18 C
São Paulo
sábado, 8 maio, 2021
Início Bem Estar Prefeitura anuncia 555 novos leitos para covid-19. Jaçanã ficará com dez

Prefeitura anuncia 555 novos leitos para covid-19. Jaçanã ficará com dez

A Prefeitura de São Paulo irá criar 555 novos leitos (UTI e enfermaria) para pacientes com covid-19 na capital paulista. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas durante coletiva de imprensa on-line nesta 6a. feira (12mar2021).

Já na próxima 2a. feira (15mar2021), 130 novos leitos de UTI serão implementados na capital, sendo 100 no Hospital do M’ Boi Mirim, 20 no Guarapiranga (ambos na Zona Sul), e 10 no Hospital São Luiz Gonzaga , no Jaçanã – na Zona Norte.

Outros 185 leitos de enfermaria também serão criados na próxima semana, sendo 105 leitos no Hospital da Cantareira — que está localizado na Avenida Nova Cantareira, 3050, no Tucuruvi-Zona Norte —, já na 2a. feira. No decorrer da semana serão criados outros 60 leitos no Hospital da Capela do Socorro (Zona Sul) e 20 no Sorocabana (Zona Oeste).

A rede de Saúde municipal também será ampliada com a criação de 240 novos leitos nos Hospitais Dia. “Estamos suspendendo todas as cirurgias eletivas nos 16 Hospitais Dia para conversão desses hospitais em hospitais de baixa e de média complexidade alocando em cada um deles 15 leitos para atendimento prioritário das AMAS”, explicou o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

Os 240 leitos em Hospitais Dia irão contemplar três unidades na Zona Leste (Itaim Paulista, São Mateus e São Miguel Paulista – Tito Lopes), dois na Zona Norte (Brasilândia/Freguesia do Ó e Vila Guilherme), dois na Zona Oeste (Butantã e Lapa), quatro na região Sudeste (Ipiranga – Doutor Flávio Giannotti, Mooca, Penha e Vila Prudente) e cinco na Zona Sul (Campo Limpo, Capela do Socorro, Cidade Ademar, M’Boi Mirim I e M’ Boi Mirim II).

Rede de atendimento

Com os dois hospitais de campanha (Anhembi e Pacaembu) implementados em 2020, a rede de Saúde municipal contava com 1.071 leitos de baixa e média complexidade.

Agora, com os 240 leitos nos Hospitais Dia, 406 no Brasilândia, 110 no Brigadeiro, 105 no Cantareira, 120 no Capela do Socorro e 79 no Sorocabana, o município conta hoje com 1.060 leitos de baixa e média complexidade.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, é extremamente importante que todas as pessoas, sobretudo os jovens, a qualquer surgimento dos sintomas procurem imediatamente uma unidade de Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) municipal para encaminhamento aos Hospitais Dia. “Estamos sentindo que os jovens demoram mais procurar o sistema de Saúde e quando chega, já chega em condições agravadas”, disse.

Contratação de leitos privados

A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial da Cidade a contratualização de leitos privados de enfermaria não covid na rede privada para transferência de pacientes da rede pública para esses locais, liberando espaço nos hospitais municipais para abertura de leitos covid.

“Mantemos os editais de chamamento público para contratação de leitos de UTI e de enfermaria covid em toda cidade e um chamamento público será lançado no próximo dia 16 para o aluguel de 49 respiradores no município”, finalizou o secretário Edson Aparecido. << Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação-Secom/PMSP>>

Assista abaixo a íntegra da entrevista coletiva: