da Redação DiárioZonaNorte ===

Uma das melhores coisas dos períodos de Copa do Mundo, é a publicidade brasileira.  Filmes incríveis, criativos e emocionantes que serão lembrados por gerações.   Falando em bom futebolês, a “bola da vez” é a nova campanha da Nike, batizada de  “Vai na Brasileiragem”, que ativa a Copa do Mundo 2018 oficialmente para o mercado brasileiro.

O grande mérito da campanha é retratar um Brasil real, com  pobreza e riqueza lado a lado.  As cenas vão dos jogos na várzea  cheios de meninos e meninas sonhando em ser  um dia  um craque, até as imagens dos profissionais no vestiário com ar-condicionado e em seus carros de luxo.

A criação é da agência Wieden+Kennedy São Paulo.   O termo  “brasileiragem” é a união de  “Brasil” e “boleiragem”, com uma pitada da malandragem simpática do brasileiro,  dentro e fora de campo.

Ao som de funk, o vídeo conta com jogadores do time atual que estarão na Rússia, entre eles Thiago Silva e Philippe Coutinho. Já Neymar não aparece fisicamente na campanha. Ele é lembrado em uma  partida no videogame, em um grafite e em  cartazes na rua.  O futebol feminino, que mesmo com a trajetória de sucesso da Seleção é relegado  no Brasil, também participa do filme, com a presença da jogadora Andressa Alves,  meio-campista da Seleção Brasileira e do Barcelona.

Ronaldo, mesmo aposentado  também foi convocado para o filme, repetindo o comercial de 1998 – onde ele aparece chutando a bola entre dois guarda-filas do saguão. E, novamente, bateu na trave.

O ponto alto do comercial é a participação do jogador da equipe sub-10 do Vasco, Kauã Valente. Ele ficou famoso ao puxar uma preleção emocionante antes de uma decisão do Campeonato Carioca Pré-Mirim contra o Flamengo.   No filme, Kauã motiva o Brasil a buscar o hexa, lembrando o peso de vestir a camisa da seleção brasileira.

 

 

CN Institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora