Início Destaque “Topo Chico”, a nova bebida alcoólica da Coca-Cola chega ao mercado de...

“Topo Chico”, a nova bebida alcoólica da Coca-Cola chega ao mercado de São Paulo

da Redação DiárioZonaNorte

Neste mês, está chegando às gondolas de supermercados de São Paulo e Rio de Janeiro — e também do México — a novidade da Coca-Cola. O nome pode soar estranho – e até virar brincadeira no meio dos jovens ou nas midias sociais – mas é uma marca vinda do México: “Topo Chico”. Agora, o nome “Topo Chico” vira para o segmento de hard seltzer. É uma categoria de bebidas alcoólicas tendo como elemento a água gaseificada, com aromas naturais de frutas — ficando entre os mercados da cerveja e gim tônica.

De onde vem o nome

O nome Topo Chico” da água mineral vem das fontes no interior do México, da região de Monterrey, a 900 quilômetros da capital mexicana – ao lado das montanhas com o nome de Cerro de La Silla (no formato de uma cela de cavalo) — , onde a Coca-Cola comprou há três anos a marca de água mineral com gás, com um rastro de 125 anos no mercado. Além do país de origem, a marca se propagou e ficou muito conhecida nos Estados Unidos, sendo até a sensação para os bartenders no preparo de vários drinques.

Agora,  a Coca-Cola  aposta no mercado brasileiro, que demonstra crescimento no segmento ” alcoólicos prontos para beber”, nas embalagens de fácil consumo: latas de 310 mililitros. E a novidade busca o público jovem na faixa de 21 a 35 anos (geração millennial), oferecendo três sabores: lima-limão, abacaxi e morango-goiaba. O teor alcóolico é de 4,7%, sem glúten, contendo 90 calorias por lata — o custo na base em quase 5 reais.

A novidade chega ao mercado brasileiro alinhada à tendência global de consumo, entre os jovens, que impulsiona a categoria. “O consumidor contemporâneo está, cada vez mais, buscando novas alternativas de bebidas e Topo Chico Hard Seltzer é uma grande aposta no Brasil. O produto deve surpreender e conquistar o paladar de quem opta por bebidas leves, refrescantes e com ingredientes naturais”, cita Renato Shiratsu, diretor de Integrated Brand Experience e Bebidas Premium da Coca-Cola Brasil.

No segmento das “hard seltzers” estão as bebidas com baixo teor de álcool, que vem da produção do açúcar de cana ou do malte da cevada. As novidades foram as introduções dos sabores de frutas, com outras marcas que estão há mais de seis anos no mercado norte-americano. Segundo estudos, neste mercado houve um forte crescimento de mais de 30 marcas e anotando nos últimos seis anos o crescimento de 43%.

Apostando no mercado

Apostando no mercado brasileiro, Roberto Mercade, presidente da região Norte da América Latina e parte do time que desenvolveu Topo Chico Hard Seltzer, afirma: “ A Coca-Cola tem um histórico de construção de marcas conhecidas mundialmente pelos sabores inovadores, estratégias criativas e uma execução exemplar no ponto de venda. Alinhado à popularidade de Topo Chico em mercados como México e Estados Unidos, este novo produto apresentará a marca e seu legado para ainda mais pessoas”.

Em sua estratégia de logística, a empresa definiu em prioridade supermercados e redes selecionadas: Atacadão, Assaí, Maxxi, Big, Pão de Açúcar, Rede Makro, Carrefour, BR Mania e Shell Select. E a grande expectativa é que vire moda com o consumo sempre gelado, com uma pedra de gelo ou uma fatia de limão ou laranja. Com a chegada do Verão, deve ser uma companhia nas praias.

A lenda

Na região de Monterrey, no México, a lenda registra  as virtudes das águas das montanhas que, desde 1895, dá  nome a uma das bebidas que se tornou a mais importante de todo o México: a “Água Mineral Topo Chico“.

Uma princesa asteca sofreu uma doença tão estranha que nenhum médico de seu pai, Moctezuma I Ilhuicamina, sucessor em 1440 do rei Itzcoatl, foi capaz de curar.  Desesperado, o rei recorreu aos sacerdotes mais velhos do reino para encontrar uma cura para sua bela filha. Sem sucesso.

Disseram-lhe que, de acordo com histórias atemporais de viajantes, em uma longínqua terra do norte, havia águas estranhas e escondidas que corriam em altas temperaturas. Águas nas quais bastava tomar banho ou beber para recuperar o vigor, a alegria, a força e o refresco.

Depois de viajar por estradas longas e acidentadas, a princesa e sua expedição chegaram a um vale fértil flanqueado por montanhas. E ali estavam as águas milagrosas.

Depois de passar algum tempo ali, tomando banho e bebendo água, a filha de Moctezuma I, seus padres e chefes voltaram às terras dos Anahuac otimistas, fortes, felizes e revigorados. A notícia da recuperação da princesa se espalhou por todo o reino e foi passando de geração em geração até os tempos modernos.

E dali surgiram as minas da “Água Mineral Topo Chico“, que depois de séculos de sua lenda chegam no mercado dos brasileiros.


Sobre Coca-Cola Brasil

Coca-Cola é uma marca registrada da empresa Coca-Cola nos Estados Unidos desde 27 de março de 1944. Originalmente concebida como um remédio patenteado quando foi inventada no final do século XIX por John Pemberton, a Coca-Cola foi comprada pelo empresário Asa Griggs Candler, cujas táticas publicitárias levaram a bebida ao domínio do mercado de refrigerantes no mundo ao longo do século XX.

O sistema Coca-Cola Brasil atua em 9 segmentos — refrigerantes, sucos, lácteos, bebidas vegetais, água, águas especiais, água de coco, bebidas esportivas e chás — com uma linha de mais de 260 produtos, entre sabores regulares e versões sem açúcar ou de baixa caloria. Composto por nove grupos de fabricantes franqueados, o Instituto Coca-Cola Brasil, mais Verde Campo e a parceria com Leão Alimentos e Bebidas, o sistema emprega diretamente 57,2 mil funcionários, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos.

A empresa aposta em inovação para ampliar seu portfólio e atingir o objetivo de ajudar a coletar e reciclar o equivalente a 100% de suas embalagens até 2030.  A Coca-Cola Brasil trabalha para oferecer cada vez mais opções com menos açúcar adicionado e no incentivo a iniciativas que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde atua.


 

d