Da Redação DiárioZonaNorte ===

Prestes a completar seis meses de interdição, a Ponte e Viaduto Presidente Dutra que  dá acesso à Rodovia Presidente Dutra pela pista expressa da Marginal Tietê, foi liberada para o trânsito, na tarde desta  2a. feira (17/06/2019).

O conjunto viário foi  interditado por segurança em 23 de janeiro de 2019, após laudo  estrutural, emitido pela Concremat Engenharia e Teconologia S/A, apontar o rompimento da  viga de apoio da estrutura no pilar, junto à margem esquerda do rio Tietê.

A obra foi executada pela G2O Gerenciamento e Obras LTDA, que realizou a recuperação da estrutura da ponte, substituindo os aparelhos de apoio (material localizado entre a cabeça do pilar e a viga) dos pilares 3 e 6, recuperação de fissuras e trincas por meio de injeção de resina e remoção do excesso de argamassa da laje superior do tabuleiro (área onde passam os carros).

Também foi executado reforço por protensão (cabos de aço tensionados) nos vãos 4 e 6, aplicação de fibra de carbono para reforço do vão 5 e recomposição das duas juntas de dilatação. As pistas receberam asfalto e um sistema de drenagem novo.   O custo  estimado foi de R$ 7 milhões de reais, bancados pelo Tesouro Municipal.

Após os testes de carga com caminhões realizados nos dias  8, 9  e 10 de março, a obra foi liberada oito dias antes do prazo previsto. Participaram da vistoria e liberação o prefeito Bruno Covas, os  secretários Vitor Aly (Infraestrutura Urbana e Obras) e Edson Caram (Mobilidade e Transportes) e o subprefeito Dário José Barreto de Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros.

Ponte Presidente Dutra tem 400 metros de extensão e é formada por um conjunto de dois viadutos e duas pontes sobre o rio Tietê, na altura do número 860 da Avenida Condessa Elizabeth Rubiano (no Belenzinho)  para quem vai no sentido Rodovia Ayrton Senna  e  na altura do número 940 da Avenida Morvan Dias de Figueiredo (na Vila Maria), para quem vai sentido Ponte das Bandeiras.  A obra teve início em 1946 e apresenta 7 pistas, divididas em 4 alças.  Por hora a estrutura recebe aproximadamente  1.800 veículos por faixa

Ponte da Vila Maria  ===  A CET proibiu  em 29 de maio de 2019,  a pedido da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (SIURB),  a circulação de caminhões na Ponte da Vila Maria (Jânio Quadros) no   sentido Centro/Bairro,  para a realização de obras emergenciais.

Laudo inconclusivo ===  A SIURB recebeu da  empresa Bureau Veritas do Brasil Sociedade Classificadora e Certificadora Ltda., em 22 de maio de 2019,  um  laudo estrutural inconclusivo sobre o estado de segurança da Ponte da Vila Maria. Após um segundo laudo emergencial, feito pela mesma empresa a pedido de SIURB, foram constatados problemas nas vigas de sustentação, danificadas pelas sucessivas colisões  de caminhões que não respeitam o limite de altura permitido.

Os trabalhos de recuperação começaram em 31 de maio, comprazo de término em 180 dias.  A obra foi contratada em caráter de emergência junto a Concrejato Serviços de Engenharia S/A, e o contrato foi respaldado  pela Lei Federal 8666/03 – artigo 26,

Programa de Metas da Prefeitura  ===  O Programa de Metas da Prefeitura deverá realizar a inspeção preventiva de  185 Obras de Arte Especiais (OAE), nome dado a estruturas que têm a finalidade de transpor obstáculos, tais como avenidas, vales, rios, entre outros.  Quando construídas sobre cursos d`água, são denominadas pontes; sobre avenidas ou vales secos, viadutos.  Até agora já foram vistoriadas 73 OAE. O Programa de Metas também inclui a recuperação de 50 pontes, passarelas ou túneis.

A prefeitura já recebeu 16 dos 18 laudos estruturais contratos em caráter emergencial. Os dois restantes serão entregues até 13 de agosto.

Entre os que faltam, está o laudo estrutural da Ponte da Cruzeiro do Sul, que nos  próximos 120 dias  passará por vistoria. O serviço será executado pela empresa  Finger & Sommer Engenharia e Consultoria Ltda.    

Outros 55 laudos para definir a situação de pontes e viadutos serão contratados por meio de licitação pública.  A SIURB lançou em março a licitação para a contratação de laudos estruturais de 17 pontes e viadutos que, após as vistorias visuais realizadas pela SPObras não caracterizaram a necessidade de emergências. Para atender a solicitações feitas pelo mercado, o edital foi revogado em 5 de junho e será republicado na 3a. feira (18/06/2019).

Crédito Fotos: Secom

CenterNorte Institucional Maio2019

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora