Um ano diferente para todos por causa da pandemia do Coronavírus-Covid 19. Eventos e planejamento mudados . Mesmo assim, na tarde deste domingo (20dez2020), aconteceu  mais uma ação social da Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi, não deixando de apresentar o tradicional “Natal Solidário“, em sua edição 2020. E só foi possivel com o esforço e coordenação da equipe do Departamento Social, juntamente com o apoio dos demais setores da agremiação da Zona Norte.

O evento promovido pela agremiação do grupo especial do Carnaval de São Paulo, apadrinhou exatas 100 crianças da comunidade, as quais foram cadastradas com prévia antecedência, com idades que variavam desde um bebê com apenas dois meses, até uma pré adolescente de 12 anos de idade.

 

A felicidade das crianças e os cuidados com a saúde

Cada criança recebeu um kit contendo uma roupa, um brinquedo e uma sacola com uma saborosa marmitex repleta de salgados, além de outra contendo vários doces, e um refrigerante caçulinha.

Tendo como preocupação em primeiro lugar a proteção à saúde e o bem estar de todos os seus componentes, a ação social atendeu todas as ordens exigidas pelas autoridades. De imediato,  só entrava uma família por vez dentro da quadra para a retirada dos presentes. Os responsáveis pelas crianças deveriam estar obrigatoriamente utilizando máscara. Todos foram orientados que os pacotes só poderiam ser abertos em suas residências, evitando assim qualquer tipo de aglomeração e contaminação.

 

A Escola de Samba não é só Carnaval

Apesar de muitos não saberem, uma escola de samba vai além de apenas festas, ensaios e desfiles… No decorrer do ano praticamente quase todas as agremiações realizam os mais variados eventos sociais, que normalmente atendem integrantes de suas respectivas comunidades, assim como famílias ao redor de suas quadras.

Durante todo o período de pandemia, a Acadêmicos do Tucuruvi também esteve arrecadando produtos alimentícios não perecíveis, assim como também material de higiene e limpeza. Desta forma, foram montadas centenas de cestas básicas, distribuídas a famílias de integrantes da comunidade, que se viram em situações emergenciais devido ao grande número de desemprego e outras famílias vulneráveis.

 

A ajuda durante os momentos da pandemia

Nos primeiros meses da pandemia, a agremiação percebeu a dificuldade que estava sendo em localizar a compra de máscaras descartáveis. E resolveu produzir máscaras com as sobras dos tecidos e também dos TNT que foram comprados para a criação das fantasias do Carnaval 2020, onde foram distribuídas para a comunidade e até para hospitais. Ao mesmo tempo, abriu oportunidade de trabalho a muitas famílias carentes que estavam sem trabalhar ou sem renda alguma.

Ainda neste período, a Acadêmicos do Tucuruvi realizou uma ação social, onde reuniu alguns voluntários que estiveram pessoalmente visitando algumas famílias dos bairros ao redor de nossa quadra, e foi doado 100 unidades de cobertores, assim como um kit contendo álcool em gel e produtos de higiene pessoal.

 

No aguardo dos desfiles no Sambódromo

A agremiação que é presidida pelo Sr. Jamil, no último Carnaval, realizado em fevereiro deste ano, foi a vice-campeã do grupo de acesso, onde prestou uma grande homenagem ao humorista Chico Anysio, através do enredo “Faces de Anysio, o eterno Chico. Sorrir é… e sempre será o melhor remédio”,  retornando à elite do carnaval paulistano.

Já para o ‘próximo Carnaval’, a Acadêmicos do Tucuruvi levará para o Sambódromo do Anhembi, o enredo de título “Carnavais… De lá para cá o que mudou? Daqui para lá o que será”, desenvolvido pela dupla de carnavalescos, Dione Leite e Fernando Dias, onde irão mostrar o Carnaval do passado, o que está acontecendo com o Carnaval atual e o que eles querem para o futuro.  << Com apoio de informações/fonte: Divulgação Acadêmicos do Tucuruvi /  Renato Cipriano >>