por Aguinaldo Gabarrão (*)

Junte um libanês radical do Partido Cristão e um palestino. Acrescente o desrespeito e desprezo de ambos os lados, permeado por um discurso xenófobo contra imigrantes. Pronto, já há elementos suficientes para um conflito.

Na cidade de Beirute mora o libanês Toni. Ao lavar a varanda de sua casa ele molha o refugiado palestino Yasser, o que gera uma agressão recíproca e, a partir daí, eclode várias camadas de ressentimento e ódio, que serão manipuladas de acordo com interesses políticos e midiáticos de grupos específicos, alcançando dimensão nacional no Líbano.

Palavras com potencial explosivo === O Insulto é um filme que trata do efeito devastador que pode ter as palavras, principalmente onde o ambiente reúne condições favoráveis ao conflito social. Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2018, o roteiro foi escrito por Joelle Touma e Ziad Doueiri, este último, o diretor.

A história bem amarrada não perde tempo com explicações exaustivas para justificar as atitudes das personagens. Na medida em que há um recrudescimento nas ações, se percebe com clareza as razões, os erros e a intolerância de Toni e Yasser.

Há momentos em que o público é levado a apoiar um lado e, em seguida, é conduzido para outro entendimento. Aliás, não é muitas vezes assim, que a informação é veiculada com o objetivo de manipular as pessoas? O roteiro tem o cuidado de mostrar o quanto dessa situação é alimentada por dirigentes políticos e por parte da imprensa.

A aversão aos estrangeiros === Chama a atenção, nas legendas iniciais a frase de que o filme “… não reflete, necessariamente, a opinião do governo libanês”. Esse cuidado mostra o quanto é espinhoso lidar com o tema ambientado no mundo árabe.

Embora o diretor não tenha realizado um filme para falar exclusivamente da questão Palestina e seus desdobramentos, fica clara a sua disposição em expor publicamente um problema sério que ultrapassa a antipatia por esse ou aquele povo: a problemática é universal.

E, sob esse ponto de vista, o diretor Ziad não faz concessões a nenhum dos lados, mesmo que ele tenha feito a sua escolha, o que também não é um problema no roteiro e em sua direção.

A escolha do elenco === O diretor Ziad Doueiri fez testes com atores durante cinco meses até fechar o elenco. E o cuidado garantiu homogeneidade e equilíbrio. O ator Adel Karam (o libanês Toni Hanna) é mais conhecido no meio artístico libanês por seu trabalho em programas humorísticos e está muito confortável na pele do radical. Por sua vez, Kamel El Bacha (Yasser Salameh, o palestino) nunca trabalhou em cinema e ganhou com esse papel o Prêmio de Melhor Ator no Festival de Veneza.

O casting ainda conta com o experiente Camille Salameh (o advogado de Toni), ator muito conhecido no teatro árabe e professor de teatro no Instituto de Belas Artes da Universidade Libanesa há 19 anos. Seu desempenho ímpar garante bons momentos nas sequencias do tribunal, onde o roteiro apresenta uma grande virada.

O Insulto é uma ótima oportunidade para conferir o desempenho afinado dos atores, roteiro e direção de Ziad Doueiri, além de conhecer a qualidade da produção cinematográfica de outros países, provando que bom cinema nunca foi privilégio do mundo ocidental.

Assista ao trailer do filme:

FICHA TÉCNICA

O INSULTO – (Título original L’insulte)   ===  Distribuição: Imovision

Direção: Ziad Doueiri / Roteiro: Ziad Doueiri, Joelle Touma / Fotografia: Tommaso Fiorilli / Edição: Dominique Marcombe / Música: Eric Neveux / Produção: Rachid Bouchareb, Antoun Sehnaoui, Jean Bréhat e Julie Gayet, Nadia Turincev

Elenco: Adel Karam, Kamel El Bacha, Christine Choueiri, Camille Salameh, Diamand Bou Abboud, Rita Hayek, Julia Kassar

Gênero: Drama / Duração: 1 hora e 22 minutos

Classificação indicativa: 14 anos / País: Líbano, EUA / Ano de Produção: 2017

Lançamento: 08 de fevereiro 2018 (Brasil)


(*) Aguinaldo Gabarrão, ator. Trabalhou com diretores de diferentes estilos e gerações. Adora cinema. Atua também no segmento corporativo por meio de cursos, treinamentos e palestras com as técnicas do teatro.


Nota da Redação: As críticas publicadas neste espaço são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões nelas emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista do “DiárioZonaNorte” e nem de sua direção.


 

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora