Com o objetivo de prevenir o câncer de pele, a Santa Casa de São Paulo oferece exame gratuito à população que apresenta fator de risco. O atendimento acontecerá no ambulatório Conde de Lara das 09 às 15 horas,  no dia 1 de dezembro (sábado). Essa ação faz parte da campanha Dezembro Laranja.

Estudos apontam que pessoas que têm  maior propensão ao melanoma são as de pele clara e não conseguem se bronzear; com muitas pintas pelo corpo; cabelos e/ou olhos claros; familiares que tiveram câncer da pele; sofreram queimaduras solares; possuem sardas no rosto e/ou ombros; feridas que não cicatrizam; pintas crescendo; já tiveram câncer da pele ou estão acima dos 65 anos.

De acordo com a dermatologista Adriana Pessoa Mendes Eris  — que é a representante do  Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele na Santa Casa — , o câncer da pele pode ser evitado com cuidados simples. “Os raios UVB/UVA das 10 às 16 horas são os maiores influenciadores do câncer da pele, nesse período a indicação é não estar exposto ao sol, outra recomendação fundamental é fazer o uso de filtro solar acima do fator 30, reaplicar o produto depois de entrar no mar, na piscina ou após atividades com alta sudorese”, comentou a médica. Ele lembrou também que no mercado já existem roupas com proteção solar específica e isso ajuda principalmente os pais na hora de proteger as crianças, que tem mais dificuldade para aplicar o protetor solar.

Estar alerta ao câncer da pele não é comum para a maioria da população, porém investigar a doença é de extrema importância, principalmente para pessoas que tem propensão às feridas que não cicatrizam em quatro semanas, aumento e surgimento de pintas – sua cor irregular e diâmetro maior que um centímetro,  manchas na pele que coçam, ardem, descamam ou sangram.

Dezembro Laranja ===  A campanha Dezembro Laranja acontece todos os anos na Santa Casa de São Paulo. No ano passado mais de 700 pacientes foram atendidos e cerca de 8% deles diagnosticados com câncer. A ação para diagnóstico do câncer da pele criada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) tem apoio da Santa Casa de São Paulo que disponibiliza seu corpo clinico para reconhecimento do diagnóstico e direcionamento do público ao tratamento adequado. A identificação inicial é realizada através do aparelho de dermatoscopia um dos mais modernos na área dermatológica da instituição.

Segundo pesquisas,  o câncer da pele atinge cerca de 200 mil pessoas por ano. A doença tem dois tipos de classificação melanoma e não melanona e ambos são provocados pelo crescimento irregular das células que integram a pele humana, a medicina afirma que pacientes diagnosticados precocemente têm até 100% de chances de cura. << Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Comunicação/Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo >>

               Oncologista do HCor alerta: câncer de pele

            continua sendo o mais comum entre brasileiros 

O câncer de pele continua sendo o mais incidente entre a população brasileira. Foram 190 mil casos registrados em 2014, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), com expectativa de que a doença faça ao menos duas mil vítimas fatais. Essa alta incidência acontece pela exposição excessiva aos raios nocivos do sol. O estrago é cumulativo e, ao longo dos anos, ele pode se consolidar como um tumor. Com a chegada do verão e das festas de dezembro, o risco de exposição excessiva ao sol aumenta.

Uma das medidas mais eficazes para a prevenção do câncer de pele, além da diminuição da exposição aos raios solares, é a sua detecção precoce através do exame preventivo de toda a pele periodicamente por um dermatologista. “O câncer de pele é um tipo de tumor que poderia ser combatido com medidas simples, como usar protetor solar corretamente e evitar exposição nos horários de sol forte”, afirma o oncologista do HCor Onco, Dr. Auro Del Giglio.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) divulgou um consenso sobre fotoproteção voltado a brasileiros, em vez de apenas replicar dados de outros países. Com isso, a entidade passou a recomendar que fosse usado protetor solar com fator 30, no mínimo. A decisão foi baseada na miscigenação da população e no clima do país, considerando suas diferenças entre regiões.

Protetor solar: o melhor aliado contra o câncer de pele ===  O uso de filtro solar é recomendado durante todo o dia. Por mais leve que o sol possa parecer ao final da tarde, ele também pode ser prejudicial à pele. Nos horários de pico, mesmo com o protetor, a entidade recomenda evitar exposição solar. Isso entre às 10 e 15 horas, sendo que na região Nordeste deve-se evitar o sol desde às 9 horas e, na região Centro-Oeste, até às 16 horas.

Recomenda-se 2 miligramas, o equivalente a uma colher de chá, para cada uma das seguintes regiões do corpo: barriga e peito, braço e ombro direito, braço e ombro esquerdo, rosto e pescoço. Para os membros inferiores, recomendam-se duas porções para cada perna e pé.

“A maioria dos filtros solares requer novas aplicações quando a pessoa está exposta ininterruptamente ao sol. As aplicações podem ser feitas a cada quatro horas e, se a pessoa transpirar muito, o intervalo pode ser menor. Se a pessoa for entrar numa piscina ou no mar, recomenda-se usar um protetor à prova d’água”, explica Dr. Auro Del Giglio, do HCor. << Com apoio de informações/fonte: Target | Estratégia em Comunicação >>

Sobre a Santa Casa de São Paulo ===  Fundada há 460 anos, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo é uma instituição filantrópica, privada e laica, considerada um dos mais importantes centros de referência hospitalar do Brasil e presta serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS), atendendo pacientes de São Paulo, e de outros estados do Brasil.  Em média, por mês, a Santa Casa atende 39 mil emergências, 200 mil exames laboratoriais, 100 mil ambulatoriais e 2.200 casos cirúrgicos. A instituição também é reconhecida nacionalmente pelo desenvolvimento de pesquisas e por ser referência em atendimentos complexos, que necessitam de cuidados por equipes multiprofissionais. Aliado à tradição médica e à formação profissional especializada, a instituição realiza atendimento em 55 especialidades e áreas de atuação assistencial sendo referência para o Ministério da Saúde em alta complexidade.

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora