21.5 C
Sao Paulo
sexta-feira, 24 maio, 2019
CN Institucional
Home Cidade Prefeitura promete: “obra no Cingapura da Zaki Narchi deve ser entregue em...

Prefeitura promete: “obra no Cingapura da Zaki Narchi deve ser entregue em junho”.

A Prefeitura de São Paulo segue intensificando as ações da obra emergencial para substituição de 160 metros da galeria de águas pluviais que está sendo executada no Conjunto Habitacional Cingapura, na Avenida Zaki Nachi, Zona Norte da capital. A obra conta com investimentos de mais de R$ 16 milhões do Fundo Municipal de Saneamento Ambiental e Infraestrutura. Os trabalhos foram iniciados em dezembro de 2018 e devem ser finalizados no início de junho.

Os problemas são recorrentes no local desde dezembro de 2018. A tubulação implantada há 35 anos, no trecho em obras, era de ferro, sem revestimento de concreto. Com o passar do tempo, a galeria enferrujou e rompeu.

“O acidente aconteceu por conta de ligações clandestinas que foram feitas e que levaram o esgoto para uma estrutura que não estava preparada para receber uma grande quantidade de esgoto e que acabou cedendo”, disse o alcaide municipal.

O espaço conta com 300 metros lineares, e a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) está substituindo 160 metros que eram de ferro. Até o momento já foram implantadas 80% das estacas que fazem a contenção da terra das valas, 20% das aduelas (anéis de concreto que formam a galeria) foram instaladas, além de 10 % do reaterro.

                 O problema é mais antigo do que parece.

                      E houve gastos no governo anterior.

Antecedentes === Em 22 de agosto de 2016 — ainda na gestão anterior, do prefeito Fernando Haddad (PT) –,  já houve um problema semelhante com outra cratera, que afundou a quadra de esportes no meio dos prédios do Cingapura. Descobriu-se que a obra de canalização foi construída há 25 anos no governo da Luiza Erundina (gestão na Prefeitura de 1989 a 1993), com pré-moldados e uma estrutura metálica conhecida como ARMCO (nome da empresa que patenteou o modelo), que com o tempo acabou oxidando e fez o terreno desabar, mais erosão e abrindo o enorme buraco.
Na sequência da canalização do córrego, já no governo de Paulo Maluf (gestão 1993 a 1997) foram construídos os prédios do Projeto Cingapura, pioneiro na cidade de São Paulo.  As obras foram realizadas, mas os técnicos da Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), na época, resolveram não mexer na parte anterior ao problema. Segundo moradores que tiveram acesso às informações de engenheiros, é justamente o trecho agora que deu problema, ainda com a mesma estrutura metálica da ARMCO. Clique aqui  e leia mais detalhes na reportagem de 2016 e veja também  a reportagem do SPTV  1ª edição == mais as fotos das obras.

Leia também a reportagem mais recente do DiárioZonaNorte

Clique no título:

“Enchente com esgoto”, agora é a novidade para os moradores do Carandiru, na Zona Norte. Até quando? == 13/01/2019.

 


 

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora