da Redação do DiárioZonaNorte ===

O governador   deve anunciar nesta 4a.  feira (22/04/2020) a reabertura gradual da economia a partir do dia 11 de maio.

Em seu Twitter, João Doria confirmou nesta 2a. feira (20/04/2020) que o governo vai anunciar “o planejamento de reabertura gradual dos setores produtivos” e disse que o plano “será implementado após o término desta etapa da quarentena, em 10 de maio.

“A reabertura levará em consideração diversos fatores como disseminação da epidemia, situação do sistema de saúde e distanciamento social. Todas as medidas estarão alinhadas com o Comitê de Saúde do Centro de Contingência do Coronavírus”, disse Doria em um segundo Twitter.

Em entrevista ao blog da jornalista  Natuza Nery , o governador reafirmou que a mudança deve ser gradual. “Somente para depois da quarentena. Até 10 de maio, nada muda. E será faseado (em etapas). Tudo amparado na ciência”, disse o governador ao blog.

Prorrogação da quarentena ==   Em  6 de abril o Governo do Estado de São Paulo  prorrogou a quarentena no estado  até 10 de maio.  O término da quarentena estava previsto para o dia 22 de abril.  A medida obriga o fechamento do comércio e mantém apenas os serviços essenciais, como nas áreas de Saúde e Segurança.

FIESP lança guia de 45 dias para a retomada ===   Em videoconferência realizada no  sábado (18/4) com empresários que fazem parte do Conselho Superior Diálogos pelo Brasil, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo lançou o Plano de Retomada da Atividade Econômica Após Quarentena, como contribuição para o Brasil planejar a reabertura gradual após o isolamento, tendo como primeiro objetivo a preservação da saúde da população.

Com mais de 70 páginas, o documento faz um resumo das melhores práticas adotadas internacionalmente para a retomada das atividades e detalha protocolos de prevenção da COVID-19 e cuidados com a saúde em domicílios, transportes público e privado, comércios de rua, shopping centers, fábricas, escritórios, escolas, creches, entre outros. O aumento do distanciamento físico, o uso de máscaras e outros equipamentos de proteção individual (EPIs), e o reforço das práticas de higienização das mãos e limpeza de ambientes foram algumas das medidas em comum indicadas a todos.  Veja aqui

Na Zona Norte  ===   Um dos templos da  Igreja Universal do Reino de Deus (IURD)  localizada na rua Benjamin Pereira, 602 – no bairro do Jaçanã, distribuiu um comunicado aos seus frequentadores – por meio de um grupo de WhatsApp, anunciando a retomada dos cultos presenciais na 4a. feira (22/04/2020) à partir das 08h.

A decisão tem como base o item 55 do  Decreto Municipal Nº 59.349, de 14 de abril de 2020, que recomenda horário de funcionamento das atividades industriais, comerciais e de serviços durante o estado de calamidade pública para enfrentamento da pandemia decorrente do coronavírus.  O  item 55 dá a entender que “Atividades religiosas de qualquer natureza, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde tem horário de funcionamento livre”

Isolamento Social ===   O   Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do Governo de São Paulo mostra que o percentual de isolamento social no Estado foi de 51% nesta segunda-feira (20/04).

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades maiores de 70 mil habitantes, que podem ser consultados e estão também disponibilizados em gráficos no site https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/isolamento. O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios.

O SIMI-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Governo de São Paulo possa consultar informações agregadas sobre deslocamento no estado. As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

 

 

LimpaSP – estréia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora