A senadora Marta Suplicy (MDB-SP), visitou nesta 6ª.feira (11/05/2018) o CONJUNTO HOSPITALAR DO MANDAQUI, na Zona Norte/Nordeste – que sofre uma série de problemas de atendimento e falta de médicos – ver matéria com detalhes/clique: https://bit.ly/2Idg4cw .

A senadora reuniu-se com a diretora-geral do Hospital do Mandaqui, Dra. Magali Vicente Proença, onde pode ouvir o relato de alguns dos problemas operacionais e técnicos enfrentados por médicos e pacientes – ver reportagem/link: https://bit.ly/2ujrUiL .  Em razão disto, em 29 de março passado houve um protesto pelas ruas do bairro e em frente ao CONJUNTO HOSPITALAR DO MANDAQUI, realizado pelo Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), Conselho Gestor do Hospital do Mandaqui e por usuários – ver reportagem no link: https://bit.ly/2urSGpe.

A senadora visitou diversas alas do Hospital do Mandaqui.  Em todas elas, o mesmo problema: falta de equipamentos e médicos. Como é do conhecimento da parlamentar, o governo estadual liberou novas vagas para contratação, porém, estas não atraem os médicos, principalmente por conta da baixa remuneração.  Outro problema apontado pela direção médica: nenhum hospital público da Zona Norte conta com profissional da área de hemodinâmica (cateterismo). O Hospital do Mandaqui até possui o equipamento mas não tem um médico capacitado para operá-lo. O paciente que necessita desse procedimento tem de esperar, em média,  cerca de 20 dias para realizá-lo e ser transferido para outro hospital.

A senadora Marta Suplicy também conversou com pacientes que estavam na sala de espera para atendimento. Deles ouviu algumas reclamações no atendimento. Diante desta situação e como senadora da República eleita pelo estado de São Paulo, Marta se comprometeu a ajudar o CONJUNTO HOSPITALAR DO MANDAQUI e os usuários com emendas parlamentares e a levar estas demandas ao Ministério da Saúde.

NA SEQUÊNCIA  === Após a visita ao Hospital do Mandaqui, Marta Suplicy seguiu  pela manhã para a Maternidade Escola da Vila Nova Cachoeirinha, construída em sua gestão na prefeitura da capital (2001-2004). Desde a inauguração se mantém como hospital referência na área da obstetrícia. Mesmo assim, a maternidade também necessita de investimento para a compra de equipamentos e obras de reestruturação.  Vizinho à maternidade, encontra-se o Hospital Geral da Vila Nova Cachoeirinha. O enredo se repete neste equipamento do governo estadual. Também falta profissionais e investimento para equipamentos.

MAIS UBS  === Já no período da tarde, a senadora visitou a Unidade Básica de Saúde Silmarya Rejane Marcolino Souza, no Jardim Carombé (Parada de Taipas – Zona Norte/Noroeste). Essa UBS atende uma população de 90 mil pessoas. O Programa Saúde da Família conta com 4 equipes e, cada uma, atende cerca de mil pessoas. Esta região necessita de mais duas UBS:  uma no Jardim Damasceno e outra no Jardim Brasília. Porém, além das dificuldades,  a senadora teve uma boa surpresa: dentro da UBS encontrou estudantes de medicina que iniciaram estágio logo no primeiro ano de curso. O que é uma ótima política de humanização dos profissionais da medicina, que já aprendem a conviver desde cedo com a realidade da saúde pública em nosso país. Humanização, segundo a Senadora, ”é a palavra chave”.

SITUAÇÃO DOS CEUs === Por fim, a senadora finalizou seu dia de agenda no Centro Educacional Unificado-CEU Paz,  na Brasilândia ( Zona Norte/Noroeste ). O equipamento foi inaugurado em sua gestão como prefeita. Porém, padece de investimento em zeladoria. Esse CEU está com suas piscinas interditadas, assim como outros 26 CEU’s da cidade, e possuí apenas uma quadra poliesportiva.

Diante destes problemas, a senadora Marta Suplicy  — que tem mandato até fevereiro de 2019 e concorre à reeleição nas próximas eleições —  comprometeu-se a ajudar as instituições com emendas parlamentares e a levar estas demandas aos Ministérios da Saúde, Educação e Cultura. Nos próximos dias, a senadora realizará uma nova agenda de visitas na Zona Norte (Nordeste e Noroeste). Desta forma, é bom acompanhar e cobrar as promessas e as emendas parlamentares.  << Com apoio de informações/fonte: Ass.Imprensa/Senadora Marta Suplicy>>

—–

CN Institucional

1 COMENTÁRIO

  1. Época de eleição os candidatos aparecem dizendo que irão solucionar todos os problemas.
    Estão lá no congresso há mais de duzentos anos e não fazem nada, pois temos problemas na saúde, educação, segurança, meio ambiente, empregos, população indígena, agrotóxicos, etc. só para citar aluns.
    Vamos escolher melhor nossos governantes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora