Última semana para entrega do IR 2020: confira dicas para preencher a declaração dentro do prazo

Superintendência da Receita Federal, em Brasília.

O prazo para entrega do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) termina na 3a. (30jun2020) e, de acordo com a Receita Federal, cerca de 10 milhões de brasileiros ainda não enviaram a declaração de 2020. A data para entrega foi prorrogada por dois meses devido à pandemia do novo coronavírus. Ao todo, a Receita espera receber 32 milhões de declarações. O contribuinte que entregar a declaração depois do prazo terá que pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74 ou o valor máximo que corresponde a 20% do imposto devido.

“Com tantas mudanças recentes, a declaração pode ter ficado em segundo plano para muitos contribuintes. Mesmo assim, é importante se organizar e separar um tempo para preencher os dados corretamente. Não deixar para a última hora ajuda a corrigir eventuais erros a tempo”, explica o diretor de Desenvolvimento da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adilson Felis de Sá.

Para evitar surpresas nesta reta final, o Sicredi separou algumas dicas para facilitar o preenchimento da declaração e evitar que o contribuinte caia na malha fina:

Quem precisa declarar?

Deve entregar a declaração do IR quem se enquadra nos quesitos abaixo:

  • Em 2019, recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 e, em relação à atividade rural, obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50;
  • Possui, em 31 de dezembro de 2019, propriedade de bens ou direitos, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, acima de R$ 40.000,00;
  • Realizou operações na Bolsa de Valores.

Organização com os documentos 

Antes de começar a declaração é preciso separar documentos para facilitar o envio de informações. Esse planejamento facilita o processo e ajuda a diminuir divergências nos dados, primeiro passo para não cair na malha fina. “Vale lembrar que o contribuinte pode importar os dados da declaração feita em 2019, o que facilita o preenchimento. Nesse caso, é importante ficar atento em caso de retificação, valendo o número do recibo da última versão enviada para a Receita”, explica Felis de Sá, que ainda indica os documentos mais importantes para a declaração:

  • Informe dos rendimentos do ano de 2019. Normalmente oferecida pelo empregador, também contém dados como contribuições ao INSS e Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF);
  • Informe de rendimentos da instituição financeira com a qual opera;
  • Informe de rendimentos de corretoras;
  • Comprovantes de rendimento ou pagamento de aluguéis;
  • Número do CPF dos dependentes;
  • Comprovantes de despesas médicas, odontológicas e escolares do contribuinte e dos dependentes;
  • Doações a instituições com deduções legais;
  • Comprovantes de contribuições de Previdência Privada na modalidade Programa Gerador de Benefício Livre (PGBL).
  • No caso de compra ou venda de bens, como carros ou imóveis, é necessário lançar na declaração a inclusão ou a retirada do bem, junto do cpf da pessoa que comprou o patrimônio ou de quem foi comprado, para evitar problemas na comparação com declarações anteriores.

Atenção na hora de declarar idoso como dependente 

A Receita Federal permite colocar pais, avós e bisavós idosos como dependentes no Imposto de Renda. Neste caso, é importante ficar atento ao rendimento total do dependente que não pode ser superior a R$ 22.847,76 em 2019. A aposentadoria ou pensão deve ser declarada, assim como veículos ou imóveis. Na declaração é possível deduzir gastos como as despesas médicas. O importante é ficar atento e declarar todas as informações. A omissão ou inconsistência de algum dado pode gerar problemas com a Receita Federal.

Para outros dependentes, como cônjuge, companheiro (a), filho ou enteado, também existem regras específicas e definidas pela Receita Federal e que precisam ser seguidas durante a declaração.

Sobre a Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP  === Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP, uma das 110 cooperativas do Sicredi, conta com 31 anos de história e mais de 153 mil associados. A área de atuação da cooperativa abrange 43 cidades no estado do Paraná e 8 cidades no estado de São Paulo, incluindo a capital paulista e cidades vizinhas do grande ABCD. São 82 espaços de atendimento, sendo 52 no Paraná e 30 em São Paulo (sicredi.com.br/vale-piquiri/).

Sobre o Sicredi === O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4,6 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados e no Distrito Federal, com mais de 1900 agências e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (sicredi.com.br).

FGCoop ===   Todos os depósitos mantidos nas cooperativas têm a proteção do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), que garante até R$ 250 mil por CPF ou CNPJ. O valor é o mesmo garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) aos clientes dos bancos.  Além do FGCoop, as cooperativas filiadas ao Sicredi têm acesso ao sistema de garantia solidária do Sistema, que está alicerçado em cinco pilares: estrutura estatutária, políticas operacionais e procedimentos padronizados, governança corporativa, gestão  centralizada dos recursos e fundos garantidores.

Sicredi – SP:

Escritório Regional-SP:  Av.Paulista, 807 – Bela Vista – (11) 28905300

Paulista – Av. Paulista, 923 – Bela Vista – (11) 3053-4200
Faria Lima –  Av. Brigadeiro Faria Lima, 3311 – Itaim Bibi – (11) 3790-5000
Berrini – Av. Eng. Luiz Carlos Berrini, 853 – Cidade Monções – (11) 3137-1300
Rebouças – Av. Rebouças, 2023 – Pinheiros – (11) 2930-8200
ACSP/Centro – Rua Boa Vista, 51 – Centro – (11) 3101-4821 / 3101-4899
Campo Belo – Av. Vereador Jose Diniz, 3580 – Santo Amaro – (11) 3143-0000
FETCOOP/V.Maria– R. Orlando Monteiro, 21- V.Maria – (11) 3137.0800
Lapa – Rua Barão de Jundiai, 337 – Lapa – (11) 2892-2155
Mooca –  Av. Paes de Barros, 1845 – Mooca – (11) 2021-2147/2021-1909
Santana – Rua Voluntários da Pátria, 1540 – Santana – (11) 2984-2900
Santo Amaro – Av. Adolfo Pinheiro, 2041 – Santo Amaro – (11) 2592-6446
Tatuapé – Pç. Silvio Romero, 66-68 – Cidade Mãe do Céu – (11) 2890-4600
Vila Maria – Av. Guilherme Cotching, 985 – Vila Maria – (11) 2930-8250

Espaços Sicredi ACSP:

  • Distrital Sudeste/V.Mariana: Rua Afonso Celso, 1959 – V.Mariana – (11) 3180.3271
  • Distrital Pinheiros: Rua Simão Alvares, 517 – (11) 3180.3637
  • Distrital Penha: Rua Gabriela Mistral, 191 – (11) 3180.3012
  • Distrital Centro / Liberdade: Rua Galvão Bueno, 83 – (11) 3180.3580
  • Distrital Ipiranga: Rua Benjamin Jafet, 95 – (11) 3180.3246
  • Distrital Mooca: Rua Madre de Deus, 222 – Mooca – (11) 3180.3092

Sicredi – ABCD:

Diadema – Av. Encarnação, 530 – Piraporinha – (11) 4061-4300 / 4056-4664
Diadema  – ACE DIADEMA – R. das Turmalinas, 98 –  Centro – (11) 4057-1553
Mauá  – Av. Barão de Mauá, 1473 – Jardim Maringá – (11) 4547-6200
Mauá – ACIAM – Rua Guido Monteggia, 151 – Centro – (11) 4541-3089
Ribeirão Pires  – R. Stella Bruna Cecchi Nardelli, 48 – Centro – (11) 4822-8100
Santo André  – Av. Gilda, 120 – Vila Gilda – (11) 4422-7575
S.Bernardo do Campo – Rua Harmonia, 116 – Rudge Ramos – (11) 4366-2400
S.Bernardo do Campo –R.  Imperador, 14 –Nova Petropolis– (11) 4122-6400
São Caetano do Sul  – Av. Goiás, 1685 – Santo Antonio – (11) 4223-4300

Mais informações:     www.sicredi.com.br

ObraFácil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora