O prefeito Bruno Covas assinou nesta 3ª feira (09/06/2020) termo de compromisso com 27 entidades representativas de imobiliárias e do comércio de rua para promover a abertura ao público de mais dois setores classificados na fase laranja (fase 2) do Plano São Paulo do Governo do Estado. Assinaram os termos de compromisso: cinco entidades do setor imobiliário e 22 entidades do comércio. O comércio poderá abrir as portas entre 11 horas e 15 horas. As imobiliárias vão abrir 4 horas por dia, desde que o horário de funcionamento (abertura e fechamento) não ocorra durante o horário de pico.

“A principal regra é o horário de funcionamento”, disse o prefeito sempre lembrando os compromissos do setor para que a cidade continue avançando e não retroceda nos índices de contaminação da população pelo novo coronavírus. “A expectativa agora é que amanhã, a gente também consiga assinar com o setor de shoppings centers para que também possam votar a funcionar a partir de quinta-feira e, com isso, já teremos assinado com 5 setores”, explicou o prefeito. Segundo ele, a cidade continua em quarentena e embora a disseminação do vírus tenha sido controlada é importante a população evitar deslocamento desnecessário.

As entidades comprometeram-se com medidas de distanciamento social, higiene, sanitização de ambientes, orientação dos clientes e dos colaboradores, compromisso para testagem de colaboradores e medição de temperatura dos clientes, horários alternativos de funcionamento, redução do expediente, sistema de agendamento para atendimento, protocolo de fiscalização e monitoramento do próprio setor (autotutela) e, esquema de apoio para colaboradores que não tenham quem cuide de seus dependentes incapazes no período em que estiverem fechadas as creches, escolas e abrigos – especialmente as mulheres, que são mães.

Os dois novos setores autorizados a funcionar estão entre os que mais empregam colaboradores na cidade. Na 6ª feira da semana passada (05/06/2020), a Prefeitura autorizou a reabertura de concessionárias de veículos e escritórios de prestação de serviços. As autorizações foram publicadas no Diário Oficial do Município. Os protocolos sanitários só deixarão de ser adotados quando acabar o Estado de Calamidade Pública na cidade de São Paulo por conta da pandemia do coronavírus.

Todos os setores qualificados na fase 2 do Plano estadual já enviaram propostas de protocolo para reabertura à Prefeitura de São Paulo. Entre 01 e 09 de junho, a Administração recebeu 107 propostas de protocolos sanitários de reabertura de entidades setoriais. Entre os documentos recebidos 60 são de entidades da fase 2 e outras 47 sugestões são de entidades enquadradas nas demais fases.

Para promover uma retomada da atividade econômica na cidade bem sucedida, a Prefeitura está realizando uma parceria com os setores produtivos privados para que as empresas voltem a funcionar no tempo certo e de maneira segura. As entidades deverão orientar e acompanhar os estabelecimentos que integram o seu setor econômico para garantir o cumprimento do protocolo. Elas também vão apoiar a administração municipal na supervisão e fiscalização das empresas, a chamada autotutela.

Confira quais são as 26 entidades representantes das imobiliárias e do comércio de rua na assinatura do termo de compromisso com a Prefeitura.

Imobiliárias –

  • – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCORPORADORAS IMOBILIÁRIAS – ABRAINC,
  • – CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS – CRECISP,
  • – SERVIÇO SOCIAL DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO – SECONCI-SP,
  • – ASSOCIAÇÃO DAS ADMINISTRADORAS DE BENS IMÓVEIS E CONDOMÍNIOS DE SÃO      PAULO – AABIC,
  • – SINDICATO DAS EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE         IMÓVEIS DE SÃO PAULO – SECOVI

  • Comércio –

 

  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE VESTUÁRIO – ABIV,
  • – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTILISTAS – ABEST,
  • – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO SETOR DE BICICLETAS – ALIANÇA BIKE,
  • – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO VAREJO TÊXTIL – ABVTEX,
  • – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS LOJISTAS SATÉLITES – ABLOS,
  • – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE SÃO PAULO – ACSP,
  • – ASSOCIAÇAO COMERCIAL DOS JARDINS,
  • – ASSOCIAÇÃO DE LOJISTA DO BRÁS – ALOBRÁS,
  • – ASSOCIAÇÃO PAULISTA DOS EMPRESÁRIOS DO CIRCUITO DAS COMPRAS – APECC,
  • – CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DA SANTA IFIGÊNIA,
  • – CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DO BOM RETIRO,
  • – FEDERAÇÃO DAS CÂMARAS DE DIRIGENTES LOJISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO,
  • – SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS DE SÃO PAULO,
  • – UNIÃO DOS LOJISTAS DA RUA 25 DE MARÇO E ADJACÊNCIAS – UNIVINCO,
  • – SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DE DROGAS MEDICAMENTOS CORRELATOS,       PERFUMARIAS COSMÉTICOS E ARTIGOS DE TOUCADOR NO ESTADO DE SÃO PAULO,
  • – SINDICATO DO COMERCIO DE SAO PAULO
  • – FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DE SÃO          PAULO – FECOMERCIO
  • – INSTITUTO PARA DESENVOLVIMENTO DO VAREJO – IDV
  • – ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DA REGIÃO SUL – AESUL
  • – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA CONFECÇÃO –          ABRAMACO
  • – SINDICATO DO COMERCIO ATACADISTA DE COUROS E PELES DE SAO PAULO
  • – CONSELHO REGIONAL DE REPRESENTANTES COMERCIAIS

<< Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação-Secom/PMSP>>

 

credito_sicredi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora