Início Cotidiano Ordem dos desfiles das escolas de samba de SP está definida. Pode...

Ordem dos desfiles das escolas de samba de SP está definida. Pode ser em julho-2021

Com as perpectivas que ocorra o Carnaval 2021 em julho, adiamento por causa da pandemia do Coronavírus/Covid-19, e sem a presença do público e com a participação de representantes e dirigentes das escolas de samba, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo promoveu o sorteio da ordem dos desfiles dos grupos de Acesso II, Acesso e Especial.

Grupo Especial

A 6ª feira de Carnaval vai começar com Acadêmicos do Tucuruvi na pista. Conforme o regulamento, a escola vice-campeã do grupo de Acesso no ano vigente é a primeira a desfilar no ano seguinte, pelo grupo Especial. Em seguida, desfilam Colorado do Brás, Mancha Verde, Tom Maior, Unidos de Vila Maria, Acadêmicos do Tatuapé e Dragões da Real.

No sábado, segundo dia de desfile do grupo Especial, quem abre a noite é a Vai-Vai, campeã do grupo de Acesso em 2020, seguida por Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre, Águia de Ouro, Barroca Zona Sul, Rosas de Ouro e Império de Casa Verde.

Águia de Ouro, atual campeã do Carnaval, escolheu ser a quarta escola a desfilar no sábado, uma regalia de direito da vencedora, segundo o regulamento. Para Sidnei Carriuolo, presidente da Liga-SP e da Águia de Ouro, a posição tem vantagens por ser exatamente a metade da noite de desfiles: “Tem três escolas antes e três escolas depois. É uma certeza de que você pega a Avenida escura ainda, não pega a transição da luz da noite para o dia, mesmo se houver atraso, e ao mesmo tempo você já está com uma Avenida aquecida, a arquibancada já está no pique”, explica. Ainda de acordo com Sidnei, em relação às notas ou desempenho da agremiação na pista, nada muda: “Tem que fazer um desfile legal, seja a primeira, seja a última. É mais uma questão de arquibancada mesmo”.

Grupo de Acesso

Morro da Casa Verde abre a noite dos desfiles do grupo de Acesso em 2021. A agremiação é a atual campeã do grupo de Acesso II. O domingo segue com Camisa Verde e Branco, Mocidade Unida da Mooca, Independente Tricolor, Estrela do Terceiro Milênio, X-9 Paulistana, Leandro de Itaquera e Pérola Negra.

Grupo de Acesso II

De acordo com o regulamento, a recém-promovida ao grupo de Acesso II é responsável por iniciar a noite de desfiles na 2ª feira. Brinco da Marquesa, portanto, é a primeira escola a passar pela Avenida. Em seguida, desfilam Camisa 12, Uirapuru da Mooca, Primeira da Cidade Líder, Unidos de Santa Bárbara, Torcida Jovem, Nenê de Vila Matilde, Unidos do Peruche, Imperador do Ipiranga, Amizade Zona Leste, Tradição Albertinense e Dom Bosco de Itaquera.


Expectativas e planejamento para o Carnaval 2021

O desfile das escolas de samba deve ocorrer em julho de 2021, havendo vacinação para a população e de acordo com a posição da capital no Plano São Paulo, que determina a reabertura econômica de todos os setores, considerando a disponibilidade de leitos de UTI e o ritmo de contágio da covid-19, bem como as diretrizes que devem ser seguidas para que aglomerações sejam evitadas. A transferência de data foi uma decisão pensada junto com a Prefeitura de São Paulo e o Governo do Estado, diante do cenário pandêmico em 2020.

O próprio sorteio da ordem dos desfiles precisou ser adiado para evitar aglomerações e, assim, prevenir o aumento de casos da covid-19 na capital. Apesar do ano atípico que as escolas enfrentaram, o trabalho foi adaptado para que as práticas carnavalescas não parassem.

“Não conseguimos prever as coisas lá na frente. O importante é organizar agora. Organiza no presente e vamos ver no futuro o que acontece. Estamos muito bem planejados, com muitas conquistas, muitas coisas andaram, muito favorecimento ao samba”, conta Sidnei Carriuolo, presidente da organizadora do Carnaval.


<<Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Imprensa da Liga das Escolas de Samba de SP>>

 

d