por Aguinaldo Gabarrão ===

A ditadura do generalíssimo Francisco Franco (1892 – 1975) esteve presente na vida dos espanhóis por quase 40 anos. Após sua morte, houve um aprofundamento das reformas políticas que culminaram com a “… anistia de todos, para todos”.

O pacto exigia passar a borracha no passado e vender a ideia de que o esquecimento era a melhor forma de olhar para o futuro. Mas o que fazer com a ferida aberta na sociedade espanhola, por conta das arbitrariedades executadas pelo antigo regime?

O documentário O Silêncio dos Outros, produzido pelo premiado diretor Pedro Almodóvar, ajuda a compreender um pouco dessa história e não deixa dúvidas de que a melhor forma de superar o passado é enfrentar os seus fantasmas e dar a voz àqueles que sofreram com a ditadura e buscam por justiça.

Em busca da dignidade ===  Os cineastas Almudena Carracedo e Robert Bahar durante seis anos acompanharam a saga de vários desses sobreviventes, movidos pelo sentimento de justiça: levar aos tribunais o torturador cruel e o médico do regime que sequestrava crianças de opositores do regime ou de mães solteiras; as filhas que desejam recuperar os restos mortais de seus pais para lhes dar sepultura digna.

A cada comovente depoimento, atesta-se o quanto o extremismo político pode levar à supressão de liberdades e direitos civis, promovendo um espetáculo de horror.

Ironia cruel ===  Um dos ativistas, José Galantes, acompanhado pela equipe de documentaristas, fala da ironia cruel ao morar numa rua com o nome de um general do regime franquista, além de ter como um de seus vizinhos, seu antigo torturador a quem ele tenta processar.

Causa espanto constatar a morosidade da justiça espanhola e, por sua vez, a coragem de uma juíza argentina, que aceita representar e tomar os depoimentos em solo argentino de vítimas do antigo regime de Franco, sob a alegação de que tais crimes são contra a humanidade, portanto, não possuem fronteiras nem prescrição.

Democracia que sangra ===  O roteiro escrito pelos cineastas com a colaboração de Kim Roberts e Ricardo Acosta, tem a sensibilidade de relacionar os depoimentos com cenas documentais de períodos específicos da história recente espanhola.

A estas imagens perturbadoras, somam-se um conjunto estatuário do artista plástico Francisco Cedenilla, que homenageia seu avô e a todos que sofreram na guerra civil espanhola e no governo franquista. São quatro figuras solitárias que se destacam sobre elevações rochosas. O olhar sem rumo de cada escultura é o testemunho silencioso de todos que sofreram diante da ignomínia humana.

O Silêncio dos Outros é um documentário imprescindível pela forma de apresentar o regaste da memória como ponto de conexão para o devido ajuste de contas com o presente e, desta forma, construir um futuro livre dos mesmos erros do passado. 

Assista ao trailer do filme: 

FICHA TÉCNICA

O SILÊNCIO DOS OUTROS

(Título original: El silencio de otros) ===  Distribuição: Supo Mungam Films

Direção: Almudena Carracedo e Robert Bahar / Roteiro: Almudena Carracedo, Kim Roberts, Ricardo Acosta, Robert Bahar / Direção de Fotografia: Almudena Carracedo / Trilha Sonora: Jacobo Lieberman, Leonardo Heiblum / Montagem: Almudena Carracedo, Kim Roberts, Ricardo Acosta / Produção: Almudena Carracedo, Robert Bahar / Estúdio: Blue Ice Docs, El Deseo S.A, Lucernam Films, Semilla Verde Productions

Gênero: Documentário / Duração: 1 hora e 36 minutos / Idioma: espanhol / Cor: colorido / Classificação indicativa: 12 anos / País: Espanha / Ano de Produção: 2018 / Lançamento: 28 de fevereiro de 2019


(*) Aguinaldo Gabarrão, ator. Trabalhou com diretores de diferentes estilos e gerações. Adora cinema. Atua também no segmento corporativo por meio de cursos, treinamentos e palestras com as técnicas do teatro.

Nota da Redação: As críticas publicadas neste espaço são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões nelas emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista do “DiárioZonaNorte” e nem de sua direção.


Investir e Ganhar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora