14.8 C
São Paulo
segunda-feira, 20 julho, 2020
IBCC Institucional
Home Cidade Prefeitura aprova o funcionamento de 9 cinemas drive-in na cidade

Prefeitura aprova o funcionamento de 9 cinemas drive-in na cidade

Com as salas de cinemas fechadas  face a pandemia de COVI-19 (Coronavírus), os “velhos” drive-ins ressuscitaram como opção interessante para quem quer sair de casa e ver um filme, assistir a um show musical etc., sem desrespeitar totalmente as regras do
distanciamento social.

O primeiro drive-in nasceu em 1933, em Nova Jersey, idealizado por Richard Hollingshead, que tinha uma conexão com carros: seu pai era empresário do ramo automotivo. A mãe era obesa e não se sentia confortável em cinemas comuns. Ele então desenvolveu um drive-in caseiro para ela no quintal, antes de ampliar e patentear a ideia. O formato se popularizou pelos Estados Unidos, chegando a mais de 4  mil cinemas do tipo nos anos 60.

As características de um cinema drive in (modelo de evento mais comum) consiste em uma grande tela, tipo “outdoor”, cabine de projeção, lanchonete, sanitários e uma grande área de estacionamento para os automóveis, onde, dentro desta área fechada, os clientes podem ver filmes a partir da privacidade e conforto de seus carros. Originalmente, o som do filme vinha por alto-falantes instalados perto da tela ou por um alto-falante pendurado individualmente na janela de cada carro, entretanto, nos dias atuais foi substituído por um método de transmissão de trilha sonora em uma potência de saída baixa em rádios AM ou FM em uma determinada frequência, para ser apanhada por todos os carros.

Implantação em São Paulo === Desde o início do mês de junho, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Licenciamento (SEL), começou a autorizar a emissão de Alvarás de Autorização para Eventos Temporários para cinemas tipo drive-in, desde que em locais abertos e seguindo orientações específicas para a segurança sanitária de todos.

Durante esse período, já foram licenciados e autorizados a funcionar diversos cinemas drive-in na cidade de São Paulo. Ao todo, até o momento, são nove locais que oferecem diversão e entretenimento para toda a família, com filmes e shows. A Prefeitura segue recebendo novos pedidos e a expectativa é que, em breve, mais locais sejam liberados e entrem em funcionamento seguindo todas as normas técnicas e sanitárias exigidas pelo poder público.

Os drive-in são cinemas ao ar livre onde os frequentadores assistem aos filmes de dentro dos seus veículos e a projeção acontece através de uma grande tela outdoor. O modelo se tornou popular na década de 60 e, em decorrência no novo coronavírus e das regras de distanciamento social, voltou a ganhar notoriedade no Brasil e no exterior.

Confira os drive-in autorizados até o momento pela Prefeitura:

  • CTN Drive-in – R. Jacofer, 615 – Limão (Zona Norte)
  • Drive In Marte – Av. Santos Dumont, 1979 – Santana (Zona Norte)
  • Arraiá Drai Vem – Tv. Casalbuono, 120 – Vila Guilherme (Zona Norte)
  • Cine Drive-in Espaço das Américas – R. Tagipuru, 795 – Barra Funda
  • Belas Artes Drive-in – Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
  • Arena Sessions – Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca
  • Arena Estaiada Drive-in – Av. Jornalista Roberto Marinho, 6807 – Jardim Panorama
  • Drive-in Stage – Av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200 – Vila Andrade
  • Tom Brasil Experience Drive-in – R. Bragança Paulista, 1281 – Várzea de Baixo

Como funciona o licenciamento dos cinemas drive-in === Para que seja autorizada a instalação e funcionamento de cinemas drive-in na cidade de São Paulo, o interessado deve solicitar o Alvará de Autorização para Evento Temporário, documento emitido pela Secretaria Municipal de Licenciamento (SEL) que autoriza atividades temporárias geradoras de público acima de 250 pessoas. Para a emissão do alvará, é necessário que o interessado atenda a legislação urbanística e de segurança, como o Código de Obras e Edificações (Lei nº 16.642/2017), Lei de Zoneamento (Lei nº 16.402/2016), Decreto nº 49.969/2008 e os protocolos sanitários no que diz respeito ao controle do distanciamento social.

Deve ser respeitado, por exemplo, o uso de máscara, limite de 4 passageiros por veículo, higienização completa do local entre as sessões e demarcação de 2 metros de distancia mínima entre as pessoas nas áreas comuns, como sanitários e lanchonete, entre outros. O distanciamento de 2 metros também é compulsório entre os veículos estacionados. Adicionalmente, não será autorizada a entrada de quaisquer outros meios de transporte ou de carros conversíveis com a capota aberta.

Para auxiliar na obtenção do documento, a Prefeitura elaborou um Caderno Técnico que presta as informações necessárias para a solicitação do Alvará de Autorização para Evento Temporário tipo drive-in. O material apresenta os elementos que compõem a autuação do processo, como lista de documentos necessários, permitindo assim a análise objetiva do projeto apresentado.

 Clique aqui e veja o Caderno Técnico com as normas.


<< Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação – PMSP >>

LimpaSP – estréia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora