Início Cotidiano Polícia Civil e GCM detém 335 pessoas e recupera 2.400 celulares...

Polícia Civil e GCM detém 335 pessoas e recupera 2.400 celulares roubados

Tempo de Leitura: 2 minutos

 

  • A ação, que está em sua quarta edição, contou com o empenho de mais de mil policiais, além de equipes da GCM

Em toda a cidade, incluindo a Zona Norte, houve uma mega-operação — envolvendo todos Distritos Policiais — para coibir o roubo e venda de celulares. A Polícia Civil deteve 335 pessoas e apreendeu mais de R$ 150 mil e cerca de 2,4 mil celulares durante a Operação Capital Mais Segura IV, deflagrada ao longo desta 3ª feira (28/09/2021) para cumprimento de ordens judiciais relacionadas à investigação de crimes patrimoniais na cidade de São Paulo.

Além disso, foram realizadas diligências em estabelecimentos que atuam no ramo de compra, venda, revenda, monte e desmonte de celulares.

Com a mobilização de mais de 470 viaturas e do helicóptero Pelicano, as atividades de campo contaram com o empenho de mais de mil agentes das oito Delegacias Seccionais subordinadas ao Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), dos grupos Armado de Repressão a Roubos (Garra) e Especial de Reação (GER), do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope) e da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

“Fizemos essa força tarefa com o propósito principal de tirar de circulação as pessoas que cometem os crimes contra o patrimônio, como por exemplo roubos e/ou furtos de aparelhos celulares e extorsões mediante sequestro, que são investigados pelas 93 delegacias territoriais da Capital”, ressaltou o delegado Albano David Fernandes, diretor do Decap.

Ao todo, foram cumpridos 292 mandados de prisões preventivas e temporárias e 22 ordens de busca e apreensão, resultando na prisão de 335 pessoas e na apreensão de 2.461 celulares, de quatro armas, de 20,5 quilos de drogas e de R$ 152.836,00.

Durante as diligências, mais de 180 lojas foram vistoriadas. Além disso, foram contabilizados 65 flagrantes relacionados a crimes receptação, tráfico de drogas e porte ilegal de arma.

Operação Mobile

“Tivemos um resultado bastante expressivo hoje e ainda temos atuação permanente com a Operação Mobile, onde visitamos os estabelecimentos que trabalham com comércio de celulares de forma irregular”, ressaltou o delegado Albano.

De janeiro a agosto, mais de mil locais foram vistoriados, resultando na apreensão de quase 8,9 mil aparelhos e na prisão de mais de 300 pessoas. << Com apoio de informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Segurança do Estado de São Paulo / Governo de São Paulo >>


Veja o álbum de fotos – clique em cima da foto para expandí-la:

d