia Circular e Meio Ambiente

O ciclo de vida dos postes não acaba com a sua retirada. Todos os equipamentos removidos passarão por um processo de reciclagem. É possível reutilizar o concreto e a armadura metálica, assim como o vergalhão e os anéis que fazem a conexão dos fios. Cada poste possui 10% de ferro e 90% de concreto.

Após a retirada, o poste é levado para uma base operacional e, posteriormente, recolhido por uma empresa parceira, que encaminha os equipamentos para seu terreno próprio e realiza a destruição e descaracterização.

A parte de concreto passa por uma fragmentação e o resíduo gerado pode ser utilizado para pavimentação. Já as ferragens são vendidas para fundições em forma de sucata a granel.

Sobre a Enel Distribuição São Paulo

É uma empresa da multinacional de energia e a segunda maior distribuidora do país, respondendo por 10,3% de toda energia distribuída no Brasil e atendendo 7,4 milhões de unidades consumidoras em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo, incluindo a capital paulista, principal centro econômico-financeiro do Brasil.

A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU. << Com apoio de informações/fonte: InPress PNI Ass.Imprensa/Taís Barros>>

d