Nos últimos anos, os motéis vêm passando por um novo momento, investindo em modernização de conceitos e busca constante pela alta qualidade na prestação de serviços aos hóspedes. Tanto que eles estão cada vez mais profissionais para atender um público exigente.

E para desmistificar pré-conceitos e tirar dúvidas, a Associação Brasileira de Motéis (ABMotéis) aborda alguns pontos que causam desconfiança sobre os quartos de motel. Confira:

Piscinas  === Sabia que o mesmo tratamento oferecido às piscinas de clubes, hotéis, Spas, academias e condomínios é dado às piscinas dos motéis? E só para você ter uma ideia, as academias e os condomínios, por exemplo, não trocam as águas destes espaços. Por isso, fique tranquilo. As piscinas dos motéis também são seguras. A água usada é tratada com cloro, conforme determina legislação especifica, e normalmente os filtros ficam ligados 24 horas por dia. E, diferentemente das piscinas dos locais citados acima, por exemplo, as dos motéis ainda têm menor rotatividade de pessoas em um único dia;

Hidro  ===  As hidromassagens dos motéis são higienizadas e esterilizadas em dois processos, assim como acontece nas hidros de hotéis, pousadas e SPAs. Em um deles, um produto à base de cloro higieniza a tubulação e no outro há a esterilização de toda a superfície da banheira;

Enxoval === Em muitos casos, os enxovais são lavados nas mesmas lavanderias terceirizadas, que fazem a mesma higienização para outros meios de hospedagem e até mesmo hospitais;

Cozinha de motel ===  Muitos estabelecimentos têm estruturas profissionais melhor até que restaurantes, sendo alguns deles contando, na equipe, com chefs que assinam os cardápios. Normalmente, as cozinhas dos motéis funcionam 24 horas e apresentam opções variadas de lanches a refeições completas, finalizando com sobremesas, além de opções de drinks e cartas de vinhos.

E tudo isso é oferecido com conforto e privacidade, uma vez que pelo sistema de room service, os motéis possuem móveis por onde os pedidos são entregues na suíte sem contato com o hóspede;

Público de motel === Você sabia também que 71% das pessoas que frequentam motéis (entre uma ou mais vezes por semana) têm relação estável? Pois é! Já quando o assunto são os visitantes ocasionais (até quatro visitas por ano), o percentual é ainda maior: 85% dos frequentadores são casados ou namorados.

Os dados são da última pesquisa “Hábitos de Lazer“, da Hello OnTarget e Guia de Motéis,   que traçou o perfil de frequentadores de motéis pelo Brasil.

Dessa forma, desmistificamos aquele pré-conceito de que a maioria dos frequentadores são provenientes de relacionamentos extraconjugais. A verdade é que muitos consideram o motel o ambiente perfeito para comemorações especiais de um casal, como noite de núpcias e aniversários de casamento.

Cada dia mais moderno, o setor moteleiro tem obtido avanços significativos nos últimos anos. O mercado fatura R$ 4 bilhões ao ano e emprega 600 mil pessoas, direta e indiretamente. A estimativa é de que, por ano, 100 milhões de hóspedes sejam atendidos pelos motéis do País.

Sobre a  ABMotéis === A Associação Brasileira de Motéis (ABMotéis) foi fundada em setembro de 2012 e é a única representante dos motéis do Brasil. Atualmente, a sua diretoria é composta por representantes de 17 estados, além do Distrito Federal (DF), que trabalham para representar mais de 450 associados. A missão da associação é profissionalizar e desenvolver o segmento moteleiro, estimulando o empresário do ramo a investir e expandir suas empresas, oferecendo, cada vez mais, serviços de qualidade aos clientes e gerando mais empregos. Acesse: https://abmoteis.com.br/

<Com apoio de informações/fonte:  RS Press >

 

IBCC Institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora